Günther Oettinger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Günther Oettinger em 2007

Günther Hermann Oettinger (* 15 de Outubro de 1953, Estugarda) é um político alemão, filiado à União Democrata-Cristã (CDU). De 2005 a 2010 Ministro-Presidente do Baden-Württemberg. Desde 2010 comissário da energia da Europa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Depois de seu vestibular em Korntal, Oettinger estudou direito e economia política em Tubinga. Em seguida trabalhou no gabinete dum consultor fiscal e em 1984 começou a carreira de advogado.

Em 1994 casou-se com Inken Stange, com a qual tem um filho. No fim de 2007 o casal separou-se.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Oettinger começou a carreira política em 1977, quando fundou uma federação local dos jovens democratas-cristãos (Junge Union) em Ditzingen. Na sua juventude política aderiu ao chamado Pacto Andino (alemão Andenpankt), uma associação que formou-se entre membros da Junge Union em ocasião duma viagem na América do Sul. Trata-se duma associação muito influente e sucedida, cujos membros hão chegado aos maiores cargos políticos: Roland Koch, Christian Wulff, Peter Müller são os atuais Ministros-Presidentes respectivamente de Hessen, Baixa-Saxônia e Sarre, enquanto que Franz Josef Jung é o atual ministro da defesa alemão.

Desde 1984 é membro do parlamento de Baden-Württemberg, sendo o presidente da fração da CDU entre 1991 e 2005.

Em 21 de Abril de 2005 foi eleito Ministro-Presidente com os votos e CDU e FDP (Partido Democrata Livre), sucedendo a Erwin Teufel.

Nas eleições de 26 de Março de 2006 falhou em conseguir a maioria absoluta por um escano, continuando a coligação com os democratas livres.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Günther Oettinger
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.