Línguas uralo-altaicas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As línguas uralo-altaicas são um grupo hipotético de idiomas que seria composto pela união das línguas urálicas com as línguas altaicas. Não há provas conclusivas de que esses dois grupos sejam aparentados, mas ambos possuem características comuns na maioria dos idiomas como a morfologia aglutinante, harmonia vocálica e ausência de gênero.

Os linguistas turcos preferem usar o termo línguas turânicas para se referirem às línguas uralo-altaicas como um todo, e consideram que todas elas têm uma única origem comum; e os linguistas europeus costumam usar os termos "fino-úgrico" e "ugro-fínico" como sinônimo de línguas Urálicas.[carece de fontes?]

Línguas Urálicas[editar | editar código-fonte]

As línguas urálicas constituem uma família de línguas com aproximadamente 30 diferentes idiomas falados por cerca de 20 milhões de pessoas. Compreendem três grupos principais: o ramo das línguas úgricas, o ramo das línguas fino-permianas e o grupo dos idiomas samoiedos. As três línguas com maior número de falantes do grupo são: estoniano, finlandês e húngaro, contando ainda com o lapão e o samoiedo. Uma relação com as línguas Yukaghir também é proposta.

  • As línguas fino-permianas são: o Komi, o Komi-Permyak, o Udmurte, o Mari, o Erzya, o Moksha, o Merya, o Muromiano, o Meshcheriano, o Sami Meridional, o Ume Sami, o Lule Sami, o Pite Sami, o Sami Setentrional, o Kainuu Sami, o Kemi Sami, o Akkala Sami, o Inari Sami, o Kildin Sami, o Skolt Sami, o Ter Sami, o Estoniano, o Finlandês (inclusive o Meänkieli ou Finlandês Tornedaliano, o Finlandês Kven, e o Finlandês Íngrio), o Íngrio (Izhoriano), o Carélio, o Lude, o Carélio Olonets, o Livônio, o Vepso, o Võro, e o Vótico.
  • As línguas samoiedas são subdivididas em samoiedas setentrionais e samoiedas meridionais.
  1. As samoiedas setentrionais são o Enets, o Nenets (ou Yurak), o Nganasan ou Tavgy/Tawgy, e o Yurats;
  2. e as samoiedas meridionais são o Kamassiano ou Kamas, o Mator e o Selkup.
  • Línguas Yukaghir: As duas línguas Yukaghir, com as quais também é proposta uma relação com as línguas uralianas, são a Yukaghir Setentrional e a Yukaghir Meridional.

Línguas Altaicas[editar | editar código-fonte]

A família das línguas altaicas é uma família linguística ainda mal atestada, incluindo 60 idiomas e falada por cerca de 250 milhões de habitantes, concentrados na Ásia Central. Incluem as línguas Túrquicas, Mongólicas e Tungúsicas.

Alguns têm proposto que o Coreano e as línguas Nipônicas deveriam ser, originalmente, línguas Altaicas, mas que divergiram bastante do restante do grupo. Esta hipótese é ainda mais controversa que aquela que limita o grupo altaico a, apenas, as línguas túrquicas, mongólicas e tungúsicas.

  • As línguas Túrquicas incluem o chuvash, o cazar, o húnico, o bolgar ou proto-búlgaro, o turco, o azeri, o turcomeno, o turco otomano, o paleo-túrquico, o afshar o tártaro criméio, o urum, o qashqai, o khorasani, o salar, o gaugauz, o khalaj ou kalash, o petchenego, o kipchak, o tártaro, o basquir, o baraba, o urum, o karachay-balkar, o kumyk, o karaim, o krymchak, o cumano, o chagatay ou djaghatai, o cazaque, o karakalpak, o nogay, o usbeque, o uigur ou ogur, o lop, o quirguiz, o altai, o yakut ou iacuto, o tuvan, o khakas, o shor, o fuyü gïrgïs, o chulym, o tofa, o dólgan, o yugur ocidental e o altai setentrional.
  • As línguas Mongólicas incluem o mongol khalkha ou halh, o oirat ou kalmyk, o darhat, o buryat, o mongol khamnigan, o dagur, o daur, o monguor, o kangjia, o bonan, o dongxiang, o yugur oriental ou shira yugur e o moghol
  • As línguas Tungúsicas incluem o evenki, o even ou lamut, o oroqen, o negidal, o sólon, o manegir, o nanai, o akani, o birar, o kile, o samagir, o orok, o ulch, o oroch, o udege, o manchu e o sibe.
  • As línguas Nipônicas são o japonês, o amami, o okinawano, o miyako, o yaeyama e o yonaguni.
  • O coreano é uma língua isolada. em alguns atlas linguísticos o coreano e as línguas nipônicas são reunidas num único grupo, o coreio-nipônico.