Guadalupe (bairro do Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guadalupe
—  Bairro do Brasil  —
Vista do bairro carioca de Guadalupe.
Vista do bairro carioca de Guadalupe.
Guadalupe.svg
Criado em 23 de julho de 1981
Área
 - Total 382,00 ha (em 2003)
População
 - Total 47 144 (em 2 010)[1]
 - IDH 0,810[2] (em 2000)
Domicílios 16 697 (em 2010)
Limites Ricardo de Albuquerque, Anchieta,
Pavuna, Costa Barros, Barros Filho,
Honório Gurgel, Marechal Hermes
e Deodoro[3]
Fonte: Não disponível

Guadalupe é um bairro de classe média da Zona Oeste da cidade brasileira do Rio de Janeiro.

Faz divisa com os bairros de Anchieta, Deodoro, Marechal Hermes, Acari, Barros Filho, Pavuna, entre outros. Localizado longe das praias da Zona Sul e da Zona Oeste, Guadalupe possui uma ótima localização, situado no corredor da Avenida Brasil, o bairro possui inúmeros corredores para várias Zonas do Rio de Janeiro, incluindo também vias expressas. É um lugar tranquilo de se morar, tendo como ponto negativo a falta de investimentos relacionados a indústria e ao comércio, embora o bairro já tenha tido um parque industrial bastante significativo, como por exemplo a Pimaco, a Brasvit e a Eternit. Hoje essas indústrias estão dando lugar a grandes empreendimentos comerciais, supermercados e shoppings.

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,810, o 80º melhor da cidade do Rio de Janeiro.[4]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O nome do bairro foi uma sugestão de Dona Darcy Vargas, esposa do presidente Getúlio Vargas, em homenagem à padroeira da América Latina, Nossa Senhora de Guadalupe, cuja Matriz, no Rio de Janeiro, localiza-se nesse bairro.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criado como um dos projetos da antiga Fundação da Casa Popular e inaugurado pelo presidente Getúlio Dornelles Vargas. Destaca-se, em Guadalupe, os Iglus de Guadalupe, um conjunto de casas em formato de semiesfera, que lembram iglus, edificado no final dos anos 1940 na Rua Calama.

Durante o governo Vargas, foi construído um conjunto de prédios junto à avenida Brasil, com o nome “Fundação da Casa Popular”. O Bloco 19 encontra-se entre uma das construções de maior comprimento em List of longest buildings in the world. As ruas têm origem no desmembramento, em glebas, da antiga fazenda Boa Esperança, situada na freguesia de Irajá, entre o rio Sapopemba, a Avenida Brasil e a faixa da Light.

O Bairro de Guadalupe foi um grande balão de ensaio, criado no período Vargas, no Estado Novo para programas de habitação popular. Até mesmo o nome do novo bairro foi uma sugestão da Sra. Vargas.

Vários modelos de conjuntos foram construídos, desde os mais convencionais, de casas ou pequenos prédios de no máximo 3 andares, passando por grandes complexos como este e até mesmo casas pouco convencionais como as “casas iglu” por seu formato redondo, construídas no lado oposto do conjunto Getúlio Vargas e hoje praticamente desaparecidas pela completa inadequação de iglus de concreto e o calor do subúrbio.

A experiência resultou nos anos 50 e 60 na construção de modelos definitivos de conjunto habitacionais, os quais alguns deram certo e outros se transformaram em verdadeiras favelas de concreto armado.

Educação[editar | editar código-fonte]

Guadalupe conta com várias escolas municipais, particulares e duas unidade do curso de línguas.

Universidade Cândido Mendes[editar | editar código-fonte]

A Universidade Cândido Mendes tem atividades de pesquisa e pós-graduação, mantendo centros e institutos de pesquisa, sete programas de mestrado e dois de doutorado, e dezenas de cursos de pós-graduação lato sensu. Publica seis revistas acadêmicas.

