Torcida Jovem do Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.


A Torcida Jovem do Santos ou Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Torcida Jovem é a maior torcida organizada do time de futebol do Santos, fundada em 26 de setembro de 1969. Possui uma sede social localizada na cidade de São Paulo. É também uma escola de samba desde 2003.

O lema da Torcida Jovem do Santos é: Com o Santos onde e como ele estiver. Atualmente a Torcida Jovem do Santos conta com aproximadamente 30 mil sócios ativos[carece de fontes?].

A Torcida Jovem é uma das fundadoras da Associação das Torcidas Organizadas de São Paulo e da Associação das Torcidas Organizadas do Santos.

História[editar | editar código-fonte]

Logotipo Torcida Jovem do Santos

"A história da Torcida Jovem se confunde um pouco com a história do próprio clube, e hoje já não se pode pensar em Santos sem lembrar-se, inevitavelmente, Torcida Jovem. Uma Torcida que começou com a mesma abnegação, o mesmo entusiasmo que existia naqueles jovens que fundaram o clube naquela noite de 14 de abril de 1912."

Durante os anos de 1966 a 1968, quando o Santos ainda não possuía,principalmente em São Paulo, o mesmo número de torcedores que possui hoje, um grupo de rapazes corajosos, valentes faziam questão de comparecer em todas as partidas que o time jogava na capital. Depois de 3,4 ou 5 partidas, esses garotos começaram a se conhecer e a combinar de irem juntos para o estádio e lá ficarem no mesmo lugar. Era uma maneira que servia, inclusive para fortalece-los, ante a provocação de outras torcidas.

Quando esses manos, barulhentos, chegavam para um clássico era comum ouvir-se: "ai está a torcida do Santos chegaram todos numa kombi". O hábito de freqüentar os jogos do Santos tornou-se tão comum que em 1969, eles resolveram fundar uma torcida oficial uniformizada que a partir daquele momento fosse em todos os jogos do time como e onde ele estivesse. Esse ficou sendo o lema, que os garotos como Cosmo, Alemão, Tobogã, Menezes, Celso Jatene, Zé Miguel e outros dos 13, que fundaram a torcida, levaram para todos os campos.

E no dia 26 de setembro de 1969, quando o Santos retornava de mais uma excursão vitoriosa, invicto em uma série de 7 partidas pela Europa, 13 garotos reunidos numa velha casa no tradicional bairro do Brás em São Paulo decidiram fundar oficialmente a Torcida Jovem. Aquela casa que era onde residia Cosmo Damião ficou sendo a primeira sede oficial da primeira torcida uniformizada e organizada do Santos.

A primeira grande alegria dessa torcida não tardou a acontecer. Foi no dia 19 de novembro daquele mesmo ano no Rio de Janeiro por ocasião da marcação do milésimo gol de Pelé. Depois disso não demorou muito para que um forte movimento de adesão de torcedores fosse iniciado. O Santos representava naquele momento o sonho de todo garoto que começava a entender futebol, a dar seu primeiro chute numa bola. Ano em que o time conquistou o tri-campeonato paulista, Pelé marcava o milésimo gol e véspera da maior conquista do futebol brasileiro que foi o tri-campeonato do México em 1970.

A Maior Torcida de Manifesto[editar | editar código-fonte]

Bandeirão da torcida Jovem do Santos

A Torcida Jovem ao longo de sua história sempre foi considerada pela imprensa e pelo povo de modo geral uma torcida politizada. Desde a nossa fundação a nossa maior preocupação e o maior objetivo é incentivar e acompanhar o Santos Futebol Clube em todas as suas jornadas. Porém com o crescimento da Torcida as idéias diversificaram.

Em 1970 participamos da oposição na eleição do Santos F. C. de lá para cá nunca ficamos inertes da vida política do nosso clube, sempre participando em nome da galera alvi-negra. Sempre tivemos uma posição independente, sempre assumindo os compromissos em prol do Santos F. C. tivemos representantes no conselho deliberativo do nosso clube. No início da vida de nossa torcida, ainda instalada na Av. Senador Queiroz, onde começamos a pensar em ser um grêmio recreativo e cultural, discutíamos todos os assuntos de interesse social.

