Imbé de Minas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Imbé de Minas
Acima a esquerda, a E. E. Manoel Joaquim Teodoro[1] , no centro temos a Praça Sant'Anna, ao fundo o prédio da Prefeitura Municipal da cidade. À direita a Igreja Nossa Senhora das Graças, abaixo, fotos das ruas da cidade, Av. Juscelino Kubitschek, dentre outras e no final à esquerda a nova Igreja Sant'Anna em construção.

Acima a esquerda, a E. E. Manoel Joaquim Teodoro[1] , no centro temos a Praça Sant'Anna, ao fundo o prédio da Prefeitura Municipal da cidade. À direita a Igreja Nossa Senhora das Graças, abaixo, fotos das ruas da cidade, Av. Juscelino Kubitschek, dentre outras e no final à esquerda a nova Igreja Sant'Anna em construção.
Bandeira de Imbé de Minas
Brasão de Imbé de Minas
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 22 de outubro
Fundação 22 de outubro de 1995 (18 anos)
Gentílico imbeense
Prefeito(a) Enilson Peixoto do Carmo (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Imbé de Minas
Localização de Imbé de Minas em Minas Gerais
Imbé de Minas está localizado em: Brasil
Imbé de Minas
Localização de Imbé de Minas no Brasil
19° 35' 49" S 41° 58' 15" O19° 35' 49" S 41° 58' 15" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Vale do Rio Doce IBGE/2008 [2]
Microrregião Caratinga IBGE/2014 [2]
Municípios limítrofes São Sebastião do Anta, Inhapim, Ubaporanga, Piedade de Caratinga e Caratinga
Distância até a capital 313 km
Características geográficas
Área 199,521 km² [3]
População 6 782 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 33,99 hab./km²
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,673 médio PNUD/2000 [5]
PIB R$ 37 962,479 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 5 771,13 IBGE/2008[6]
Página oficial
Prefeitura Portal Imbé de Minas

Imbé de Minas é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado na microrregião de Caratinga e na mesorregião do Vale do Rio Doce[2] . Sua população estimada em 2008 era de 6.578 habitantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Imbé é o nome de uma planta conhecida como Cipó-Imbé, Guaimbé e Banana-Imbé.

História[editar | editar código-fonte]

A pequena Imbé de Minas foi desbrava da pela família de Manoel Joaquim Teodoro,[7] fundador de Santana de Imbé nome recebido na época. Ao chegarem na região encontraram mata fechada, fizeram cortes das arvores no local que hoje e o centro da cidade e construíram uma igreja, em homenagem a Senhora Santana, santa de devoção da família.Uma Igreja dedicada a santa foi construída em estilo missionário jesuíta. Manoel Joaquim Teodoro e sua família se apossaram de grande parte das terras da região, se tronando a família mais poderosa de Santana de Imbé, entre os anos de 1910 a 1930 do século XX.

A pequena Santana de Imbé ainda era quase inabitada, devido seu difícil acesso e a falta de infra-estrutura, situação que mudou após Manoel Joaquim Teodoro conhecer Joaquim Candido da Silva , eo convidar para ser seu funcionário . Joaquim Candido sairia então do estado do Rio De Janeiro para trabalhar em Santana de Imbé hoje a atual Imbé de minas . Homem de fibra, se tornou funcionário de grande prestigio de Manoel Joaquim Teodoro que o ofereceu em casamento a mão de uma de suas filhas a Joaquim Candido . Seu casamento durou pouco tempo, sua esposa faleceu durante um parto e Joaquim Candido se casa outra vez com sua cunhada Irma de sua primeira esposa.

