Jorge Reinel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rosa-dos-ventos de Jorge Reinel.


Jorge Reinel (século XVI) foi um cartógrafo português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Pedro Reinel, participou nos preparativos para a viagem de Fernão de Magalhães, encontrando-se por esta razão em Sevilha no ano de 1519.

Foi a esta cidade que o pai o foi buscar, sendo no entanto necessário para a vinda de Jorge que o pai acabasse um planisfério e um globo que o filho se tinha comprometido a fazer. A localização das ilhas Molucas nestes instrumentos de orientação foi a razão da disputa das ditas ilhas entre Portugal e Espanha, dando base à pretensão em que as Molucas estariam localizadas na região conferida a Espanha pelo Tratado de Tordesilhas.

Em Portugal serviu D. João III de Portugal como mestre de cartas e agulhas de marear (bússolas), tendo-lhe sido outorgada uma pensão anual de 10 mil reais a partir de 1528.

Obras[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.