NApOc Barão de Teffé (H-42)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


NApOc Barão de Teffé (H-42)
Carreira   Bandeira da marinha que serviu Bandeira da marinha que serviu
Estaleiro Aalborg Vaerft, Dinamarca[1]
Lançamento 8 de maio de 1957
Comissionamento 28 de setembro de 1982 (Marinha do Brasil)
Descomissionamento 23 de julho de 2002
Patrono Almirante Antônio Luís von Hoonholtz
Outro(s) nome(s) M/S Thala Dan
Características gerais
Classe Barão de Teffé
Deslocamento 2 164 (grt) [2]
Tonelagem 5 500 t (carregado)
Comprimento 82,1 m
Boca 13,7 m
Calado 6,3 m
Propulsão 1 motor diesel de 7 cilindros gerando 1.970 bhp, acoplado a 1 eixo com hélice de passo controlável
Velocidade 12,5 nós
Autonomia 60 dias de autonomia
Armamento desarmado
Sensores 2 radares de navegação
Aeronaves 2 helicópteros
Tripulação 70 tripulantes, mais equipe de cientístas
Notas
equipado com consultório medico e dentário, laboratórios
IMO:5357680[3]

O NApOc Barão de Teffé (H-42) foi um navio do tipo quebra-gelo com a função de apoio oceanográfico da Marinha do Brasil. O nome do navio homenageia o diplomata, geógrafo, político e Almirante brasileiro Antônio Luís von Hoonholtz (1837-1931).

História[editar | editar código-fonte]

Construído como um navio cargueiro na Dinamarca, foi lançado ao mar em 1957.[3]

Em 1982 foi adquirido pela Marinha do Brasil e re-equipado para fazer parte da Operação Antártica (OPERANTAR 1) do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). Foi uma das embarcações pioneiras das missões brasileiras ao continente gelado, tendo participado em 12 Operações Antártica. Foi do convés do Barão de Teffé que partiu o helicóptero que realizou o primeiro pouso na Antártica.[4] [1]

Entre 2 e 13 de dezembro de 1984, o Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) Barão de Teffé (H-42), participou da instalação do farolete Comandante Ferraz na ilha do Rei George, arquipélado das Shetland do Sul, Antártica. Encerrou as suas viagens ao Continente Antártico em 1994, após o regresso da Operação Antártica XII.[5]

Em janeiro de 1995 realizou sua primeira missão como navio farol e em 23 de julho de 2002 o H-42 recebeu baixa do serviço militar.[1]

Filatelia[editar | editar código-fonte]

A imagem do navio está estampada em selo comemorativo da primeira expedição brasileira a Antártica pelo Correio do Brasil.[6]

Referências

  1. a b c NApOc/NF Barão de Teffé H 42, Classe Barão de Teffé Navios de Guerra Brasileiros. Visitado em 8 de junho de 2012.
  2. NApOc/NF Barão de Teffé - H 42 Classe Barão de Teffé Flogão. Visitado em 18 de novembro de 2014.
  3. a b Barão de Teffe H42 - IMO 5357680 (em inglês) Shipspotting. Visitado em 8 de junho de 2012.
  4. Aeronaves do Esquadrão HU-1 transportam no Continente Antártico o Ministro da Defesa e o Comandante da Marinha Marinha do Brasil. Visitado em 18 de novembro de 2014.
  5. Ricardo Boechat (17 de setembro de 2010). Antártica no pier ISTOÉ n° 2132. Visitado em 18 de novembro de 2014.
  6. Diego A. Salcedo, Isaltina M. A Mello Gomes. A visibilidade da ciência nos selos postais comemorativos Universidade Federal de Pernambuco. Visitado em 18 de novembro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]