Joaquín Almunia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joaquín Almunia Amann
Joaquín Almunia Amann
Vice-Presidente e Comissário Europeu para a Concorrência
Mandato 10 de fevereiro de 2010
- Atualiadade
Antecessor(a) Neelie Kroes
Comissário Europeu dos Assuntos Económicos e Monetários
Mandato 24 de abril de 2004
até 10 de fevereiro de 2010
Antecessor(a) Pedro Solbes
Sucessor(a) Olli Rehn
Secretário Geral do PSOE
Mandato 21 de junho de 1997
até 12 de março de 2000
Antecessor(a) Felipe González
Sucessor(a) José Luis Rodríguez Zapatero
Ministro das Administrações Públicas da  Espanha
Mandato 26 de julho de 1986
até 13 de março de 1991
Antecessor(a) Félix Pons
Sucessor(a) Juan Manuel Eguiagaray Ucelay
Ministro do Trabalho e dos Assuntos Sociais da  Espanha
Mandato 24 de abril de 1982
até 26 de julho de 1986
Antecessor(a) Jesús Sancho Rof
Sucessor(a) Manuel Chaves González
Deputado por Madrid
Mandato 1 de março de 1979
até 26 de abril de 2004
Vida
Nascimento 17 de Junho de 1948 (65 anos)
Bilbao
 Espanha
Dados pessoais
Partido Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE)
Profissão Economista

Joaquín Almunia Amann (Bilbao, 17 de junho de 1948) é um político espanhol, foi comissário de Assuntos Econômicos e Monetários da União Européia de 26 de abril de 2004 até 10 de fevereiro de 2010, quando o Presidente da Comissão Européia, o português Durão Barroso, lhe confiou o cargo de Vice-Presidente e Comissário Europeu para a Concorrência. É também um membro destacado do PSOE. Joaquín Almuinia é casado e tem dois filhos.

Inicio[editar | editar código-fonte]

Almunia nasceu em Bilbao. Estudo direito e ciências econômicas na Universidade Comercial de Deusto. Completou sua pós-graduação na Escola Prática de Estudos Superiores em Paris e o programa de “Gerente Sênior no Governo” na Escola de Governo Kennedy na Universidade de Harvard. Foi professor associado de direito do trabalho e de previdência social na Universidade de Alcalá de Henares. Entre 1972 e 1975, foi economista no Escritório das Câmaras de Comércio Espanholas em Bruxelas.[1]

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Almunia foi o responsável pela economia do sindicato socialista UGT entre 1976 e 1979. Almunia foi de 1979 até 2004, deputado socialista pelo distrito eleitoral de Madrid. Durante os governos de Felipe González foi ministro duas vezes: de 1982 a 1986 do Trabalho e Previdência Social; e de 1986 a 1991 de Administrações Públicas.[2]

Almunia foi o responsável pelo relatório “Igualdade e Redistribuição de Renda” da fundação Argentária de 1991 a 1994.

Foi também porta-voz parlamentar de seu partido entre 1994 e 1997. Em 1997, após o anuncio de Felipe González no XXXIV Congresso do partido de que não iria se candidatar a reeleição, Almunia foi eleito seu sucessor como Secretário-Geral. No entanto, nas eleições primárias realizadas em 24 de abril de 1998, foi derrotado com grande surpresa, Josep Borrell, ex-ministro das Obras Públicas, foi eleito com 55% dos votos, mas acabou renunciando em favor de Almunia, devido à falta de apoio de gestão e a sua suposta responsabilidade em um escândalo de fraude fiscal de Ernesto Aguiar e José María Huguet, dois antigos colaboradores de quando ele foi secretário da Fazenda.

Em 2000, foi candidato a presidencia nas eleições gerais, obtendo 7.918.752 votos (34,1%), na qual seu partido elegeu 125 deputados.

Renunciou ao cargo de Secretário-Geral do partido devido à maioria absoluta conseguida pelo Partido Popular, deixando o PSOE nas mãos de uma administração liderada por Manuel Chaves, que se chamou comitê Político, o comitê organizou o XXXV Congresso, no qual José Luis Rodríguez Zapatero foi eleito Secretário-Geral. Permaneceu como deputado por Madrid, cargo que repetiu depois de ser o número três da lista do PSOE de Madrid nas eleições gerais de 2004. No entanto, renúncia ao seu mandato para substituir Pedro Solbes como o comissário espanhol, em Bruxelas. Foi diretor do Laboratório da Fundação Alternativas, mas foi substituído por Juan Manuel Eguiagaray.

Referências

  1. biography of Joaquín Almunia (em inglês). Página visitada em 21 de abril de 2011.
  2. Profile of Joaquín Almunia (em inglês). Página visitada em 21 de abril de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jesús Sancho Rof
Ministro do Trabalho e dos Assuntos Sociais
1982 - 1986
Sucedido por
Manuel Chaves González
Precedido por
Félix Pons
Ministro das Administrações Públicas
1986 - 1991
Sucedido por
Juan Manuel Eguiagaray Ucelay
Precedido por
Carlos Solchaga
Porta Voz do PSOE no congresso espanhol
1994 - 1997
Sucedido por
Juan Manuel Eguiagaray Ucelay
Precedido por
Felipe González
Secretário Geral do PSOE
1997 - 2000
Sucedido por
José Luis Rodríguez Zapatero
Precedido por
Felipe González
Lider da Oposição Espanhola
1997 - 2000
Sucedido por
José Luis Rodríguez Zapatero
Precedido por
Pedro Solbes
Comissário Europeu dos Assuntos Económicos e Monetários
2004 - 2010
Sucedido por
Olli Rehn
Precedido por
Neelie Kroes
Vice-Presidente e Comissário Europeu para a Concorrência
2010 - Atualiadade
Sucedido por
-