Faroeste Caboclo (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Faroeste Caboclo
Pôster do filme.
 Brasil
2013 • cor • 105 min 
Direção René Sampaio
Produção Gávea Filmes / República Pureza / Fogo Cerrado
Coprodução Globo Filmes e Telecine
Roteiro Victor Atherino
Marcos Bernstein
Renato Russo (história)
Elenco Fabrício Boliveira
Isis Valverde
César Troncoso
Antonio Calloni
Felipe Abib
Alex Sander
Marcos Paulo
Cinara Leal
Giuliano Manfredini
Rodrigo Pandolfo
Gênero drama
Idioma Português
Estúdio Gávea Filmes
Globo Filmes
Distribuição Europa Filmes
Lançamento 30 de maio de 2013
Orçamento R$ 6 milhões
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Faroeste Caboclo é um filme de drama brasileiro de 2013, dirigido por René Sampaio e inspirado na canção homônima, da banda Legião Urbana. A saga de João de Santo Cristo e Maria Lúcia foi lançada em 1987 e conta a história de um nordestino que chega a Brasília, torna-se traficante, apaixona-se por uma jovem chamada Maria Lucia e tenta deixar o crime, mas é morto por um traficante rival. O filme foi lançado em 30 de maio de 2013.[1] O filme faturou 15,5 milhões em bilheteria e levou 1,4 milhão de pessoas aos cinemas em 2013.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

João do Santo Cristo (Fabrício Boliveira) deixa Salvador em busca de uma vida melhor e parte para Brasília em busca de seu sonho. Lá, ele conhece Maria Lúcia (Isis Valverde), por quem se apaixona e gostaria de viver um futuro melhor, mas o envolvimento dele com o tráfico de drogas pode colocar tudo a perder, também praticado por Jeremias (Felipe Abib) que virá a se tornar seu grande rival.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2005, o jornal O Globo anunciou que a produção de Faroeste Caboclo estava iniciando, e estaria sendo liderada pelo diretor René Sampaio.[2] Segundo o diretor, ele mesmo tinha o projeto de ver um filme sobre a música, e achou engraçado ele mesmo estar participando do projeto. René descreveu o filme como "tragédia grega".[3]

Cquote1.svg Todo mundo que ouviu a música naquela época ficava imaginando que aquela história daria um filme. Calhou que eu me tornei diretor e pude levar o projeto adiante. A ideia é fazer um filme fiel à letra do Renato. Cquote2.svg
diz diretor[3]

Os acordos para iniciar o desenvolvimento do roteiro foram feitos inicialmente com a família de Renato Russo, e foram aprovadas, assim logo depois sendo iniciado o roteiro. Contudo, a Editora Tapajós entrou na justiça para barrar a produção do filme, com a justificativa de que detém há mais de 20 anos os direitos autorais, e afirmando que a família não poderia ter negociado a adaptação sem sua permissão.[4] [5] A decisão do Superior Tribunal de Justiça veio apenas em 1 de janeiro de 2007, negando o pedido da Tabajós.[6] [7] Desde então, o filme passou muito tempo em fase de captação de recursos financeiros.

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Atores do longa-metragem durante filmagens.

O elenco principal do filme veio ser apenas confirmado em 8 de fevereiro de 2011. Fabrício Boliveira foi escolhido para interpretar João de Santo Cristo, Ísis Valverde foi confirmada como Maria Lúcia, enquanto que Felipe Adib será Jeremias.[8] [9] [10] Em 15 de abril de 2011, a atriz Cinara Leal foi confirmada no papel de Teresa, atriz irá substituir Fabiula Nascimento, que deixou o filme em razão de sua agenda lotada.[11] [12]

César Troncoso, marido de da personagem Teresa, veio a ser confirmado em 23 de maio de 2011.[13] [14] Sobre o seu personagem César Troncoso falou:

Cquote1.svg O Brasil é um país de muitos contrastes, e o filme fala disso. Quem nunca viveu na miséria pode ter dificuldade para entender os caminhos que alguns escolhem. O Pablo quer que a sua vida dê certo do jeito que ele conhece, seja trazendo contrabando da Bolívia, o que for. Porque se ele não fizer isso, ele simplesmente não come. Cquote2.svg

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens deram inicio em 12 de abril de 2011, com a cena da chegada do candango João de Santo Cristo a Brasília. Para rodar a cena, a produção mexeu na rodoviária para emular o final dos anos 70 e início dos 80, além de conseguir um ônibus de 1955, que circula pela região desde a época da construção de Brasília.[15] [16] [17] Para a fase das filmagens, foi utilizado uma base na 609 Norte, numa das unidades do Instituto de Educação Superior de Brasília. A equipe ocupou quatro amplas salas do subsolo da faculdade. Cada cômodo foi destinado a uma etapa da produção. Havia espaço para ensaios dos atores, testes de figurinos, pesquisas para cenários, entre outros.[18]

Em abril de 2011, foram gravadas cenas no Jardim ABC, que no filme será identificada como a Ceilândia do fim dos anos 1970. O diretor relatou que escolheu o lugar pois "era preciso de um local sem prédios e com pouco asfalto". As filmagens na região precisou de 200 figurantes, que foram escolhidos nos dias 18 e 19 de abril.[19] No final de julho de 2011, foi relatado que as filmagens tinha sido concluídas e que o processo de edição já havia sido iniciado, sob comandado de Marcelo Moraes, mesmo montador de Meu Nome Não É Johnny (2008).[20]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

