Kingman (Arizona)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kingman
Localidade dos Estados Unidos Estados Unidos
Kingman courthouse.jpg
Palácio da Justiça do condado de Mohave.
Lema(s): The Heart of Historic Route 66
Kingman está localizado em: Arizona
Kingman
Localização de Kingman no Arizona
Kingman está localizado em: Estados Unidos
Kingman
Localização de Kingman nos Estados Unidos
Dados gerais
Incorporado em 1952 (62 anos)[1]
Prefeito Janet Watson[1]
Localização
35° 12' 30" N 114° 1' 33" O
Condado Mohave
Estado  Arizona
Tipo de localidade Cidade
Fuso horário -7 (não há horário de verão)
Características geográficas
Área 90,18 km²
- terra 90,18 km²
- água 0,00 km²
População (2010[2] ) 28 068 hab. (311,23 hab/km²)
Altitude 1 016 m
Códigos
Código postal 86401, 86402, 86409
código FIPS 04-37620
Sítio web http://www.cityofkingman.gov
Mohave County Incorporated and Unincorporated areas Kingman highlighted.svg
Localização de Kingman no condado de Mohave.

Portal Portal Estados Unidos

Kingman é uma cidade localizada no estado americano do Arizona, no condado de Mohave, do qual é sede. Foi incorporada em 1952[1] .

História[editar | editar código-fonte]

Kingman foi o campo de extermínio dos grandes bombardeiros da Segunda Guerra. Na pequena cidade de Kingman, no deserto de Mojave, Arizona, há um aeroporto que foi palco do fim de grande parte dos bombardeiros que massacraram os países do Eixo na Segunda Guerra Mundial. Tão logo a Segunda Guerra terminou na Europa, em 8 de maio de 1945, milhares de aeronaves militares retornaram aos Estados Unidos. A essas se somaram outras milhares vindas do Teatro de Operações do Pacífico, depois da vitória sobre o Japão.

A Reconstrution Finance Corporation, uma agência estatal americana, criou cinco grandes campos para estocar, vender ou sucatear aeronaves militares excedentes da Força Aérea do Exército Americano: Walnut Ridge, no Arkansas, Albuquerque, no Novo México, Altus, em Oklahoma, Ontario, na Califórnia, e Kingman, no Arizona. Um sexto campo, em Clinton, Oklahoma, armazenava aeronaves da Marinha e do Corpo de Fuzileiros Navais.

Kingman tinha sido criado originalmente como campo de treinamento de tiro durante a guerra, mas tal atividade foi suprimida com o fim das hostilidades, no final de 1945, e tornou-se o maior depósito de aeronaves excedentes de guerra nessa época

Muitas aeronaves saíram diretamente da linha de produção para o deserto, e nunca chegaram a ser utilizadas pelas forças armadas. Em novembro de 1945, o número de aeronaves militares americanas consideradas excedentes ("sobras de guerra") chegava ao total de 117.210 aviões.

Entre 1945 e 1946, um número entre 10 e 11 mil aviões, aproximadamente, voaram para Kingman, para venda. Entre esses aviões, estavam 100 dos 118 bombardeiros pesados Consolidated B-32 Dominator fabricados, a maioria vinda diretamente da linha de produção. Os preços pedidos para essas aeronaves eram, em média, US$ 450,00 para um BT-13, US$ 1.250,00 para um P-38 Lightning, US$ 1.500,00 para um T-6, US$ 3.500,0o para um P-51 Mustang e US$ 13.750,00 para um B-17 ou B-24. Infelizmente, as aeronaves armazenadas em Kingman tinham pouca utilidade para uso civil. Os aviões de treinamento, como os BT-13 e os T-6, e os caças P-51 foram vendidos para instrução civil, exibições de acrobacia ou corridas aéreas, mas os grandes bombardeiros permaneceram sem compradores, a exceção de alguns, aproveitados como "bombeiros aéreos" para apagar incêndios florestais no Oeste americano.

Finalmente, em 1947, considerando o custo de manutenção de uma frota tão grande de aeronaves paradas, o Governo Americano resolveu vender todas os aviões remanescentes em Kingman, um total de 5.437 aeronaves para um negociante de sucata de Jefferson City, Missouri, Martin Vunderlich, por US$ 2.780.000,00. Eram 2.567 B-24 Liberator, 1.832 B-17 Flying Fortress, 678 P-38 Lightning, 37 B-29 Superfortress, e dezenas de A-26 Invader, P-47 Thunderbolt, B-32 Dominator e outros tipos. Circularam rumorem em Kingman que Vunderlich teria recuperado seu investimento somente com a venda dos milhares de galões de combustível drenados dos tanques das aeronaves estocadas. Somente os motores com menos de 200 horas de operação foram removidos e vendidos no mercado de reposição, e todas as aeronaves foram totalmente desmanchadas e transformadas em sucata no próprio local. Em pouco tempo, o aeroporto de Kingman estava totalmente deserto, sem vestígios da enorme frota. Nada restou dos B-32 Dominator, do qual nenhum exemplar inteiro foi preservado.

Em 1949, o aeroporto de Kingman foi entregue para uso civil, operando principalmente aviação geral e apenas uma linha aérea regular. Como que relembrando seu passado, ainda serve de palco para o armazenamento e desmonte de algumas aeronaves comerciais retiradas de serviço. Um museu histórico preserva artefatos e fotos da época do extermínio dos aviões da Segunda Guerra.

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o United States Census Bureau, a cidade tem uma área de 90,2 km², onde todos os 90,2 km² estão cobertos por terra[2] .

Localidades na vizinhança[editar | editar código-fonte]

O diagrama seguinte representa as localidades num raio de 56 km ao redor de Kingman.

Localidades na vizinhança
KingmanKingman
Localidade com 33769 habitantes (2000). Bullhead City (52 km)
Localidade com 1867 habitantes (2000). Dolan Springs (50 km)
Localidade com 4515 habitantes (2000). Golden Valley (17 km)
Localidade com 205 habitantes (2000). Mesquite Creek (56 km)
Localidade com 14810 habitantes (2000). New Kingman-Butler (5 km)
Localidade com 7076 habitantes (2000). Laughlin (54 km)


Demografia[editar | editar código-fonte]

Crescimento populacional
Censo Pop.
1950 3 342
1960 4 525 35,4%
1970 7 312 61,6%
1980 9 257 26,6%
1990 12 722 37,4%
2000 20 069 57,8%
2010 28 068 39,9%
Fonte: US Census[2] [3]

Segundo o censo nacional de 2010[2] , a sua população é de 28 068 habitantes e sua densidade populacional é de 311,2 hab/km². Possui 12 724 residências, que resulta em uma densidade de 141,1 residências/km².

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Kingman (Arizona)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kingman (Arizona)
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia dos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.