Metro: Last Light

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metro: Last Light
Arte oficial da capa
Desenvolvedora 4A Games
Publicadora(s) Deep Silver
Motor 4A Engine
Plataforma(s) GNU/Linux
Microsoft Windows
PlayStation 3
PlayStation 4[1]
Xbox 360
Data(s) de lançamento 17 de Maio de 2013[2]
    Gênero(s) "Survival horror", tiro em primeira pessoa
    Modos de jogo Um jogador, multijogador[3]
    Mídia Disco óptico

    Metro: Last Light (antes Metro 2034) é um videojogo de ação produzido pelo estúdio ucraniano 4A Games, publicado pela Deep Silver e é uma sequencia de Metro 2033. O enredo decorre em 2034 em Moscovo, depois de um acontecimento pós-apocalíptico e combina elementos do género "survival horror" e de tiro em primeira pessoa.[4] Inicialmente esperado para ser lançado no verão de 2012,[5] Metro: Last Light foi editado a 17 de Maio de 2013 para Microsoft Windows, PlayStation 3 e Xbox 360.[2] Também foi revelado que será editado para PlayStation 4 com data ainda por definir.[1]

    Sinopse[editar | editar código-fonte]

    Descrição oficial:

    "É o ano 2034. Sobre as ruínas da pós-apocalíptica cidade de Moscovo, nos túneis do Metro, os sobreviventes da humanidade são cercados por ameaças mortais de fora - e de dentro. Mutantes invadem as catacumbas sobre a superfície desolada, e caçam entre os céus envenenados em cima. Ao invés de se manterem unidos, as estações do Metro estão trancadas numa luta pelo derradeiro poder, um dispositivo do Juízo Final saído dos cofres militares do D6. Uma Guerra Civil está prestes a acontecer que pode erradicar para sempre a humanidade da face da Terra."
    És Artyom, queimado pela culpa mas conduzido pela esperança, e tens a chave para a nossa sobrevivência – a ultima Luz na nossa hora mais escura..."[4]

    Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

    Inicialmente com o nome Metro 2034, o jogo é uma sequela de Metro 2033, e apesar do autor Dmitry Glukhovsky estar aparentemente ligado à produção do jogo, este não tem nenhuma ligação ao livro Metro 2034. O jogo acabou por ser registado pela THQ com o nome Metro: Last Light.[6]

    Foi mostrado ao publico pela primeira vez na E3 2011, incluido no programa da Wii U. No entanto a THQ já confirmou que Metro: Last Light provavelmente não será lançado na futura consola da Nintendo.[7] [8] [9] O jogo inclui vozes de Lance Henriksen, Nolan North, Khary Payton e Patton Oswalt.[10]

    Em entrevista à NowGamer sobre a possibilidade do jogo ter uma versão para Wii U, o chefe da equipa técnica da 4A Games, Oles Shishkovtsov, disse que a Wii U tem um "CPU terrivelmente lento".[11] O seu colega Huw Beynon reiterou o sentimento, dizendo que não haverá uma versão para Wii U de Metro: Last Light, porque o estúdio "não poderia justificar o esforço necessário. Fizemos uma antevisão, pensamos que provavelmente iríamos fazê-lo, mas no que toca ao impacto que iria ter na qualidade do jogo - potencialmente em seu detrimento - percebemos que não valia a pena desta vez...Poderá ser algo a qual voltaremos. Mas não posso fazer promessas. Vendo o tamanho da equipa, e comparando como estávamos da ultima vez, só a produzir para a PlayStation 3, é uma adição muito significante."[11]

    O video de Metro: Last Light atraiu uma atenção muito significativa, com 4.5 milhões de visualizações. Desde o primeiro video que foram lançados mais três cada um seguindo a vida de uma personagem que vive dentro do Metro. Os vídeos foram lançados entre Novembro e Dezembro de 2012.[12]

    A editora original do jogo, a THQ, abriu falência em Dezembro de 2012. Os direitos da série Metro (e Last Light) foram vendidos em leilão à Deep Silver a 22 de Janeiro de 2013, editor e produtor da série Dead Island.[13]

    De acordo com declarações do director criativo ao website ucraniano itcchannel, a equipa de Metro: Last Light está a trabalhar numa versão para PlayStation 4.[1] Também foi revelado na mesma entrevista que será lançada uma componente separada do multijogador de Metro: Last Light.[3]

    Recepção[editar | editar código-fonte]

