Pacto do ABC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa dos países da América do Sul que assinaram o Pacto do ABC, em 15 de maio de 1915.

O Pacto do ABC (oficialmente Pacto de Não Agressão, Consulta e Arbitragem) tem seu nome pelas iniciais dos países, Argentina, Brasil e Chile, que assinam um acordo em 15 de maio de 1915 para formar a cooperação exterior a não agressão e arbitragem. Foi uma forma de responder a influência estadunidense na região e estabelecer um equilíbrio e mecanismos de consulta entre os três países envolvidos.[1]

O tratado não entrou em vigência e só foi ratificado no Brasil, entretanto, grande parte da política exterior dos três países entre 1915 e 1930 seguiu a base de consultas e iniciativas mútuas. Por este fato se o termo Pacto ABC é usado pela imprensa ou em círculos diplomáticos para referir a iniciativas que impulsionam a integração da América do Sul, ou ações oficiais de política exterior com ideologias similares por parte destes três países.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Info Escola: Pacto do ABC. Visitado em 8 de janeiro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]