Jean-Pierre Jeunet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jean-Pierre Jeunet (Roanne, 3 de setembro de 1953) é um cineasta francês.

Seus filmes misturam o fantástico à realidade em diversas proporções, seja na criação de universos fantásticos, seja dando relevância ao acaso no cotidiano (Le fabuleux destin d'Amélie Poulain). Além disso, sua obra traz sempre um pouco de humor infantil, mesmo nos filmes que tratam de horror (Alien, la réssurrection).

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Argumento Original, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001).
  • Recebeu uma nomeação ao BAFTA de Melhor Realizador, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001).
  • Recebeu três nomeações ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, por Delicatessen (1991), "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001) e "Un long dimanche de fiançailles" (2004).
  • Ganhou o BAFTA de Melhor Argumento Original, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001).
  • Recebeu duas nomeações ao César de melhor filme, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001) e "Un long dimanche de fiançailles " (2004). Venceu por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain".
  • Recebeu duas nomeações ao César de Melhor Realizador, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001) e "Un long dimanche de fiançailles " (2004). Venceu por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain".
  • Recebeu três nomeações ao César de Melhor Argumento, por "Delicatessen" (1991), "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001) e "Un long dimanche de fiançailles " (2004). Venceu por "Delicatessen".
  • Ganhou o César de Melhor Filme de Estreia, por "Delicatessen" (1991).
  • Ganhou dois Césares de Melhor Curta-Metragem, por "Le Manége" (1980) e "Foutaises" (1989).
  • Recebeu duas nomeações aos Prémios do Cinema Europeu de Melhor Realizador, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001) e "Un long dimanche de fiançailles" (2004). Venceu por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain".
  • Recebeu duas nomeações ao Independent Spirit Awards de Melhor Filme Estrangeiro, por "La Cité des enfants perdus" (1995) e "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001). Venceu por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain".
  • Ganhou o Prémio do Cinema Europeu de melhor realizador - Voto Popular, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001).
  • Ganhou o Goya de Melhor Filme Europeu, por "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" (2001).


Ícone de esboço Este artigo sobre cineastas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.