Ottaviano Petrucci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ottaviano Petrucci (18 de junho de 14667 de maio de 1539) foi um tipógrafo italiano. A sua coleção de chansons, Harmonice Musices Odhecaton, publicada em 1501, frequentemente, e erroneamente, é identificada como a primeira publicação de partituras musicais produzida a partir de tipos móveis. Na verdade, o primeiro tipógrafo a realizar uma edição do gênero foi o alemão Ulrich Han, com a publicação do Missale Romanum em 1476, em Roma.[1] Ainda assim, a obra de Petrucci permanece extraordinária pela complexidade da sua notação mensural e pela reduzida dimensão das suas fontes, além do fato de ter publicado o primeiro livro de música polifônica utilizando a tipografia móvel.[2] Publicou ainda numerosas obras dos mais eminentes compositores da Renascença, dentre eles Josquin des Prez e Antoine Brumel.

Vida[editar | editar código-fonte]

Frontispício do Harmonice Musices Odhecaton publicado por Petrucci em 1501

Petrucci nasceu em Fossombrone (Pesaro) e provavelmente teve seus anos de formação em Urbino. Por volta de 1490 partiu para Veneza para poder aprender tipografia, e em 1498 apresentou uma petição ao Doge pedindo direitos exclusivos para a publicação de partituras musicais por 20 anos. Tal direito provavelmente foi concedido, já que não há outros exemplares conhecidos de partituras impressas por outros impressores venezianos antes de 1520. Em 1501 ele produziu a sua primeira edição musical, o Harmonice Musices Odhecaton, constituído por 96 chansons, conhecido como o primeiro exemplar de música polifônica impressa. Nos anos seguintes ele continuou aperfeiçoando a técnica, produzindo novas edições e reestampas até 1513, quando a sua atividade foi interrompida pela guerra entre a Liga Santa e Veneza. Neste ano Petrucci parte de Veneza para Fossombrone, onde retoma as suas atividades de tipógrafo.[3]

Fossombrone fazia então parte dos Estados Papais e Petrucci apresentou ao Papa um pedido de exclusividade de publicação de partituras musicas, o que foi concedido por diversos anos. O direito de exclusividade foi porém revogado pelo Papa por desacordo entre os dois sobre a publicação de partituras para instrumentos de teclado. Em 1516 as tropas do exército papal saquearam Fossombrone, e provavelmente o maquinário de impressão de Petrucci foi destruído, o que explicaria o fato de ele não ter imprimido nada durante os três anos seguintes. O rival de Petrucci, Andrea Antico, que lhe havia tomado a exclusividade de impressão musical em Roma, transferiu-se também para Veneza em 1520. Durante este período tudo indica que Petrucci tenha se dedicado à administração de uma fábrica de papel. Em 1536 Petrucci retorna a Veneza dedicando-se à publicação de textos gregos e latinos.

Trabalho[editar | editar código-fonte]

No total, são conhecidas 61 publicações musicais de Petrucci. O seu período mais frutífero como editor foi entre 1501 e 1509, quando publicou três volumes de chansons (o Odhecaton foi o primeiro) 16 volumes de missas, cinco volumes de motetos, onze antologias de frottole e seis volumes de música para alaúde. A sua última publicação é de 1520.[4]

Petrucci não foi o primeiro a imprimir música na Europa. Um grande número de obras litúrgicas produzidas através da xilogravura foi impresso antes de 1500, como por exemplo o Constance Gradual, impresso por volta de 1473, além do Missale Romanum de Ulrich Han, produzido com tipos móveis em 1476. Petrucci foi, entretanto, o primeiro a imprimir textos musicais em razoável volume e o primeiro a imprimir música polifônica. Enfim, a clareza e qualidade das suas impressões era extraordinária.

Petrucci nunca descreveu qual fosse a sua técnica de impressão[5] , mas ao que tudo indica ela exigia dois passos. A partir de comentários de escritores do período e de exame dos volumes considera-se que em cada folha inicialmente fossem impressas as pautas, as capitulares e todo o texto e números. Na segunda passagem eram impressas finalmente as notas.[6] Outros tipógrafos, porém, utilizando a mesma técnica, frequentemente obtiam como resultado notas deslocadas da posição precisa dentro da pauta. O método utilizado por Petrucci foi suplantando pelo desenvolvimento da técnica de impressão única desenvolvida em Augsburg pelo tipógrafo Erhard Oeglin em 1507, ainda que tal inovação seja normalmente atribuída ao francês Pierre Attaingnant, quando passou a utilizar esta técnica por volta de 1528.[3]

Lista de publicações de Ottaviano Petrucci[editar | editar código-fonte]

Primeira página do Intabolatura de lauto I, publicado por Petrucci em 1507

Esta é uma lista de todas as publicações de Ottaviano Petrucci conhecidas.[7] Dentre elas, várias foram reestampadas numerosas vezes por Petrucci, ainda que aqui quase sempre estejam indicadas somente as datas das primeiras edições. Algumas das publicações mais antigas (as missas de Josquin des Prez, por exemplo) foram reestampadas separadamente, em Fossombrone, depois da mudança de Petrucci para esta cidade por volta de 1510. As obras marcadas com um obelisco (‡) estão perdidas ou desaparecidas.