Foi realmente uma época com dificuldades, repressões. Os companheiros da época sentiram que o futebol era usado como trampolim político, a partir daí, começaram a se preocupar seriamente para que o nosso grêmio não se alienasse a esse processo. Por isso democraticamente passaram a discutir a vida política e social do município, estado e país.

Vamos descrever algumas passagens, onde nossa entidade esteve verdadeiramente identificada. Campanha de anistia ampla, geral e irrestrita, onde inclusive nosso companheiro Cosmo Damião foi indicado coordenador. Na memoral campanha das diretas já, nossa bateria nota 10 esteve presente em todos os comícios na capital de São Paulo.

Participamos também da luta pela autonomia política da cidade de Santos. Fomos um dos fundadores da A.T.O.E.S.P. (Associação das Torcidas Organizadas de São Paulo) e da A.T.O.S. (Associação das Torcidas Organizadas de Santos). No Impeachment do Collor, participamos das grandes passeatas na capital de São Paulo com bandeiras e a nossa bateria nota 10. Instalados na nossa antiga sede desde 1978, participamos juntos com os moradores do Bixiga de várias reuniões para reivindicações das melhorias do bairro por exemplo: O cercado e a construção do Play Ground da Praça Pérola Byington; campanha de Natal das crianças pobres do Bixiga; e várias outras.

Queremos mostrar a todos nosso quadro de associados que ao longo desses anos, sempre participamos ao lado da sociedade, das lutas pelo bem estar de todos. Os nossos quase 45 anos de glórias só foram conseguidos com a união de todos e o idealismo de todos aqueles que amam a Torcida Jovem e constroem algo em prol do Santos F.C., sempre mantendo a tradição pelos interesses do torcedor que são eles: estudantes, trabalhadores e pais de família, lutando pela paz nos estádios.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Em 1970 a TJ participou da oposição na eleição do Santos, tendo desde então tendo participado da vida política do clube, inclusive elegendo representantes para o conselho deliberativo do clube. As preocupações da torcida passaram então a não se limitar apenas ao clube.

Em 1978, a Torcida Jovem se mudou para o bairro do Bixiga. Um ano depois, em 1979, estreou no carnaval paulistano como um bloco carnavalesco, participando do desfile oficial da UESP.

Em 2003, de bloco passou à categoria de escola de samba. Desde a alguns anos mudou-se para o bairro de Jardim Aricanduva, que foi enredo do desfile de 2004, onde a Jovem conseguiu seu primeiro título como escola de samba. Em 2009, desfilou no Grupo 1 da UESP. No ano seguinte, obteve o vice-campeonato, subindo assim para o grupo de Acesso em 2011. Após vários problemas no desfile inclusive o atraso de 40m,A Torcida Jovem foi rebaixada voltando ao Grupo 1

Escola de Samba[editar | editar código-fonte]

Torcida Jovem
Pavilhão T. JOVEM.jpg

Torcida Jovem
Fundação 26 de setembro de 1978 (35 anos)
Escola-madrinha Vai-Vai
Cores Branco, Preto e Amarelo
Bairro Jardim Aricanduva
Presidente Marcos Dimes (Gordinho Z/S)
Presidente de honra Cosmo Damião
Carnavalesco Pedro Pinotti
Intérprete oficial Tato Santa Cruz
Diretor de carnaval Cosmo Damião
Diretor de harmonia Comissão de Harmonia
Diretor de bateria Mestre Clodoaldo
Rainha da bateria Jéssika
Madrinha da bateria Camila Motta
Mestre-sala e porta-bandeira André e Daniela
Coreógrafo Bill
Desfile de 2015
[1]

Filiado à UESP, o G.R.C. Escola de Samba Torcida Jovem do Santos possui a mais explosiva ascenção entre as agremiações do carnaval paulistano em tempos recentes.

Nossa trajetória[editar | editar código-fonte]

Fundado em 26/09/1978 como Bloco Carnavalesco, ao longo destes mais de 34 anos de muito trabalho, sempre marcamos presença com muita alegria e irreverência na passarela do samba, lutando e defendendo a arte e a cultura popular.

