Carl Reichenbach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carl Reichenbach

Dr. Carl (Karl) Ludwig Freiherr von Reichenbach (12 de fevereiro de 1788, Stuttgart; 19 de janeiro de 1869, Leipzig) foi um industrial, metalurgista, químico, naturalista e filósofo alemão.[1]

Ele é mais conhecido pelas descobertas da querosene (essencial para o combustível de foguetes), parafina e fenol antisséptico (usado nos sprays bucais modernos).

Reichenbach passou a última parte da sua vida desenvolvendo a teoria vitalista da força ódica, o princípio vital que, acreditava, envolve e liga todos os seres vivos, conceito que jamais obteve crédito entre os principais cientistas.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Das Kreosot (1833)
  • Geologische Mitteilungen aus Marhen (1834)
  • Die Dynamide des Magnetismus (1840)
  • Odisch-Magnetische Briefe (1852)
  • Der sensitive Mensch und sein Verhalten zum Ode (1854)
  • Odische Erweiterungen (1856)
  • Köhierglaube und Afterwissenschaft (1856)
  • Aphorismen über Sensibilität und Od (1866)
  • Die Odische Lohe (1867).

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Botânicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.