Juruaia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Juruaia
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 27 de dezembro de 1948
Gentílico juruaiense
Prefeito(a) Alvaro Mariano junior (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Juruaia
Localização de Juruaia em Minas Gerais
Juruaia está localizado em: Brasil
Juruaia
Localização de Juruaia no Brasil
21° 15' 10" S 46° 34' 37" O21° 15' 10" S 46° 34' 37" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião São Sebastião do Paraíso IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Nova Resende (N), Monte Belo (L), Muzambinho (S e SE), Guaxupé (O) e São Pedro da União (NO)
Distância até a capital 450 km
Características geográficas
Área 219,512 km² [2]
População 9 238 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 42,08 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,755 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 95 083,672 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 060,10 IBGE/2008[5]
Página oficial

Juruaia é um município do estado de Minas Gerais, no Brasil.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O nome "Juruaia" é de origem tupi-guarani, havendo duas hipóteses de interpretação para seu significado:

  • "barra mansa" [6] ;
  • "boca com dentes", através da junção de iurú (boca)[7] e ãîa (dente)[8] .

História[editar | editar código-fonte]

Até a chegada dos colonizadores portugueses ao Brasil, no século XVI, a atual região do sul de Minas Gerais era habitada pelos índios puris[9] . A formação da atual localidade começou a acontecer no final do século XIX, a partir da ocupação iniciada pelo fazendeiro Francisco Antonio Melo. Antes de se tornar um município, em 27 de dezembro de 1948, foi um distrito chamado "São Sebastião da Barra Mansa" e pertencente a Muzambinho.

Juruaia, hoje, é um dos maiores polos produtores de lingerie do país, responsável por cerca de 15 por cento da produção nacional.[10]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se no sul do estado de Minas Gerais. Sua temperatura média é de 20 graus centígrados. Sua população estimada em 1 de julho de 2013 era de 9887 habitantes.[11]

A cidade tem dois feriados municipais, sendo um o dia 20 de janeiro (religioso) e outro o 27 de dezembro (aniversário da cidade).

Religião[editar | editar código-fonte]

Etnia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. Biblioteca do IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Visitado em 25 de janeiro de 2010.
  7. Jeripoca. Disponível em http://www.dicionarioinformal.com.br/significado/jeripoca/1870/. Acesso em 11 de setembro de 2012.
  8. Vocabulário tupi-português das lições. Disponível em http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm. Acesso em 11 de setembro de 2012.
  9. Puris- primeiros habitantes de Bananal. Disponível em http://bananal.net.br/bananal/historia/85-puris-primeiros-habitantes-de-bananal. Acesso em 11 de setembro de 2012.
  10. Cid, Thiago (26 e 27 de novembro de 2009). A cidade que enriqueceu com calcinhas Revista Época Editora Globo. Visitado em 5 de dezembro de 2009.
  11. Resolução n. 10 Diário Oficial da União p. 74. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (28 de agosto de 2013). Visitado em 6 de setembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.