O Ídolo Caído

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Ídolo Caído
The Fallen Idol
Reino Unido
1948 • p&b • 95 min 
Direção Carol Reed
Produção Carol Reed
Philip Brandon
Produção executiva Alexander Korda
Roteiro Graham Greene
Lesley Storm (diálogos adicionais)
William Templeton (diálogos adicionais)
Elenco Ralph Richardson
Michèle Morgan
Sonia Dresdel
Gênero Drama
Idioma Inglês
Música William Alwyn
Direção de fotografia Georges Périnal
Efeitos especiais W. Percy Day
Edição Oswald Hafenrichter
Estúdio London Film
Distribuição Selznick Releasing Organization
Lançamento Reino Unido 30 de setembro de 1948
Estados Unidos 15 de novembro de 1949
Portugal 10 de outubro de 1949
Página no IMDb (em inglês)

O Ídolo Caído (The Fallen Idol, no original em inglês) é um filme britânico de 1948, do gênero drama, dirigido por Carol Reed e estrelado por Ralph Richardson e Michèle Morgan.

Produção[editar | editar código-fonte]

Ralph Richardson em foto de 1949. Sua atuação em The Fallen Idol é vista como a melhor, ou uma das melhores, de sua carreira.[1] [2]

O filme é baseado no conto The Basement Room, de Graham Greene, e trata de um tema caro ao escritor: a descoberta, pela criança, da moralidade do mundo adulto. O diretor Carol Reed usa ângulos de câmera distorcidos e composições espaciais bizarras para sugerir a desordem mental do protagonista -- um menino, sob cujo ponto-de-vista O Ídolo Caído é contado.[3]

Com a aquiescência do autor,[4] Reed promoveu várias alterações no texto original, de forma a enfatizar a tortura do garoto pela sua imaginação. Segundo Greene, o assunto deixou de ser sobre um menino que trai seu melhor amigo e passou a ser sobre um menino que quase envia o amigo para a prisão, ao tentar defendê-lo mentindo para a polícia.[4]

A Academia concedeu ao filme duas indicaçõe ao Oscar, uma para a direção de Reed e outra para o roteiro de Greene. Diversas outras premiações ocorreram mundo afora, inclusive no Festival de Veneza.

O Ídolo Caído foi a primeira das três colaborações entre Carol Reed e Graham Greene. As outras foram em The Third Man, de 1949, e Our Man in Havana, de 1959.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Phillipe, filho de um diplomata, faz amizade com Baines, o mordomo da embaixada. Baines conta-lhe tremendas histórias, onde sobressai seu heroísmo, e torna-se o ídolo de Phillipe. Quando sua esposa é assassinada, o garoto logo suspeita dele, mesmo porque sabe que Baines sai com outra mulher. Daí, para protegê-lo, Phillipe tenta confundir a polícia com pistas inventadas, mas quanto mais fala mais ele enreda o amigo.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Diretor
Melhor Roteiro Adaptado
Indicado
Indicado
Golden Globes, USA Golden Globe Melhor Filme Estrangeiro Indicado
BAFTA BAFTA Film Award Melhor Filme de Qualquer Fonte
Melhor Filme Britânico
Indicado
Vencedor
Prêmio Bodil Bodil Melhor Filme Europeu Vencedor
National Board of Review NBR Award Melhor Ator (Ralph Richardson)
Melhor Roteiro
Dez Melhores Filmes de 1949
Vencedor
Vencedor
Vencedor
New York Film Critics Circle NYFCC Award Melhor Filme
Melhor Diretor
Melhor Ator (Ralph Richardson)
Terceiro lugar
Vencedor
Segundo lugar
Festival de Veneza Prêmio Internacional
Grande Prêmio Internacional
Melhor Roteiro
Melhor Diretor
Vencedor
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Ralph Richardson Baines
Michèle Morgan Julie
Sonia Dresdel Senhora Baines
Bobby Henrey Phillipe
Densis O'Dea Inspetor Crowe
Jack Hawkins Detetive Ames
Walter Fitzgerald Doutor Fenton
Dandy Nichols Senhora Patterson
Joan Young Senhora Barrow
Karel Stepanek Primeiro Secretário
Gerard Heinz Embaixador
Bernard Lee Detetive Hart

Referências

  1. KATZ, Ephraim, The Film Encyclopedia, sexta edição, Nova Iorque: HarperCollins, 2008 (em inglês)
  2. COSTELLO, Michael. The Fallen Idol AllMovie. Página visitada em 13 de março de 2014.
  3. BROWN, Geoff, Carol Reed, in Movies of the Forties, editado por Ann Lloyd, Londres: Orbis, 1985 (em inglês)
  4. a b FINLER, Joel W., The Movie Directors Story, Nova Iorque: Crescent Books, 1985 (em inglês)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]