Henry Sidgwick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henry Sidgwick
filosofia do século XIX
Henry Sidgwick.jpg
Nome completo Henry Sidgwick
Escola/Tradição: Utilitarismo
Data de nascimento: 31 de Maio de 1838 (175 anos)
* Local: Skipton, Yorkshire
Data de falecimento 28 de agosto de 1900 (62 anos)
* Local: Cambridge, Cambridgeshire
Principais interesses: Ética, política
Influenciado por: Jeremy Bentham, David Hume, John Stuart Mill
Influências: R M Hare, Mordecai Kaplan, John Rawls, Alfred Marshall, Peter Singer, Derek Parfit, J. J. C. Smart, Hastings Rashdall
Portal Filosofia

Henry Sidgwick (31 de maio 1838 – 28 de agosto 1900) foi um economista e filósofo do Reino Unido, ligado ao Utilitarismo. Nasceu em Skipton no Yorkshire e obteve a sua formação em Rugby e Trinity College, Cambridge. Aqui tornou-se membro dos Apóstolos de Cambridge.

Eleito para uma bolsa de estudo para o Trinity College, em 1859, rapidamente se tornou aí professor de estudos clássicos, lugar que veio a ocupar durante dez anos. Em 1869 transitou para a docência de filosofia moral. Acabou por resignar em virtude de ter aderido à Igreja de Inglaterra. Em 1874 publicou The Methods of Etics, o qual mereceu de John Rawls as seguintes considerações: “o primeiro trabalho moderno em teoria moral verdadeiramente académico”. Em 1875 foi nomeado prelector em filosofia moral e política no Trinity College. Em 1883, foi eleito Knightbridge Professor de Filosofia.

Para além da docência e trabalho literário na área da filosofia política e economia, desempenhou actividade no âmbito da gestão da Universidade, assim como participou em muitas iniciativas de carácter social e filantrópico. Foi um dos fundadores e primeiro presidente da Society for Psychical Research, e membro da Metaphysical Society. Promoveu ao mais alto nível a educação feminina.

Filosoficamente foi um utilitarista, na linha de Stuart Mill e Jeremy Bentham. Politicamente foi um liberal tendo feito parte do partido Liberal Unionista, que mais tarde migrou para o Partido Conservador Britânico. Religiosamente foi um teísta, independentemente de ser contrário à religião estabelecida. Eticamente foi considerado um hedonista. [1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Henry Sidgwick – Utilitarian.net

Henry Sidgwick Blog