Rupert Sheldrake

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rupert Sheldrake
Biólogo, bioquímico, parapsicólogo e escritor
RupertSheldrake.jpg
Nacionalidade Britânica
Residência Inglaterra
Nascimento 28 de Junho de 1942 (72 anos)
Local Newark-on-Trent, Nottinghamshire, Inglaterra
Cônjuge Jill Purce
Atividade
Campo(s) Biólogo, bioquímico, parapsicólogo e escritor
Instituições Perrot-Warrick Project, administrado pelo Trinity College, Cambridge
Institute of Noetic Sciences
Holistic Thinking Program do Graduate Institute de Connecticut
Alma mater University of Cambridge
Harvard University
Conhecido(a) por Livro Cães sabem quando seus donos estão chegando
Conceitos de campo morfogenético e ressonância mórfica
Pesquisador da telepatia


Rupert Sheldrake é um biólogo, bioquímico, parapsicólogo, escritor e palestrante inglês; mais conhecido por sua teoria da morfogênese. Pesquisador em bioquímica e fisiologia vegetal, descobriu junto com Philip Rubery, o mecanismo de transporte da auxina. Participou, na Índia, do desenvolvimento de técnicas de cultivo no semi-árido hoje usadas amplamente.

De volta à Grã-Bretanha, tem-se dedicado a escrever, dar palestras e pesquisar um modelo de desenvolvimento teleológico, do qual faz parte a teoria dos campos morfogenéticos. Entre seus livros estão O renascimento da natureza, Cães sabem quando seus donos estão chegando e A sensação de estar sendo observado.

Ligou-se, como pesquisador, ao Institute of Noetic Sciences, dos Estados Unidos (Califórnia).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Newark-on-Trent, na Inglaterra, Sheldrake estudou em uma escola anglicana, e foi estimulado no seu interesse por plantas e animais por seu pai, um naturalista e microscopista amador. Recebeu uma bolsa para estudar Ciências Naturais no Clare College (Cambridge), onde se graduou com distinção e recebeu o Prêmio Universitário de Botânica.

Recebeu então uma bolsa do Frank Knox Memorial Fellowships para estudar filosofia e história da ciência em Harvard, entrando em contato com o recém-publicado A estrutura das revoluções científicas[1] , de Thomas Kuhn.

De volta a Cambridge, obteve seu Ph.D. em bioquímica. Tornou-se professor no Clare College, onde foi diretor de estudos em bioquímica e biologia celular. Como pesquisador da Royal Society estudou o desenvolvimento vegetal e o envelhecimento de células no Departamento de Bioquímica da Cambridge University, tendo descoberto, com Philip Rubery o mecanismo de transporte da auxina (o processo pelo qual esse hormônio é transportado das gemas até as raízes).

Trabalhou em Kuala Lumpur (Malásia) em 1968-69, estudando plantas da floresta tropical. Entre 1974 e 1985 foi consultor em fisiologia vegetal do ICRISAT (International Crops Research Institute for the Semi-Arid Tropics), em Hyderabad, Índia, onde desenvolveu novos sistemas de cultivo, hoje largamente usados.

Na Índia viveu um ano e meio no ashram de Bede Griffiths em Tamil Nadu, onde escreveu seu primeiro livro, A new science of life[2] . É autor de 80 trabalhos científicos e dez livros.

É pesquisador e diretor do Perrott-Warrick Project, administrado pelo Trinity College, Cambridge, que estuda habilidades humanas e animais não explicadas. É também pesquisador do Institute of Noetic Sciences, perto de San Francisco, EUA e professor visitante e diretor acadêmico do Holistic Thinking Program do Graduate Institute, em Connecticut[3] .

Artigos científicos[editar | editar código-fonte]

Sheldrake publicou artigos sobre os temas:

  • produção de hormônios em plantas
  • transporte de auxina em plantas
  • diferenciação celular
  • envelhecimento e morte de células
  • fisiologia de culturas agrícolas
  • ressonância mórfica
  • efeitos do experimentador sobre o experimento
  • a sensação de estar sendo observado
  • poderes inexplicados dos animais
  • telepatia

Livros traduzidos para o português[editar | editar código-fonte]

  • A Presenca do Passado: Ressonância Mórfica, Instituto Piaget, Lisboa. 1996. ISBN 9728329032
  • O Renascimento da Natureza: O Reflorescimento da Ciência e de Deus, Cultrix, São Paulo. 1993. ISBN 8531604338 - 2ª edição 2011.
  • Sete Experimentos Que Podem Mudar O Mundo. Cultrix, São Paulo. 1999. ISBN 8531604737
  • Cães Sabem Quando Seus Donos Estão Chegando. Objetiva, Rio de Janeiro. 1999. ISBN 8573023007 (esgotado)
  • A Sensação de Estar Sendo Observado. Cultrix, São Paulo, 2004. ISBN 8531608368

Em co-autoria[editar | editar código-fonte]

  • Vida Depois da Morte: A Ciência na Fronteira do Mistério, com Ken Wilber, Stanislav Grof e Gary Doore, Esquilo, Lisboa, 2005. ISBN 972860548x (esgotado)
  • Caos, Criatividade E O Retorno Do Sagrado: Triálogos nas Fronteiras do Ocidente, com Terence Mckenna e Ralph H. Abraham, Pensamento, 1994 ISBN 8531508622 (esgotado)
  • A Física Dos Anjos, com Matthew Fox, Aleph, 2008. ISBN 8576570564

Referências

  1. Kuhn, Thomas S., A estrutura das revoluções científicas, trad. Boeira, Beatriz V., Perspectiva, 8a. edição, 2003 ISBN 8527301113
  2. Sheldrake, Rupert, A New Science Of Life, The Hypothesis Of Morphic Resonance, Inner Traditions, 1995 ISBN 0892815353
  3. Biography of Rupert Sheldrake, Ph. D. Acessado em 15/05/2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.