Gene recessivo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Dominância (genética). Por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e não se esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.
Editor, considere adicionar mês e ano na marcação. Isso pode ser feito automaticamente, com {{Fusão|1=Dominância (genética)|{{subst:DATA}}}}.
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde janeiro de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

Gene recessivo é um gene cuja característica não aparece expressa, no estado heterozigótico. Um gene recessivo só produz a sua característica quando o seu alelo está presente nos dois pares de cromossomas homólogos (arranjo homozigoto), e só se manifesta na ausência de seu gene contrário " dominante." Geralmente genes recessivos, estão ligados a cores, mas podem caracterizar também síndromes, doenças, causadas por genes recessivos anormais como é o caso do daltonismo. Quando o individuo carrega consigo dois pares de genes iguais para determinadas características teremos indivíduos albinos quando o genótipo for aa. Esses genes são chamados recessivos porque ele fica escondido (em recesso) quando o gene dominante está presente. No caso de herança ligada ou restrita aos cromossomos sexuais, o gene recessivo pode se manifestar, mesmo em dose simples. Uma outra forma de se distinguir o gene dominante do recessivo é representá-lo por uma letra seguida do sinal +. Usando o mesmo exemplo de cor das floras, o gene dominante seria designado por a+, e o gene recessivo por a. Essas regras de representação de genes não são obrigatórias, mas são geralmente usadas. Apesar disso, é sempre conveniente que se faça uma legenda, indicando os símbolos que estão sendo empregados para se representar os pares de alelos. As hemofilias A e B agem como caracteres recessivos ligados ao sexo.

Doenças Autossômicas Recessivas[editar | editar código-fonte]

Os genes estão presentes nos autossomas e os indivíduos afetados tem duas cópias do gene mutante. Exemplos:

  • Fibrose Cística
  • Cirrose Hepática
  • Hemocromatose
  • Albinismo

Doenças Ligadas aos Cromossomas Sexuais[editar | editar código-fonte]

  • Hemofilia (Gene recessivo localizado no cromossomo X)
  • Daltonismo (Gene recessivo localizado no cromossomo X)

Quando o gene responsável está localizado na parte do cromossoma Y que não tem correspondência no cromossoma X a característica só se manifesta nos homens.

Características recessivas[editar | editar código-fonte]

Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
  • Cabelo louro
  • Cabelo liso
  • Olhos azuis
  • Cabelo ruivo
  • Olhos verdes
  • Cabelo castanho quando cruza com o calebo preto
  • Canhoto
  • Tipo Sanguíneo Negativo
  • Miopia

A simbologia mais utilizada para representar genes adota a letra maiuscula para indicar que é dominante; a mesma letra minuscula para recessivo.

Resumindo:

Isto comprova-se com o xadrez mendeliano.

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.