Monastério de Kiev-Petchersk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Kiev:Catedral de Santa Sofia de Kiev, Conjunto de Edificações Monásticas e Monastério de Kiev-Petchersk *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

2005-08-11 Kiev Pechersk Lavra 165.JPG
País na Ucrânia
Critérios C (i)(ii) (iii) (iv)
Referência 527
Histórico de inscrição
Inscrição 1990  (14ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

O Monastério de Kiev-Petchersk (em ucraniano, Печерська лавра, Pecherska Lavra) é um monastério cristão ortodoxo em Kiev (Ucrânia). O início de sua existência se data em 1051 durante o reinado de Jaroslau I, o Sábio. É o monastério mais antigo da Ucrânia e um dos lugares santos da religião ortodoxa oriental. Em 1990 foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, junto com a Catedral de Santa Sofia de Kiev. Em 2007 foi eleito uma das Sete Maravilhas da Ucrânia.

Encontra-se sobre a Rua Levantamento de Janeiro (Ciчнeвoгo Пoвcтaння, Sichnévogo Povstaña) em uma área de colinas boscosas, próxima da margem ocidental do rio Dnieper. O recinto tem uma superfície de 28 ha e está rodeado por muralhas. Divide-se em duas zonas: a baixa e a alta. Ambas abrigam vários edifícios de importância religiosa-cultural: igrejas, monastérios, museus, assim como as antigas covas dos monges que formam o núcleo histórico do complexo.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1013 um monge asceta grego de nome Antonio de Kiev se estabelece em uma cova das colinas próximas ao rio Dnieper. Outros monges seguem seu exemplo, constroem mais covas e formam uma comunidade, a missão dos monges Antonitas. As covas foram construídas tanto na parte alta ("covas próximas"), como na parte baixa da zona ("covas distantes").

A fundação do monastério se data em 1051, segundo a Crônica Primaria, sob o reinado de Yaroslav, o Sábio, rei do Rus de Kiev, pelos monges Antonio e Teodósio de Kiev. O primeiro se encarrega das covas próximas e o segundo das distantes, motivo pelo qual também se conhece as covas próximas como covas de Antonio e as distantes como covas de Teodósio. O primeiro patriarca do recém fundado monastério foi o bispo metropolitano Ilário de Kiev.

Os príncipes de Kiev apoiaram generosamente o monastério outorgando a terra aos monges, doando dinheiro e construindo igrejas. Entre 1060 e 1062 se construiu na zona das covas distantes o primeiro monastério de madeira. Anos mais tarde se começam a levantar outros edifícios, entre eles a primeira construção da Igreja da Ascensão da Virgem. Pouco a pouco se impõe o monastério como o centro religioso mais importante do Rus de Kiev.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Monastério de Kiev-Petchersk