     
    Resenha crítica
    Publicação Nota
    IGN 7.2/10 (X360, PS3)
    7.7/10 (PC)[14]
    GameSpot 9.0/10[15]
    Joystiq 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[16]
    Game Informer 8.75/10[17]
    Electronic Gaming Monthly 8.5/10[18]
    GamesRadar 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[19]
    Videogamer 7/10[20]
    Destructoid 7/10[21]
    Eurogamer 8/10[22]
    ENE3 89/100[23]
    Pontuação global
    Publicação Nota média
    Metacritic 82/100 (PS3)[24]
    80/100 (X360)[25]
    82/100 (PC)[26]

    Metro: Last Light recebeu análises positivas, com muitas delas a elogiar os gráficos e a história. As criticas dirigiram-se mais as sequências lineares e à IA fraca. Colin Moriarty da IGN disse que "Metro: Last Light é uma aventura arrojada de um cenário pós-apocalíptico visto de um ponto de vista russo. O ambiente e a apresentação de Last Light são os seus pontos fortes, no entanto o ultimo terço da sua campanha de 10 horas é muito fraco que o resto que lhe antecedeu. Se quer um FPS engraçado que não esteja ligado a uma grandeza do género BioShock, mas que mesmo assim continua a ser divertido por direito próprio, Last Light poderá ser para você. Mas prepare-se para encontrar falhas com a IA e alguns problemas técnicos."[14] A GameSpot deu a pontuação de 9.0/10 chamando-o "uma fantástica aventura pós-apocalíptica."[15]

    Referências

    1. a b c 4A Games a trabalhar numa versão PlayStation 4 de Metro: Last Light videogamer (26/04/2013). Página visitada em 17-5-2013.
    2. a b Jorge Loureiro. Metro: Last light será lançado a 17 de maio Eurogamer. Página visitada em 1-3-2013.
    3. a b James. Metro Last Light coming to PlayStation 4 ps4daily.com. Página visitada em 17-5-2013.
    4. a b http://www.enterthemetro.com/uk/game/
    5. Scammell, David. "Metro: Last Light is coming during summer 2012", GamerZines, 2011-08-16. Página visitada em 2011-08-16.
    6. "'Metro 2033' sequel renamed 'Last Light'", Digital Spy, 2011-05-04. Página visitada em 2012-02-23.
    7. E3 Third Party Games Announcement.
    8. http://www.nintendolife.com/news/2012/05/metro_last_light_no_longer_confirmed_for_wii_u
    9. Aníbal Gonçalves (29 Maio, 2012). Metro: Last Light não está certo na Wii U Eurogamer. Página visitada em 30 Maio, 2012.
    10. Metro Last Light Comikkazee!. (2012-08-22). Página visitada em 2012-08-25.
    11. a b Gera,Emily. "Metro: Last Light will not come to Wii U due to its 'horrible, slow CPU'", 21-11-2012. Página visitada em 2012-12-04.
    12. Enter the Metro: Videos enterthemetro.com. Página visitada em 29-1-2013.
    13. THQ Dissolved, Saints Row, Company of Heroes Devs Acquired IGN. Página visitada em 23-11-2013.
    14. a b Moriarty, Colin (13-5-2013). Metro: Last Light Review IGN. Página visitada em 13-5-2013.
    15. a b VanOrd, Kevin (13-5-2013). Metro: Last Light Review GameSpot. Página visitada em 13-5-2013.
    16. Kietzmann, Ludwig (13-5-2013). Metro Last Light review: Tunnel vision. Página visitada em 13-5-2013.
    17. Jeff Marchiafava. Metro: Last Light - Finding Refuge In The Shadows Game Informer. Página visitada em 16-5-2013.
    18. Ray Carsillo. EGM Review: Metro: Last Light Electronic Gaming Monthly. Página visitada em 16-5-2013.
    19. Ryan Taljonick. Metro: Last Light review - Where the wild things are GamesRadar. Página visitada em 16-5-2013.
    20. Sam White. Metro Last Light Review Videogamer. Página visitada em 16-5-2013.
    21. Jim Sterling. Review: Metro: Last Light Destructoid. Página visitada em 17-5-2013.
    22. Adolfo Soares (21-5-2013). Metro: Last Light - Análise Eurogamer. Página visitada em 22-5-2013.
    23. César Pedreira (28-5-2013). Análise: Metro: Last Light ENE3. Página visitada em 31-5-2013.
    24. Metacritic - Metro: Last Light (PS3) Metacritic. Página visitada em 17-5-2013.
    25. Metacritic - Metro: Last Light (X360) Metacritic. Página visitada em 17-5-2013.
    26. Metacritic - Metro: Last Light (PC) Metacritic. Página visitada em 17-5-2013.

    Ligações externas[editar | editar código-fonte]