Generalidade da Catalunha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Seal of the Generalitat of Catalonia.svg

A Generalidade da Catalunha (em catalão[1] Generalitat de Catalunya) é o sistema institucional em que se organiza politicamente o autogoverno da Catalunha.

Com a Generalidade Valenciana, que é o sistema institucional análogo da Comunidade Valenciana, ambas têm as suas origens nas Deputações Permanentes criadas para governar a administração entre reuniões das Cortes Catalãs nos diferentes territórios da Coroa de Aragão.

História[editar | editar código-fonte]

A Generalitat de Catalunya tem as suas origens nas Cortes Reais Catalãs, as quais, durante o reinado de Jaime I (1208-1276), reuniam-se convocadas pelo rei como representativas dos estratos sociais da época.

Durante o reinado de Pedro II de Barcelona, dito Pere, el Gran ("Pedro, o Grande") (1276-1285) as Cortes Reais Catalãs tomaram forma institucional. O rei obrigou-se a celebrar o General Cort a cada ano. As cortes exerciam funções de conselho e também legislativas por meio dos três "braços" que as componham: O braço eclesiástico (clero), o braço militar (nobreza) e o braço popular ou câmara real (vilas e cidades submetidas diretamente ao governo do rei). O conjunto era chamado de Lo General de Cathalunya.

O primeiro passo em direção à instituição da Generalitat produz-se nas cortes celebradas em Monzón (em Aragão) no ano de 1289, quando é designada uma Diputação do Geral, comissão temporal para recaptar o "serviço" ou tributo que os "braços" concediam ao rei, por petição sua. Este imposto conhecia-se popularmente como Drets de General ("Direitos do Geral") ou generalitat, nome este que se exportou à França, onde se criaram as Généralités, distritos fiscais. Com o tempo, o nome oficioso de Generalitat acabou por substituir o nome oficial de Diputació del General.

A Generalitat na atualidade[editar | editar código-fonte]

Na atualidade, segundo o Estatuto de Autonomia da Catalunha, a Generalitat da Catalunya é o sistema institucional em que se organiza politicamente o autogoverno da Comunidade Autónoma da Catalunha. Está formada pelo Parlamento da Catalunha, pelo conselho executivo ou governo da Catalunha, pela presidência da Generalitat e pelas outras instituições que o estatuto e as leis estabelecem.

O presidente da Generalitat desde 27 de dezembro de 2010 é Artur Mas, líder da federação Convergència i Unió.

Referências

  1. Programa d'identificació visual - Identificació de la Generalitat en diferents idiomes (visitado em 25-09-2008)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]