Loureiro Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Manuel Fernandes Loureiro, mais conhecido como Loureiro Neto (Palmeira, 1952Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 2014) foi um radialista português radicado no Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1971, o português Loureiro Neto - que morava no Brasil desde os quatro anos - era um adolescente tentando o vestibular para Economia. No cursinho, conheceu um de seus ídolos do rádio esportivo da época, Fernando Avelino. Ficaram amigos e Avelino o convidou para trabalhar numa resenha esportiva da TV Rio. Tornou-se repórter esportivo na Rádio Vera Cruz, depois pela Rádio Manchete AM e, em 1976, ingressou no Sistema Globo de Rádio.

Ao final dos anos 70, Loureiro Neto participou de uma formação histórica do rádio esportivo brasileiro: ao lado de locutores e comentaristas como Jorge Curi, Waldir Amaral, João Saldanha e o ex-árbitro Mário Vianna, formou uma famosa dupla de repórteres de campo com Kléber Leite.[1] À época, Jorge Curi transformou sua dupla de campo num famoso bordão, sempre pedindo sua opinião da mesma forma: "Klebeerrrr! Loureiroo".[2]

"Enquanto a Bola não Rola" foi o primeiro programa comandado por Loureiro Neto na Globo AM. Em seguida, virou apresentador do "Papo de Botequim". Em julho de 2002, assumiu o "Manhã da Globo do Rio de Janeiro" onde ficou até março de 2011, recomandou na mesma emissora, o "Papo de Botequim", e foi comentaristas, junto com Renato Maurício Prado, Felipe Cardoso e Eraldo Leite, do "Debate Bola" dentro do "Globo Esportivo",[3] comandado por José Carlos Araújo.

Também comandou o "Portugal Esportivo" programa que informava a resenha do futebol português. Vascaíno, sempre citava o bairro de Copacabana no qual residiu desde que chegou ao Brasil.

Morreu em 26 de fevereiro de 2014, aos 61 anos, devido à complicações cardíacas.[4] No programa "Papo de Botequim" foi substituído por Regis Simas ex-Rádio Cultura.

Referências

  1. Loureeeiro Neeeto! (em português). FUT POP CLUBE (26 de fevereiro de 2014). Página visitada em 12 de abril de 2014.
  2. Sobre Loureiro Neto! (em português). Panorama Vascaíno (26 de fevereiro de 2014). Página visitada em 12 de abril de 2014.
  3. Globo Rio cria debate esportivo no final da tarde (em português). Esporte e mídia (21 de fevereiro de 2011). Página visitada em 20 de março de 2011.
  4. Morre no Rio o radialista Loureiro Neto (em português). O Globo (26 de fevereiro de 2014). Página visitada em 27 de fevereiro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.