Imperador Kammu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imperador Kammu
Imperador Kammu
Imperador de Flag of Japan.svg Japão
Período de governo 781 até 806
Antecessor(a) Imperador Konin
Sucessor(a) Imperador Heizei
Vida
Nascimento 735
Morte 5 de fevereiro de 806 (71 anos)
linkWP:PPO#Japão

Imperador Kammu (钦明天皇, Kammu-tennō?, 735—806)[1] foi o 50º Imperador do Japão, na lista tradicional de sucessão [2] .

Vida[editar | editar código-fonte]

Reinou de 781 a 806.

Antes da sua ascensão ao trono, seu nome era Yamabe. Ele era o filho mais velho do príncipe Shirakabe (mais tarde conhecido como Imperador Konin ), e nasceu antes da ascensão de Shirakabe ao trono. De acordo com o Nihon Shoki ( 続日本纪? ) , a mãe de Yamabe, Yamato no Niigasa (mais tarde chamada Takano no Niigasa), era descendente de 10ª geração de Muryeong de Baekje [3] .

Depois que seu pai tornou-se imperador, seu meio-irmão, o Príncipe Osabe foi nomeado príncipe herdeiro. A mãe de Osabe era a Princesa Inoe, filha do Imperador Shōmu ; mas em vez de Osabe, foi Kanmu que mais tarde foi nomeado para suceder seu pai. Em 775, a irmã de Osabe (e meia-irmã de Kanmu) a Princesa Sakahito tornou-se a esposa de Kanmu. Mais tarde, quando Kanmu ascendeu ao trono em 781, nomeou o seu irmão mais novo, o Príncipe Sawara , cuja mãe era Takano no Niigasa, como príncipe herdeiro. Hikami no Kawatsugu, um filho do Imperador Temmu e neto do príncipe Shioyaki, tentou levar a cabo um golpe de Estado em 782, mas falhou e Kawatsugu foi enviado para o exílio [4] . Em 785 Sawara também foi expulso e morreu no exílio [5] .

783 O udaijin Fujiwara no Tamaro morreu aos 62 anos de idade

783 Fujiwara no Korekimi ( Neto de Fujiwara no Muchimaro)se tornou o novo udaijin , substituindo o falecido Fujiwara no Tamaro [6] .

Em 784 a capital do Japão foi transferida de Nara ( Heijō-kyō ) para Nagaoka-kyō [6] .

793 Sob a liderança de Dengyo, começou a construção do Templo Enryaku [6] .

794 A capital foi transferida novamente, desta vez para Heian-kyō (atual Quioto) , o palácio foi nomeado Heian no Miya ( 平安宫, "Palácio da Paz") .

17 de novembro de 794 O imperador viajou de Nara para a nova capital de Heian-kyō . Isto marcou o início da era Heian .

O Imperador Kammu é tradicionalmente venerado em um memorial no santuário xintoísta em Quioto. A Agência da Casa Imperial designa este local como Mausoléu de Kammu. E é oficialmente chamado de Kashiwabara no misasagi [1] . O Clã Taira descende do Imperador Kammu [6] .

Daijō-kan[editar | editar código-fonte]




Precedido por
Konin
Japanese Imperial Seal.svg -- 50º Imperador do Japão
781 - 806
Sucedido por
Heizei





Referências

  1. a b Agência da Casa Imperial: Kammu-tennō (50) (em japonês)
  2. Isaac Titsingh, "Kammu" em Annales des empereurs du japon, (em francês) Paris: Royal Asiatic Society, Oriental Translation Fund of Great Britain and Ireland p. 86 OCLC 5850691.
  3. Jonathan Watts, The emperor's new roots (em inglês) in The Guardian, London, Friday 28 December 2001
  4. Herman Ooms, "Imperial Politics and Symbolics in Ancient Japan: The Tenmu Dynasty, 650-800" (em inglês) University of Hawaii Press, 2009 pp. 217-218 ISBN9780824832353
  5. Herman Ooms, "Imperial Politics and Symbolics in Ancient Japan: The Tenmu Dynasty, 650-800" (em inglês) University of Hawaii Press, 2009 p. 215 ISBN9780824832353
  6. a b c d e f g h i j k l m Jien The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō, an Interpretative History of Japan Written in 1219 University of California Press, 1979 pp. 277-278 ISBN 9780520034600


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.