Conquistamos 04 campeonatos, 10 vice-campeonatos, 05 vezes em 3º lugar, 01 vez em 4º lugar. Em 2003, ascendemos à categoria de Escola de Samba, no Grupo III, ficando em 4º lugar. Mas no Carnaval 2004, retomamos nossa trajetória de vitórias, conquistando o primeiro título como Escola, e nos qualificando para disputar em 2005 o Grupo II. Um título que veio em boa hora, pois foi o início da nossa arrancada ao pódio das grandes agremiações carnavalescas de São Paulo.

Carnavais [1] [editar | editar código-fonte]

Torcida Jovem
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco
1979 5ºlugar Blocos Especiais Folia do Mundo Santista
1980 4ºlugar Blocos Especiais Vamos Nessa Barca
1981 3ºlugar Blocos Especiais O Trem da Felicidade
1982 Vice-Campeã Blocos Especiais Paraíso Infantil
1983 Vice-Campeã Blocos Especiais Carnaval das Arábias
1984 Vice-Campeã Blocos Especiais Pintando o 7
1985 Vice-Campeã Blocos Especiais Olhando para o Céu
1986 Vice-Campeã Blocos Especiais Bum Bum, se Tiver Marmelada Tem Zum Zum
1987 3ºlugar Blocos Especiais Vou Bater Tamanco
1988 Campeã[2] Blocos Especiais Hoje Eu Vim Para Confundir e Não Para Explicar
1989 Vice-Campeã Blocos Especiais Malandros e Malandragens
1990 Campeã Blocos Especiais A Magia desta Folia
1991 Campeã Blocos Especiais Deixem Meu Povo Brincar o Carnaval
1992 3ºlugar Blocos Especiais Rolou Brasil
1993 7º lugar Blocos Especiais Quem Me Viu... Quem Me Vê...
1994 3º lugar Blocos Especiais Folia do Gordo
1995 Vice-Campeã Blocos Especiais Do Sorriso da Lagosta ao Abraço do Siri
1996 Campeã Blocos Especiais Tem Folia, Tem Zueira, Porque Hoje é Sexta-feira
1997 Campeã Blocos Especiais Alquimia, A Magia da Transformação
1998 Vice-Campeã Blocos Especiais Nesta Terra de Reis...Onde foi Que Eu Errei?
1999 5ºlugar Blocos Especiais No Voo das Águias Guerreiras, 20 Anos de Luta
2000 7ºlugar Blocos Especiais Encantos e Poesias No Feitiço das Sereias
2001 3ºlugar Blocos Especiais O Brasil em Dia de Festa
2002 10ºlugar Blocos Especiais Uma Noite na Terra da Garoa
2003 4ºlugar Grupo 3-UESP Façam suas Apostas! A Sorte está Lançada... Na Festa de Momo o Vencedor Será Sempre o Folião!
2004 Campeã Grupo 3-UESP Torcida Jovem é Aricanduva, Terra de um Povo Guerreiro, Sonhador e Sambista
2005 4ºlugar Grupo 2-UESP Será a Voz Negra ou Será Negra a Voz da Liberdade?
2006 3ºlugar Grupo 2-UESP No Sonho de Momo, Torcida Jovem teve a sua vez
2007 5ºlugar Grupo 2-UESP De lá pra cá
2008 3ºlugar Grupo 2-UESP[3] Tribos Urbanas - Novos Quilombos
2009 5ºlugar Grupo 1-UESP Aceito Tudo! O Que Vier, Eu Traço!
2010 Vice-Campeã Grupo 1-UESP Divina Sedução Pedro Pinotti
2011 8°lugar Acesso Quem foi rei nunca perde a majestade Pedro Pinotti
2012 3º Lugar Grupo 1-UESP "Camisa 100 - Sua bandeira no mastro é a história de um passado e um presente só de glorias" Pedro Pinotti
2013 3º Lugar Grupo 1-UESP Sinfonia das cores em aquarela Pedro Pinotti
2014 Vice-campeã Grupo 1-UESP Confete - Pedacinho Colorido de felicidade Pedro Pinotti
2015 Grupo 1-UESP

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências