Partido Socialista da Albânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido Socialista da Albânia
Partia Socialiste e Shqipërisë
Líder Edi Rama
Fundação 1991
Sede Tirana,  Albânia
Ideologia Social-democracia
Socialismo de mercado
Publicação Zëri i Popullit
Afiliação internacional Internacional Socialista
Afiliação europeia Partido Socialista Europeu
Cores Rosa
Verde
Site
www.ps.al

O Partido Socialista da Albânia (em albanês: Partia Socialiste e Shqipërisë (sigla: PSS)) é um partido social-democrata de centro-esquerda da Albânia. É considerado o sucessor legal do Partido Trabalhista da Albânia

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundado em 1991. Em 1997, a falência de um esquema financeiro fraudulento respaldado pelo Estado, que prometia lucros anuais de 300%, causa prejuízos á população. O PPS então, lidera protestos contra o Governo em Tirana, capital do país. Nos confrontos, ao menos 1500 pessoas morreram e 15000 se refugiaram na Itália. Nas eleições antecipadas de 1997 o Parlamento do país, elege o líder do partido, Rexhep Mejdani para a presidência e Fatos Nano para primeiro-ministro. Durante o Conflito no Kosovo em 1998, um deputado opositor ao PSS, do PDS, é assassinado, e Nano ao ser acusado de envolvimento no caso, renuncia. Com isso, assume em seu lugar Pandeli Majko. Em 2005, nas eleições parlamentares, o país perde maioria no Parlamento, conquistando 42 assentos, contra 56 do PDS.

Fonte[editar | editar código-fonte]