Paulo Lins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Lins
Nacionalidade Brasil Brasil
Data de nascimento 11 de junho de 1958 (56 anos)
Gênero(s) romance
Pseudônimo(s) Paulo Lins
Movimento Literatura Marginal
Magnum opus Cidade de Deus

Paulo Lins é um escritor brasileiro que ganhou fama com a publicação, em 1997, do livro Cidade de Deus, sobre a vida nas favelas do Rio de Janeiro.[1]

Morador da favela carioca Cidade de Deus, começou como poeta nos anos 1980 como integrante do grupo Cooperativa de Poetas, por onde publicou seu primeiro livro de poesia: Sobre o sol (UFRJ, 1986). Graduado no curso de Letras, foi contemplado – em 1995 – com a Bolsa Vitae de Literatura.

Participou como assistente de um estudo sociológico e nesse período escreveu Cidade de Deus.

Em 2002, o diretor Fernando Meirelles produziu o filme Cidade de Deus, com base no livro, que recebeu quatro indicações ao Oscar 2004 (melhor diretor, melhor fotografia, melhor montagem e melhor roteiro adaptado) e foi indicado para o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro. O roteiro é de Bráulio Mantovani.

Após, fez roteiros para alguns episódios de Cidade dos Homens, da TV Globo, e o roteiro do filme Quase dois irmãos, de 2004, de Lúcia Murat, que recebeu o prêmio de melhor roteiro da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), em 2005.

Mais recentemente, Paulo Lins trabalhou com René Sampaio, no roteiro de mais um longa-metragem, adaptação cinematográfica da letra da canção de Renato Russo, Faroeste Caboclo. [2]

Após catorze anos de trabalho intermitente, em 2012 Paulo Lins lançou seu segundo romance, Desde que o Samba é Samba, que recria ficcionalmente a invenção do samba por músicos do bairro carioca da Estácio na década de 1920[3] .

Sua obra tem atraído interesse acadêmico na forma de vários artigos, dissertações e até mesmo teses. [4]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.