A primeira sessão de pré-estréia de Faroeste Caboclo, foi em Brasília no dia 14 de maio de 2013 e a segunda sessão, foi no Rio de Janeiro, no dia 16 de maio. O longa-metragem vai ser exibido somente para convidados, em salas dos cinemas do Park Shopping, no Guará em Brasília e no Arteplex, em Botafogo, no Rio.[21] A estreia nacional no circuito comercial está marcada para 30 de maio.[1]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

O primeiro cartaz de Faroeste Caboclo foi divulgado via Instagram da atriz Ísis Valverde em 6 de abril de 2013.[22] Já o primeiro trailer teaser do filme saiu dois dias depois.[23]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Faroeste Caboclo recebeu em geral criticas positivas de críticos especializados, atingindo uma média de 3,3 de 5 estrelas, baseado em 19 críticas veiculadas na imprensa, de acordo com o site AdoroCinema.[24] O crítico Lucas Salgado se referiu ao filme como "bang bang à brasileira", avaliando 4 de 5 estrelas para o filme. Para Salgado, "tido como uma canção "inadaptável", Faroeste Caboclo chega muito bem aos cinemas, oferecendo ação, romance e suspense. Tudo isso sem ser pudico ou esconder a realidade daquela juventude, regada à sexo, drogas e muita violência".[25]

Referências

  1. a b Filme 'Faroeste Caboclo' vai estrear em 30 de maio. D2am (2 de janeiro de 2013). Página visitada em 8 de abril de 2013.
  2. Música da Legião Urbana será adaptada para o cinema. Yahoo! Brasil Cinema (10 de julho de 2005). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  3. a b Ricardo Calazans (5 de fevereiro de 2007). Faroeste Caboclo é uma "tragédia grega", diz diretor. Terra Networks. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  4. Um acordo entre a gravadora Edições Musicais Tapajós Ltda., do Rio de Janeiro, e os herdeiros de Renato Russo pôs fim à discussão no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre a adaptação cinematográfica da letra de Faroeste Caboclo pela produtora Copacabana Filmes.. Jornal Jorid. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  5. Agencia Estado (1 de janeiro de 2007). STJ NÃO IMPEDE USO DE "FAROESTE CABOCLO" PARA CINEMA. Globo.com. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  6. Editora Tapajós não pode, ainda, impedir adaptação de Faroeste Caboclo. Superior Tribunal de Justiça (2 de janeiro de 2007). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  7. STJ não impede o uso de "Faroeste Cabloco" para o cinema. Paraná Online (2 de janeiro de 2007). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  8. Faroeste Caboclo tem elenco revelado. Rolling Stone (8 de fevereiro de 2011). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  9. Conheça os atores confirmados para Faroeste Caboclo. Virgula (8 de fevereiro de 2011). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  10. Francisco Russo (8 de fevereiro de 2011). Faroeste Caboclo define elenco principal. AdoroCinema. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  11. Lucas Salgado (15 de abril de 2011). Faroeste Caboclo contrata atriz. AdoroCinema. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  12. Elenco de Faroeste Caboclo ganha novidades, confira!. Pipoca Blog (18 de abril de 2011). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  13. Carla Navarrete (24 de maio de 2011). César Troncoso dá vida ao traficante Pablo em ‘Faroeste Caboclo’. Yahoo! Cinema. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  14. Raquel Valadares (23 de maio de 2011). Perfil César Troncoso, o nosso Pablo. Site oficial. Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  15. Marcelo Hessel (13 de abril de 2011). Faroeste Caboclo — Começam as filmagens - veja um novo vídeo. Omelete (site). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  16. “Faroeste caboclo”, início das filmagens em abril. Cine Debate (3 de abril de 2011). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  17. Início das Filmagens. Site oficial (12 de abril de 2011). Página visitada em 6 de janeiro de 2012.
  18. Renato Alves (31 de março de 2011). Produção faz os ajustes para começar a gravar Faroeste Caboclo. Correio Braziliense. Página visitada em 10 de abril de 2013.
  19. Leilane Menezes (27 de abril de 2011). Filmagens de Faroeste caboclo agitam o Jardim ABC, na Cidade Ocidental. Correio Braziliense. Página visitada em 10 de abril de 2013.
  20. Filmagens de 'Faroeste Caboclo' terminam; confira elenco e cenas do filme. Paraiba (26 de julho de 2011). Página visitada em 10 de abril de 2013.
  21. Renato Alves (8 de abril de 2013). Primeira exibição de Faroeste Caboclo, o filme, será em Brasília. Correio Braziliense. Página visitada em 10 de abril de 2013.
  22. Roberto Cunha (6 de abril de 2013). Ísis Valverde divulga o cartaz oficial de Faroeste Caboclo. AdoroCinema. Página visitada em 8 de abril de 2013.
  23. Francisco Russo (8 de abril de 2013). Faroeste Caboclo ganha primeiro trailer. AdoroCinema. Página visitada em 8 de abril de 2013.
  24. Críticas da imprensa do filme Faroeste Caboclo. AdoroCinema. Página visitada em 6 de junho de 2013.
  25. Críticas AdoroCinema do filme Faroeste Caboclo. AdoroCinema. Página visitada em 15 de maio de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]