Granta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Os melhores jovens escritores brasileiros. Por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e não se esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central. (desde outubro de 2013)

Granta é uma revista literária britânica, fundada em 1889.

Criada por estudantes da Universidade de Cambridge, inicialmente publicava artigos sobre política e assuntos ligados à universidade. O título (originalmente The Granta) foi tirado do antigo nome do Rio Cam, que corta a cidade de Cambridge. Ao longo das décadas seguintes, lançou autores como Michael Frayn, Ted Hughes, A. A. Milne e Sylvia Plath, todos alunos de Cambridge.

Em 1979, depois de um período de dificuldades financeiras, foi relançada como uma revista destinada a jovens autores, deixando os muros da universidade. O primeiro número da nova fase trazia textos de Paul Auster e Susan Sontag1 . Passou a abrigar escritores como Martin Amis, Julian Barnes, Saul Bellow, Angela Carter, Nadine Gordimer, Milan Kundera, Doris Lessing, Ian McEwan, Gabriel García Márquez e Salman Rushdie.

A partir de 2009, a revista iniciou um processo de internacionalização, lançando edições em espanhol, búlgaro, português (em parceria com a Alfaguara, selo da editora Objetiva), norueguês, sueco e chinês2 .

Em 2012, publicou uma edição especial com escritores brasileiros, intitulada Os melhores jovens escritores brasileiros. A antologia apresentou obras de Tatiana Salem Levy e Daniel Galera, entre outros3 .

Em 2013 nasce a edição portuguesa da revista, publicada pela editora Tinta-da-china e sob a direcção de Carlos Vaz Marques. Para o primeiro número da Granta Portugal, incluindo cinco sonetos inéditos de Fernando Pessoa, foi o escolhido o tema "Eu".

Referências

  1. How Granta conquered the world. The Observer, 30 de dezembro de 2007 (em inglês)
  2. Granta goes global. The Observer, 27 de maio de 2012 (em inglês)
  3. Revista Granta lança coletânea com jovens brasileiros. UOL Notícias, 6 de julho de 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]