GRCES X-9 Paulistana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde fevereiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
X-9 Paulistana

X 9 Paulistana (2009).jpg
X-9 Paulistana
Fundação 12 de fevereiro de 1975 (39 anos)
Escola-madrinha X-9 (Santos)
Cores

Verde

Vermelho

Branco
Símbolo Letra "X" e o número 9
Bairro Parada Inglesa
Presidente André Santos
Carnavalesco André Machado[1]
Intérprete oficial Royce do Cavaco[1] [2]
Diretor de harmonia Comissão de Harmonia
Diretor de bateria Mestre Adamastor[1] [2]
Rainha da bateria Gracyanne Barbosa
Princesa da bateria Mariana Pedro
Mestre-sala e porta-bandeira Ruhanan e Ana Paula[3]
Coreógrafo Yaskara Manzini
Desfile de 2015
Horário 14 de Fevereiro
Entre 05:10 e 06:20
Site oficial

O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X-9 Paulistana é uma escola de samba da zona norte de São Paulo. Sua origem é o bairro da Parada Inglesa, porém atualmente sua sede está localizada na Rua Ité, 77 - Bairro Vila Guilherme, na Cidade de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

A X-9 foi fundada por amigos que jogavam em um time de futebol, o Internacional da Parada Inglesa, sendo que alguns deles eram também integrantes da X-9, uma das principais agremiações da Baixada Santista. O nome, muito estranho, batizou a escola santista por causa de uma revista em quadrinhos de um detetive, que se chamava X-9.

Entre os fundadores da X-9 Paulistana estão Laurentino Borges (Presidente Lauro), Luiz Ademar, José Gaspar, Luiz Manoel, Jorge Nasser, entre outros. A agremiação foi campeã no seu terceiro ano no Grupo Especial, feito que só seria igualado anos mais tarde pelo Império de Casa Verde.

Inicialmente o nome da escola era "Filhotes da X-9", sendo trocado pelo atual "X-9 Paulistana" em 1986. Logo no primeiro ano com o novo nome, vence o Grupo 3. No ano seguinte, passa para o Grupo 2, e em 1989 chega ao Grupo 1. Quase é promovida para o Especial, ficando na terceira colocação. Em 1994 a X-9 ganha o Grupo 1 e, em 1995 chega ao Grupo Especial. Brilha na estreia entre as grandes e fica em um surpreendente quinto lugar, à frente de escolas mais tradicionais, como a Unidos do Peruche e Mocidade Alegre. Em 1996 incorpora a Passo de Ouro, outra escola da região.

Após a fusão, a X-9, que até então ensaiava nas ruas do bairro, passa a utilizar a antiga quadra da Passo de Ouro. Dois anos depois conquista o título com o enredo "Amazônia, a Dama do Universo", um carnaval grandioso e surpreendente. Neste mesmo ano, porém, a apuração foi bastante tumultuada, pois o presidente da X-9 era na época também presidente da LIGA, encarregado de ler as notas. No meio da apuração, esqueceu-se de ler nomes de jurados e foi acusado de fraude por presidentes de outras agremiações, terminando a cerimônia em tumulto.

Em 2000 a X-9 chegou ao seu segundo título, empatada com o Vai-Vai, escrevendo assim seu nome definitivamente entre as principais escolas de samba de São Paulo.

No ano de 2002 a X-9 falou do Papel, mas devido ao atraso no desfile ela perdeu 6 pontos preciosos, que lhe custou o titulo, pois somando as notas, ela terminaria empatada com a Gaviões da Fiel em 1º Lugar.

Após um bi-vice-campeonato em 2004 e 2005 passou dois anos fora do desfile das campeãs, contratando a peso de ouro o puxador Daniel Collête, então campeão pela Mocidade Alegre. Apesar disso, não melhorou muito o seu desempenho, conseguindo em 2008 apenas uma sexta colocação.

Inicialmente, anunciou para 2009 um enredo aparentemente inovador, falando sobre o filósofo alemão Nietzsche; porém em meados do ano, resolveu voltar atrás e mudou o tema para novamente a Amazônia, o mesmo enredo de seu primeiro título, doze anos atrás. Porém repetiu pela segunda vez seguida o 6º Lugar.

Em 2010 a X-9 trouxe o enredo "Do além mar, a herança lusitana nos une. Ora pois… a X-9 é portuguesa com certeza!" que prestava uma homenagem à herança deixada pelos portugueses para os brasileiros, foi um carnaval assinado pelos carnavalescos Augusto de Oliveira e Rodrigo Cadete. No entanto, com um desfile fraco, a escola a terminou a apuração em 9º lugar.

