Josip Šimunić

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Josip Šimunić
Josip Šimunić
Informações pessoais
Nome completo Josip Šimunić
Data de nasc. 18 de fevereiro de 1978 (36 anos)
Local de nasc. Canberra,  Austrália
Altura 1,95 m
Esquerda
Informações profissionais
Clube atual Croácia Dínamo Zagreb
Número 4
Posição Zagueiro
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1995–1997
1997–2000
2000–2009
2009–2011
2011–
Austrália Melbourne Knights
Alemanha Hamburger SV
Alemanha Hertha Berlin
Alemanha Hoffenheim
Croácia Dínamo Zagreb
0030 0000(3)
0008 0000(0)
0222 0000(3)
0041 0000(1)
0062 0000(3)
Seleção nacional3
2001– Bandeira da Croácia Croácia 0105 0000(3)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 17 de dezembro de 2013.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 17 de dezembro de 2013.

Josip "Joe" Šimunić (Canberra, 18 de fevereiro de 1978) é um futebolista australiano de origens croatas [1] e que atualmente defende o Dínamo Zagreb.

Šimunić pertence à colônia croata da Austrália, comunidade bastante presente na Seleção Australiana de Futebol. Treinado pelo mesmo instituto esportivo que revelou o nadador Ian Thorpe, ele preferiu defender a Croácia, assim como Anthony Šerić e Joey Didulica. A perda desses atletas teve polêmica e fez com que o instituto estipulasse para novas revelações australianas de origem croata cláusulas em que estas passariam a se comprometer em devolver a bolsa de estudos paga por ele.[1] Atuando da posição de zagueiro, Šimunić jogou pelo Melbourne Knights, Hamburgo, Hertha Berlin, Hoffenheim e Dínamo Zagreb.

Pela Seleção Croata, a defendeu na Copa do Mundo de 2002 e 2006, e na Eurocopa de 2004, 2008 e 2012. Na Copa de 2006, enfrentou o país natal, jogo bastante aguardado pela colônia croata na Austrália. Šimunić assegurava não estar arrependido da troca que escolheu fazer e afirmava estar ansioso pelo encontro.[1] Os australianos, em partida descrita como batalha campal que teve Šimunić expulso, se classificaram com um empate em 2-2 que eliminou os croatas.[2] A própria expulsão dele foi controversa, pois veio após ele receber três cartões amarelos do árbitro britânico Graham Poll em vez de dois. Para manter a própria dignidade perante o erro, Poll anunciou sua aposentadoria de jogos internacionais.[3] O árbitro afirmou que se confundiu por conta do inglês australiano de Šimunić.[4]

Após a partida entre Croácia e Islândia em 19 de novembro de 2013, nas comemorações pela classificação de sua seleção para a Copa do Mundo de 2014, Šimunić voltou a casar polêmica: utilizou uma saudação do movimento nazifascista Ustaše utilizado durante a Segunda Guerra Mundial. O Comitê Disciplinar da FIFA o suspendeu por dez jogos oficiais a contar da Copa do Mundo de 2014, excluindo sua participação na competição.[5]

Referências

  1. a b c MARANHÃO, Rafael (março de 2006). Croatas & companhia. Placar n. 1292. Editora Abril, pp. 38-39
  2. Tabelão da Copa (julho de 2006). Placar n. 1296. Editora Abril, pp. 81-91
  3. 10 Patacoadas da Copa (julho de 2006). Copa'06 n. 6. Pool Editora, p. 8
  4. Croatian player sanctioned for discriminatory behaviour (em inglês) The Sydney Morning Herald (23 de novembro de 2013).
  5. Josip Simunic 'thanking fans' with pro-Nazi chant (em inglês) FIFA (26 de dezembro de 2013).