Música Sacra[editar | editar código-fonte]

Música Sacra
Missas
Obra Data Cidade
Josquin des Prez: Misse [I] 1502 Veneza
Jacob Obrecht: Misse 1503 Veneza
Antoine Brumel: Misse 1503 Veneza
Johannes Ghiselin: Misse 1503 Veneza
Pierre de La Rue: Misse 1503 Veneza
Alexander Agricola: Misse 1504 Veneza
Marbrianus de Orto: Misse 1505 Veneza
Josquin des Prez: Misse II 1505 Veneza
Fragmenta missarum 1505 Veneza
Heinrich Isaac: Misse 1506 Veneza
Gaspar van Weerbeke: Misse 1507 Veneza
Missarum diversorum autorum I 1508 Veneza
Messa corale prov. 1513 Fossombrone
Josquin des Prez: Misse III 1514 Fossombrone
Josquin des Prez: Misse II 1515 Fossombrone
Jean Mouton: Misse I 1515 Fossombrone
Antoine de Févin: Misse 1515 Fossombrone
Missarum decem libri duo 1515 Fossombrone
Josquin des Prez: Misse I 1516 Fossombrone
Motetos
Obra Data Cidade
Motetti A 1502 Veneza
Motetti de passione [...] B 1503 Veneza
Motetti de passione [...] B 1503 Veneza
Motetti C 1504 Veneza
Motetti IV 1505 Veneza
Motetti a cinque I 1505 Veneza
Motetti de la corona [I] 1514 Fossombrone
Motetti de la corona II 1519 Fossombrone
Motetti de la corona III 1519 Fossombrone
Motetti de la corona IV 1519 Fossombrone
Outros gêneros
Obra Data Cidade
Lamentationum Jeremie I 1506 Veneza
Lamentationum Jeremie II 1506 Veneza
Magnificats I 1507 Veneza
Johannes Martini: Hymnorum I 1507 Veneza
Laude II 1508 Veneza
Dammonis: Laude I 1508 Veneza

Música Secular[editar | editar código-fonte]

Música Secular
Música Vocal Secular
Obra Data Cidade
Harmonice Musices Odhecaton A 1501; 1503 (2ª ed.); 1504 (3ª ed.) Veneza
Canti B numero cinquanta 1502; 1503 (2ª ed.) Veneza
Canti C cento cinquanta 1504 Veneza
Frottole I 1504 Veneza
Frottole II 1505 Veneza
Frottole III 1505 Veneza
Frottole IV 1505 Veneza
Frottole V 1505 Veneza
Frottole VI 1506 Veneza
Frottole VII 1507 Veneza
Frottole IX 1509 Veneza
Franciscus Bossinensis: Tenori e contrabassi I 1509 Veneza
Franciscus Bossinensis: Tenori e contrabassi II 1511 Fossombrone
Frottole X 1512 Fossombrone
Frottole XI 1514 Fossombrone
Bernardo Pisano: Musica 1520 Fossombrone
Alaúde
Obra Data Cidade
Francesco Spinacino: Intabolatura de lauto I antes de 27 março 1507 Veneza
Francesco Spinacino: Intabolatura de lauto II 1507 Veneza
Giovanni Maria Alemanni: Intabolatura de lauto III 1508 Veneza
Joan Ambrosio Dalza: Intabolatura de lauto IV 1508 Veneza

Publicações não musicais[editar | editar código-fonte]

Livros
Obra Data Cidade
Paulus de Middelburgh: Paulina de recta Paschae 1513 Fossombrone
Baldassare Castiglione: Epistola de vita 1513 Fossombrone
Paulus de Middelburgh: Parabola Christi 1516 Fossombrone
Hipócrates, trans. Calvo 1519? Fossombrone


Links externos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Mary K. Duggan, Italian Music Incunabula (Los Angeles, 1992), 13.
  2. Boorman, "Petrucci at Fosmobrone," 29-30.
  3. a b Gamble, W. (1923). Music Engraving and Printing: Historical and Technical Treatise. (em inglês)
  4. Krummel, Grove.
  5. Mariani, Franco (2001). Ottaviano Petrucci e la stampa della musica a caratteri mobili. (em italiano)
  6. Catelani, Angelo (s/d). Bibliografia di due stampe ignote di Ottaviano Petrucci da Fossombrone. (em italiano)
  7. Stanley Boorman, Ottaviano Petrucci: Catalogue Raissonne, Oxford, Oxford University Press, 2006. pp. 411–413. ISBN 0-19-514207-1


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.