Altar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde agosto de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Altar-mor da Matriz Nossa Senhora do Patrocínio em Jaú, São Paulo, Brasil

Altar, do latim altare ou ara (latim clássico), plataforma alta semelhante a uma mesa constituída por uma rocha, elevação ou outra estrutura que possibilite ao sacerdote, líder ou mentor espiritual, sacrificar à divindade, ou divindades, em um templo religioso ou local sagrado.

No judaísmo, por exemplo, era um local formado por terra, pedras ou uma espécie de caixa dourada, como o revelado por Deus a Moisés, onde se apresentavam as ofertas sacrificiais à Deus. No culto católico é a mesa onde se celebra a missa. No protestantismo é a mesa de onde os pastores pregam e consagram a Ceia Memorial (ou Santa Ceia) nos cultos.

Igreja Católica Apostólica Romana[editar | editar código-fonte]

As Igrejas Católicas do Oriente seguem cada uma as suas tradições, que em geral se assemelham ao rito das Igrejas Ortodoxas Orientais. As regras abaixo são para a Igreja Latina.

A Igreja Católica Latina distingue entre os altares fixos (presos ao chão) e os altares móveis (que podem ser realocados), e diz: "É desejável que em cada igreja exista um altar fixo, já que desse modo significa mais claramente e permanente a presença de Jesus Cristo, a Rocha Viva (1 Pedro 2, 4[1] ; Efésios 2, 10[2] ). Em outros locais para celebrações sagradas, o altar poderá ser móvel."[3]

"Ao construir novas igrejas, é preferível que apenas um único altar seja feito, um que com a reunião dos fiéis irá significar que o único Cristo e a única Eucaristia da Igreja. Em igrejas já existentes, no entanto, quando o velho altar é posicionado de tal maneira que torna a participação dos demais difícil mas que não pode ser movido sem provocar danos ao valor artístico, outro altar fixo, bem feito e propriamente dedicado, deve ser construído e os ritos sagrados celebrados nele apenas. Para que a atenção dos fiéis não seja distraída do novo altar, o velho altar não deverá ser decorado de modo especial."[4]

Numa igreja católica, o altar-mor é o altar principal, geralmente mais adornado, disposto em frente à entrada principal. Depois do Concílio Vaticano II os novos altares são antropocêntricos, mas os altares tradicionais, com quase 2 000 anos de tradição,[carece de fontes?] são teocêntricos.


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Referências

  1. [[1]]
  2. [[2]]
  3. [[3]] General Instruction of the Roman Missal, 298
  4. [[4]] General Instruction of the Roman Missal, 303


Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.