Jacobo Arbenz Guzmán

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mural na Cidade da Guatemala com a efígie de Jacobo Arbenz.

Jacobo Arbenz Guzmán (Quetzaltenango, Guatemala, 14 de setembro, 1913México, 27 de janeiro, 1971) foi um político, militar e presidente da Guatemala de 1951 à 1954.

Tentou realizar uma reforma agrária, entrando em choque com o monopólio das emprestas estadunidenses das terras da Guatemala, sobretudo a United Fruit Company. Em resposta seu governo foi alvo de golpe de estado organizado pela CIA que instalou uma ditadura militar no país. Este foi o primeiro golpe de estado promovido pela CIA na América latina, durante a Guerra Fria. [1] [2]

Referências

  1. (em português) Espaço acadêmico - A CIA e a técnica do golpe de Estado. Artigo de Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira. Site acessado em 3 de Dezembro de 2010.
  2. (em português) PUCSP - O primeiro grande êxito da C.I.A. na América Latina. Acessado em 3 de Dezembro de 2010.
Precedido por
Juan José Arévalo Bermejo
Jacobo Árbenz Guzmán
1951 - 1954
Sucedido por
Carlos Enrique Díaz de León
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.