Joaquim Cândido homem sábio para com os negócios cresceu tanto na política, como economicamente, ate se tornar um dos maiores coronéis da região. Trouxe para pequena Santana de Imbé grandes benefícios , como a construção de uma pequena usina hidrelétrica para produção de energia a ser utilizada pelo arraial durante a noite em sua iluminação e durante o dia em uma maquina de beneficiar café do qual a maior parte dos fazendeiros faziam uso ,o material utilizado na construção da usina era importado da Europa , seu poder era tão grande que mandou seus funcionários trazer do Rio de Janeiro as peças que pesavam toneladas , todas transportadas em carros de bois ate Santana de Imbé. Também mostrava ser um amante das artes ,pois construiu em Santana de Imbé teatro ,cinema e postos telefônicos em diversas regiões. Apaixonado pelo carnaval influenciou seus filhos a montarem uma banda para tocarem nos carnavais e festividades de Imbé, foi ele também que formou o primeiro time de futebol da região.

Imbé de Minas vista do alto.jpg

O pequeno arraial começava a crescer passou a ter tecnologias das grandes cidades superando ate mesmo regiões como Caratinga e Inhapim em alguns aspectos . Não muito diferente de outras regiões em fase de desenvolvimento da época, a maioria de suas casas era de pau-a-pique, com características bem rurais, no qual as famílias criavam seus animais soltos pelas ruas , que ainda não eram calçadas. Mas o desenvolvimento da região viria a ser dificultado com o assassinato de Joaquim Candido da silva, que se transformou em uma verdadeira chacina pois grupos da oposição vieram de diversas regiões para matar Joaquim e seu companheiros políticos e saquearam o comercio de Santana de Imbé e bens de fazendeiros como sacas de café e gado . O que causou uma queda gigantesca na economia Imbeence.

Símbolos municipais[editar | editar código-fonte]

Bandeira do município e o Brasão[8] foram criados pelo artista caratinguense Célio Hott e oficializado em 1997 pelo então prefeito.

A Padroeira de Imbé[editar | editar código-fonte]

Manoel Joaquim Teodoro, ao fundar o pequeno arraial de santana de Imbé, deu a esse lugar um forte e firme devoção popular que todo ano pode ser vivida e sentida no mês de julho, mês que a cidade se enche de alegria e jubilo para celebrar a festa de sua Padroeira a "Senhora Santana".

Deus encheu de dons a "Senhora Santana" pois ela juntamente com o seu esposo São Joaquim na história da Salvação colaboraram ao se tornarem os agentes para gerar a obra-prima da graça divina que foi Maria Santíssima. Sant'Ana recebe um culto especial entre os santos, pois colaborou com o plano de Deus ao educar sua Filha, na obra do Espírito Santo, para fazer frutificar os dons maravilhosos postos por Ele na alma da futura Mãe do Senhor. Foi no seu ventre que Deus predestinou Maria a tornar-se a Mãe do seu Filho, salvação dos pecadores. Ao louvar Sant'Ana nos o povo de Imbé de Minas coloca sob a sua proteção e se confiam a ela , como modelo para as suas vidas.

Santa Ana estepa.jpg

A Festa de Sant'Ana  tem um sentido muito especial para o município de Imbé, em particular para os mais devotos, pois é a padroeira, sendo comemorado durante toda semana que antecede  até  dia 26/07, com muita fé, festividades religiosas e programação social, recebendo pessoas de toda região e a oportunidade de reencontro dos filhos e familiares da terra que vivem fora e que vem renovar seus laços afetivos com a terra natal.  Sendo Padroeira da cidade, este louvor de Sant'Ana é mais do que a festa de uma paróquia, mas deve reunir todos os seus filhos em uma grande celebração de fé e gratidão por Ela, que intercede por nós perante Cristo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município faz parte da microrregião de Caratinga fazendo limite de divisa com São Sebastião do Anta, Inhapim, Ubaporanga, Piedade de Caratinga e Caratinga, esta localizado na mesorregião do Vale do Rio Doce.

A cidade tembém é cercada por uma vasta cordihera de montanhas,

Referências

  1. Guilherme Grosse (maio de 2014). Históra da Escola Portal Imbé de Minas. Página visitada em 17 de maio de 2014.
  2. a b c Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2014 Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 01 de julho de 2014.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. Jose Guilherme Grosse Gervasio (15 de junho de 2012). História da cidade de Imbé de Minas. Portal Imbé de Minas..
  8. Célio Hott (Ano de 1997). Símbolos Municipais. Portal Imbé de Minas..
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.