Frontão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Frontão da Academia de Atenas

Um frontão é um conjunto arquitetônico de forma triangular que decora normalmente o topo da fachada principal de um edifício, sendo constituído por duas partes essenciais: a cimalha (base) e as empenas (dois lados que fecham o triângulo). Provém da arquitetura clássica greco-romana.

É muito comum em edifícios de arquitectura clássica, como no Partenon, na Grécia e em edifícios de arquitectura neoclássica, como a fachada norte da Casa Branca, nos Estados Unidos. É também visto em edifícios tardo-barrocos na transição para o neoclassicismo, como na Basílica da Estrela, em Lisboa.

Encontra-se, também, o "frontão" no Brasil, nas construções neoclássicas (como, por exemplo, na Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, RJ).

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Frontão


Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.