Mariano Rajoy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mariano Rajoy
Mariano Rajoy
Presidente do Governo da EspanhaFlag of Spain (1945 - 1977).svg
Período de governo 21 de dezembro de 2011 - presente
Antecessor(a) José Luis Rodríguez Zapatero
Líder da Oposição
Período de governo 17 de abril de 2004-21 de dezembro de 2011
Antecessor(a) José Luis Rodríguez Zapatero
Sucessor(a) Alfredo Pérez Rubalcaba
Vida
Nascimento 27 de Março de 1955 (59 anos)
Santiago de Compostela
Dados pessoais
Primeira-dama Elvira Fernández Balboa (cas. 1996)
Partido Partido Popular (PP)
Profissão Político
Mariano Rajoy, quando das eleições legislativas espanholas de 2008, junto a Ángel Acebes.

Mariano Rajoy Brey (Santiago de Compostela, 27 de março de 1955) é um político espanhol, presidente do governo da Espanha.

Foi ministro da Administração Pública do governo espanhol liderado por José María Aznar entre 1996 e 2003, vice-presidente do Governo (2000-2003), e presidente do Partido Popular (PP), principal partido na Espanha após as eleições de 20 de novembro de 2011.

Em fevereiro de 2001 deixou de ser ministro da Presidência para suceder na pasta do Interior a Jaime Mayor Oreja. Como responsável deste ministério, Rajoy conseguiu importantes conquistas na luta contra a organização terrorista ETA.

Rajoy cessou o cargo de ministro do Interior em julho de 2002 para assumir as tarefas de porta-voz do Governo e, de novo, ministro da Presidência. A partir de então teve de enfrentar as duas maiores crises do período 1996-2003: o desastre causado pelo afundamento do petroleiro Prestige e o apoio de Aznar a George W. Bush durante a invasão do Iraque de 2003. Porém, para os seus seguidores, Rajoy saiu aparentemente bem de ambos os problemas e o seu papel de "fontaneiro" da Moncloa foi decisivo para a sua nomeação como secretário-geral do PP e candidato a primeiro-ministro em 30 de agosto de 2003.

Foi candidato a presidente do governo da Espanha (equivalente a primeiro-ministro) nas eleições de março de 2004 e de março de 2008, tendo em ambas sido derrotado pelo PSOE liderado por José Luis Rodríguez Zapatero. Nas eleições de 20 de novembro de 2011 o partido liderado por Rajoy obteve mais de 10 800 000 votos e elegeu 186 deputados, conquistando a maioria absoluta e o melhor resultado de sempre do Partido Popular.[1]

De acordo com informação publicada nos jornais em 2013, Mariano Rajoy foi envolvido nun caso de corrupção por ter recebido envelopes com dinheiro sujo de Barcenas. [2]

Referências

  1. Elecciones generales 2011 - resultados. Visitado em 21-11-2011.
  2. Los papeles de Bárcenas. Visitado em 14-02-2013.
Precedido por
José Luis Rodríguez Zapatero
Líder da Oposição Espanhola
2004 - 2011
Sucedido por
Alfredo Pérez Rubalcaba
Precedido por
José Luis Rodríguez Zapatero
Presidente do Governo de Espanha
2011 - presente
Sucedido por
Incumbente
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mariano Rajoy
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.