As atividades da Universidade Candido Mendes, apoiada em mais de um século, em que se firmou como referência nacional e internacional em Ciências Humanas e Sociais, reúnem mais de 20 mil estudantes e 1.000 professores e pesquisadores. [5]

Localizada no Guadalupe Shopping, na Estrada do Camboatá, 2.300. Em 1964, nasceu um importante morador Jorge L M Polastri, Hoje em dia o mesmo reside em Carmo, RJ. [6]

Universidade Castelo Branco[editar | editar código-fonte]

A Universidade Castelo Branco localiza-se no Shopping Jardim Guadalupe, na Av. Brasil 22.155. [7]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Guadalupe é cortado pela Avenida Brasil, que liga o Centro à Zona Oeste. Devido a isso, é servido de inúmeras linhas de ônibus que transitam diariamente de um extremo ao outro da cidade. Outras vias importantes que cruzam e dão acesso ao bairro são: Rua Marcos de Macedo, Estrada do Camboatá, Rua Francisco Portela e Rua Luís Coutinho Cavalcanti.

Serviços[editar | editar código-fonte]

Guadalupe conta com um farto comércio. Guadalupe possui Bancos, Lojas, Shoppings Centers, Cursos, Creche Municipal, Cinemas( Cinema Ponto Cine ) é pioneiro na região., Clubes, Academias, Fábricas, a Lona Cultural Terra, Restaurantes, Sorveteria, Supermercados, Drogarias, Clínicas, Laboratórios, etc.

A fábrica da Pimaco, fábrica da Perdigão, unidade do Atacadão Auto Serviço, Prezunic Center (que conta com Casa & Vídeo, Cacau Show,Casas Bahia,Mc Donald's, O Boticário, além, é claro, do supermercado Prezunic), unidade do laboratório de análises clínicas Labormed, Loja do Gordo (Tudo a partir de 1,99),Loja de material de construção Irmãos Vaz especializada na construção de lajes e artefatos de concreto, etc.

A KIBOM possuía um terreno no bairro, onde pretendia montar uma fábrica. Porém se desfez do terreno e do edifício na década de 70. Vendidos para o Manoel Crispum, que faliu em 2009. Hoje o prédio ainda existe mas os moradores já não são ex-funcionários da KIBOM.

Shoppings[editar | editar código-fonte]

Shopping Jardim Guadalupe

Inaugurado em 24 de novembro de 2011, o Shopping Jardim Guadalupe encontra-se no epicentro da Zona Norte, Baixada Fluminense e Zona Oeste do Rio de Janeiro. O empreendimento é considerado importante para catalisar uma revitalização da região. Localizado no número 22.155 da Avenida Brasil, é o único shopping center em um raio de 4,5 quilômetros.

Em seus 41,6 mil m² de ABL (Área Bruta Locável), o Jardim Guadalupe possui mais de 200 lojas satélites e 16 âncoras e megalojas, além do Pátio Guadalupe, área aberta com bares e restaurantes e entrada independente ao Shopping.

O empreendimento abriga grande infraestrutura de serviços, com universidade e academia e espaço para Centro Médico e Colégio em futuras expansões.São 1.600 vagas de estacionamento, games indoor e boliche. O cinema do shopping possui cinco salas, sendo três delas com projeção 3D. [8]

Guadalupe Shopping

O Guadalupe Shopping nasceu em 27 de novembro de 1999.

Nascido para ser um Centro Empresarial, foi aos poucos incorporando outros atrativos que mudaram o perfil dos seus visitantes: Praça de alimentação, Sala de Cinema (Ponto Cine), exposições, lançamentos, concursos, eventos, serviços médicos e odontológicos. [9]

Dados[editar | editar código-fonte]

Neste bairro localiza-se a sede da Subprefeitura da Zona Norte. Ela abrange a XV AR (Madureira), XXII AR (Anchieta), XXV AR (Pavuna) e a XXXI AR (Vigário Geral).

Guadalupe faz parte da XXII Região administrativa (Anchieta) da cidade do Rio de Janeiro.

Os bairros integrantes da região administrativa são: Anchieta, Guadalupe, Parque Anchieta e Ricardo de Albuquerque.

Faz limite com Ricardo de Albuquerque, Anchieta, Pavuna, Costa Barros, Barros Filho, Honório Gurgel, Marechal Hermes e Deodoro[10] .


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

http://www.rio.rj.gov.br/web/guest/exibeconteudo?article-id=2962218