Joseph Nye

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joseph Nye
Teoria das relações internacionais
Nome completo Joseph Samuel Nye Jr.
Escola/Tradição: Neoliberalismo nas relações internacionais
Data de nascimento: 19 de janeiro de 1937
Local: South Orange, Nova Jersey
Principais interesses: Segurança internacional,
Interdependência,
Globalização
Influenciado por: Stanley Hoffmann

Joseph Samuel Nye Jr. (South Orange, Nova Jersey, 19 de janeiro de 1937) é um cientista político norte-americano, o co-fundador junto com Robert Keohane da teoria da interdependência e da interdependência complexa nas relações internacionais e da teoria do neoliberalismo, desenvolvido em 1977 no seu livro Power and Interdependence. Juntamente com Keohane, ele desenvolveu os conceitos de assimitria e interdependência complexa. Também exploraram as relações transnacionais e da política mundial, em um volume editado em 1970. Mais recentemente foi o pioneiro na teoria do soft power. Sua noção de "smart power" tornou-se popular com o uso desta frase por membros da administração Clinton, e mais recentemente na administração Obama.[1] Nye é atualmente professor da Universidade de Serviços Distintos na Universidade de Harvard, e anteriormente serviu como reitor da mesma universidade. Ele também atua como membro da Coalizão de Orientadores para o Projeto de Segurança Nacional.

Em 2011, ele foi nomeado pela Foreign Policy um dos principais pensadores globais com a sua "melhor ideia": Um preço para o carbono. E a sua "pior": Ceticismo climático.[2]

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Nye se formou na Universidade de Princeton, depois de estudar filosofia, política e economia em Exeter College na Universidade de Oxford, obeteve seu Ph.D. em ciência política pela Universidade de Harvard.

Em 2005, Nye foi votado um dos dez estudiosos mais influentes de relações internacionais dos Estados Unidos.[3]

Nye tem publicado várias obras nos últimos anos, sendo as mais recentes The Future of Power (2011, ISBN 978-1586488918), Understanding International Conflicts, 7th ed (2009), The Powers to Lead (2008), The Power Game: A Washington Novel (2004), Soft Power: The Means to Success in World Politics (2004), e The Paradox of American Power (2002). Nye cunhou o termo soft power no final dos anos 1980 e o seu primeiro registro utilizado foi em um artigo que ele escreveu na Foreign Policy no início de 1990.

Referências

  1. Joseph Nye: Smart Power. www.huffingtonpost.com. Página visitada em 29 de abril de 2012.
  2. The FP Top 100 Global Thinkers. www.foreignpolicy.com. Página visitada em 29 de abril de 2012.
  3. College of William and Mary, Williamsburg VA. mjtier.people.wm.edu. Página visitada em 29 de abril de 2012.