EM 2011, a escola homenageou o ator e humorista Renato Aragão, carnaval de autoria dos carnavalescos Rodrigo Cadete e Flávio Campello, além disso a escola trouxe como cantor Zé Paulo[4] e como rainha de bateria, a ex-noiva do jogador Adriano (Joana Machado)[5] , a escola fez um desfile surpreendentemente animado, mas que na apuração, terminou na 10º colocação.

Para 2012, a escola trouxe de volta o intérprete Royce do Cavaco que fez história na agremiação. O enredo esse ano sobre os 20 anos do Rally dos Sertões desbravou os sertões brasileiros e exaltou as belezas do Brasil, ficando na 10ª posição.

Em 2013, a escola veio com o enredo : 'Se pra ter diversidade basta viver com alegria: Sorria... Pois São Paulo hoje é só harmonia!' que falava dos mais variados povos da cidade de São Paulo.A escola na contagem de pontos empatou em 8°lugar com Gaviões da Fiel e Nenê de Vila Matilde, acabando na 10ª colocação [6] .

Em 2014, veio com o enredo "Insano". A X-9 levou para o Sambódromo do Anhembi a insanidade e a loucura. Apesar de sacudir a arquibancada, a forte chuva atrapalhou a escola em suas fantasias luxuosas. Algumas em LED (como a comissão de frente) que apresentaram problemas e precisaram ser desligados. De uma das favoritas ao título, terminou com um decepcionante 11º lugar, atrás de escolas com menos tradição como Tatuapé, Águia de Ouro, Tucuruvi e Tom Maior.

Corte da bateria[editar | editar código-fonte]

Enredos[editar | editar código-fonte]

X-9 Paulistana
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco
1976 Desclassificada Grupo 1-UESP Carnaval na Lua
1977 5ºlugar Grupo 1-UESP No Reino encantado da Pedra Bonita
1978 Vice-Campeã Grupo 1-UESP Festas Tradicionais do Rio Grande do Sul
1979 3ºlugar Acesso Tia Inês, Minha Querida Madrinha
1980 11ºlugar Acesso Pandeiro Maravilhoso (Russo do Pandeiro)
1981 Campeã Grupo 1-UESP Herança de uma Raça
1982 8ºlugar Acesso Profecia de Ifá - Uma História de Amor
1983 Desclassificada Acesso Quanto Mais Quente Melhor
1984 5ºlugar Grupo 1-UESP No Reino da Alegria
1985 Desclassificada Grupo 1-UESP Das Espumas do Mar ao Esplendor da Noite
1986 Campeã Grupo 2-UESP O Esplendor de um Sonho
1987 Campeã Grupo 1-UESP Chão de Estrelas
1988 6ºlugar Acesso São Saruê
1989 3ºlugar Acesso Sonho de Valsa (Zequinha de Abreu)
1990 5ºlugar Acesso Paulinho da Viola
1991 6ºlugar Acesso Profetas e Profanos
1992 6ºlugar Acesso O Beijo, Bem Mais que uma História de Amor
1993 4ºlugar Acesso A Saga do Melaço
1994 Campeã Acesso Confete, A Saudade Colorida Pedro Luis Pinotti
1995 5ºlugar Especial Arco-Íris da Ilusão [nota 1] Augusto de Oliveira
1996 7ºlugar Especial Paz e Amor... Bicho [nota 2] Augusto de Oliveira
1997 Campeã Especial Amazônia, a Dama do Universo [nota 3] Augusto de Oliveira
1998 9ºlugar Especial Sonhos de um Cowboy Brasileiro [nota 4] Augusto de Oliveira
1999 3ºlugar Especial Laços e Abraços no Mundo do Mercosul [nota 5] Augusto de Oliveira
2000 Campeã Especial Quem é você, Café! [nota 6] Lucas Pinto
2001 3ºlugar Especial Estive Aqui! Lembrei-me de Você! Me Leva Brasil [nota 7] Lucas Pinto
2002 10°lugar Especial Aceito tudo, quem sou eu?...O papel [nota 8] Lucas Pinto
2003 3ºlugar Especial Pi, iê, rê Jeribatiba ou Pinheiros. A deusa dos rios clama pela preservação: Se ela muda o curso, pode mudar sua história. [nota 9] Lucas Pinto
2004 Vice-campeã Especial Se vens em minha casa com deus no coração, senta-te a mesa e coma do meu pão [nota 10] Lucas Pinto
2005 Vice-campeã Especial Nascidos para cantar e também sambar [nota 11] Lucas Pinto
2006 6°lugar Especial X da questão [nota 12] Lucas Pinto
2007 10°lugar Especial Força Brasil - O país que surge da tinta delira num carnaval de cores [nota 13] Raul Diniz
2008 6°lugar Especial O povo da Terra está abusando...O aquecimento global vem aí - A vida boa e sustentável pede passagem. [nota 14] Raul Diniz
2009 6ºlugar Especial Amazônia...conseguimos conquistar com o braço forte...do esplendor da Havea Brasiliensis à busca pela terra sem males [nota 15] Paulo Führo
2010 9ºlugar Especial Do além mar, a herança lusitana nos une.Ora pois..a X-9 é portuguesa com certeza! [nota 16] Rodrigo Cadete
Augusto de Oliveira
2011 10°lugar Especial De eterna criança a embaixador da esperança, Renato Aragão, Didi Trapalhão! [nota 17] Rodrigo Cadete e Flávio Campello
2012 10°lugar Especial Trazendo para os braços do povo o coração do Brasil,a X-9 paulistana num grande rally desbrava os sertões dessa gente varonil! [nota 18] Rodrigo Cadete e Flávio Campello
2013 8° lugar Especial Se pra ter diversidade basta viver com alegria: Sorria... Pois São Paulo hoje é só harmonia! Flávio Campello
2014 11° lugar Especial Insano - uma Viagem aos Confins da Imaginação Flávio Campello
2015 Especial André Machado[1]
Títulos
Desclassificações

