Paul Delvaux

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul Delvaux em uma seção de autógrafos (1972).

Paul Delvaux (Antheit, 1897 - Veurne, 1994) foi um pintor belga ligado à corrente surrealista.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos 21 anos de idade iniciou seus estudos na Academia de Belas Artes de Bruxelas, onde, mais tarde, seria professor durante os anos de 1950 a 1962. Iniciou pintando quase que exclusivamente paisagens e, posteriormente, dedicou-se a ensaiar uma espécie de realismo impressionista. Nos anos 30 conheceu o expressionismo flamengo, e sob a influência de Giorgio de Chirico e Magritte, uma década mais tarde, já participava de exposições surrealistas ao lado de mestres como Salvador Dali. Sua técnica, quase acadêmica, contrasta com sua fixação por temas misteriosos e por uma materialização de um mundo onírico e pessoal, em que a mulher se transfigura em um ser arcano, às vezes submetida em metamorfoses vegetais, em uma atmosfera inquietante marcada por um certo erotismo.

Dentre suas obras podemos destacar: Esqueletos, Jardim Noturno, A tentação de Santo Antônio e A Vênus Adormecida.

O Museu Paul Delvaux situado em St-Idesbald, abierto en 1982, possui uma grande cole(c)ção de pinturas daquele pintor surrealista belga.

Devido à perda progressiva da visão, Paul Delvaux deixou de pintar a partir de 1986, e sua última grande exposição aconteceu em Paris no ano de 1992. Faleceu em 20 de julho de 1994, aos 96 anos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o(s) portal(is):
Portal da Arte