Referências

  1. a b c d SRZD-Carnaval/SP (03/04/2014). André machado é da X9 Paulistana. 18h58. Página visitada em 03/04/2014.
  2. a b O Carnaval de SP (03/04/2014). Mestre Adamastor e Royce do Cavaco renovam com a X-9 Paulistana. 18h58. Página visitada em 03/04/2014.
  3. O Carnaval de SP (14/04/2014). O bom filho à casa torna… X-9 Paulistana já possui novo Casal MS & PB.
  4. Zé Paulo acerta com a X-9 Paulistana (26.03.2010). Página visitada em 26.11.2010.
  5. EGO. Rainha da X-9 Paulistana, Joana Machado visita a escola. Página visitada em 22.11.2010.
  6. G1. Confira notas da apuração do desfile do Grupo Especial de São Paulo. Página visitada em 21.06.2013.

Notas

  1. Interprete:Royce do Cavaco
  2. Interprete:Royce do Cavaco
  3. Interprete:Royce do Cavaco
  4. Interprete:Royce do Cavaco
  5. Interprete:Royce do Cavaco
  6. Interprete:Royce do Cavaco
  7. Interprete:Royce do Cavaco
  8. Interprete:Royce do Cavaco
  9. Interprete:Royce do Cavaco
  10. Compositores:Armênio Poesia, Diego Poesia e Kadu. Intérpretes:Royce do Cavaco e Edson Dino
  11. Compositores:Armênio Poesia, Diego Poesia, Chocolate, Eric Lisboa e Márcio André. Intérprete:Royce do Cavaco
  12. Compositores:Leonardo Rocha, Renne Campos, Tchello Lima, Reinaldo Ferreira, Anderson Salgadinho, Accyoli Filho e Robertinho Capitão Gancho. Intérpretes:Edson Dino e Douglinhas
  13. Compositores:Armenio Poesia, Aquiles da Vila, Chanel, Maurício Paiva e Carlinhos Jeito Moleque. Intérprete:Karlinhos Madureira
  14. Compositores:Didi, Turko e Paulinho Miranda. Intérprete:Daniel Collête
  15. Compositores:Léo do Cavaco, Rogério Morgado e Leonardo Lima. Intérprete:Daniel Collête
  16. Compositores: Junior ABC, Wagner, Rodney Cheto, Márcio Camargo, Leonardo Trindade e Danilo Britto. Intérprete:Daniel Collête
  17. Compositores:Rifai, Pe, Xavi, Cris, J. Vicente, Melo e Alemão do Cavaco. Intérprete:Zé Paulo
  18. Compositores:André Nova União, Aquiles da Vila, Marquinhos Boldrini, Maurício Paiva, Raphael do Império, Rig e Santos. Intérprete:Royce do Cavaco