Cinema, Aspirinas e Urubus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cinema, Aspirinas® e Urubus
 Brasil
2005 • cor • 104 min 
Direção Marcelo Gomes
Roteiro Karim Aïnouz
Paulo Caldas
Marcelo Gomes
Elenco João Miguel
Peter Ketnath[1]
Hermila Guedes
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Cinema, Aspirinas e Urubus é um filme brasileiro de 2005, e o longa-metragem de estreia do diretor Marcelo Gomes. Foi rodado nas cidades de Patos, Picote, Pocinhos e Cabaceiras, no sertão da Paraíba. Cinema, Aspirinas e Urubus foi indicado pelo MinC para concorrer a uma indicação de Melhor Filme em Língua Estrangeira na edição de 2007 do Oscar.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história se passa no sertão nordestino de 1942 e conta a história de Johann (Peter Ketnath), um alemão que para fugir da Segunda Guerra Mundial, veio trabalhar como vendedor de aspirinas nas cidades do interior do Nordeste. Dirigindo seu caminhão, ele conhece Ranulpho (João Miguel), um nordestino que está tentando chegar a Rio de Janeiro e a procura de trabalho. Um encontro que mudar as vida de dois homens.

O Johann viaja pelos povoados do Nordeste do Brasil vendendo Aspirinas, tendo com estratégia de vendas a exibição de filmes promocionais para pessoas nos vilarejos. Num certo momento os planos e sonhos dos dois camaradas de estrada terão um novo rumo.

Cinema, Aspirinas e Urubus e á história de homens que foi influenciada pela declaração brasileira de guerra à Alemanha e os do governo brasileiro para o Nordeste: recrutamento dos nordestinos para ir para a Amazônia e a trabalhar como Soldados da Borracha.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Peter Ketnath ... Johann
  • Oswaldo Mil ... Claudionor Assis
  • João Miguel  ... Manoel
  • Fabiana Pirro ... Adelina
  • Verônica Cavalcanti ... Maria da Paz
  • Daniela Câmera ... Neide
  • Paula Francinete ... Lindalva

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Cannes de 2005[editar | editar código-fonte]

  • O filme participou da seleção oficial da Mostra Un Certain Regard (Um Certo Olhar) do Festival de Cannes 2005. O famoso festival, conhecido como o maior evento de cinema do mundo, recebeu durante o período de 11 a 22 de maio, cerca de quatro mil jornalistas.
  • A sessão oficial do filme aconteceu no dia 16 de maio, com a presença do Ministro da Cultura do Brasil, Gilberto Gil e do Secretário do Audiovisual, Orlando Senna.
  • O filme recebeu o "Prêmio da Educação Nacional", criado pelo Ministério da Educação Nacional, que prevê a distribuição do filme, através de um DVD pedagógico, para aproximadamente um milhão de estudantes franceses. Este prêmio foi recebido pelos cineastas Gus Van Sant (Elephant, 2003) e Emir Kusturica (A Vida é um Milagre, 2004).
  • O filme foi destaque das principais revistas de cinema, a exemplo de: The Hollywood Report, Variety e Screen International.

Festival Internacional do Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

  • Em sua primeira exibição do filme no Brasil, no Cine Odeon, o filme recebeu o "Prêmio Especial do Júri" e o prêmio de "Melhor Ator".

Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[editar | editar código-fonte]

  • Melhor Filme - Venceu
  • Melhor Diretor (Marcelo Gomes) - Venceu
  • Melhor Ator (João Miguel) - Indicado
  • Melhor Atriz (Hermila Guedes) - Indicada

29ª Mostra Internacional de São Paulo 2005[editar | editar código-fonte]

  • Pela primeira vez na história da Mostra um filme brasileiro recebeu o prêmio máximo de "Melhor Filme" (Bandeira Paulista).
  • O ator João Miguel recebeu o prêmio de "Melhor Ator" e ainda o "Prêmio da Crítica".

Amazonas Film Festival 2005[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu o "Prêmio Especial do Júri".

Festival de Santa Maria da Feira - Portugal 2005[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu o prêmio de "Melhor Filme do Júri" e o de "Melhor Filme do Clube de Cinema".

Festival Internacional de Mar del Plata - Argentina 2006[editar | editar código-fonte]

  • Foi considerado o "Melhor Filme Iberoamericano".

FestivalInternacional de Guadalajara - México 2006[editar | editar código-fonte]

  • Troféu de "Melhor Filme Iberoamericano" e "Melhor Ator".

Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) 2005[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu os prêmios de "Melhor Filme" e "Melhor Fotografia".

Festival SESC Melhores do Ano[editar | editar código-fonte]

  • Considerado o "Melhor Filme" pela crítica e pelo público; "Melhor Diretor", pela crítica e pelo público; e "Melhor Ator", pela crítica e pelo público.

Festival de Cinema de Cuiabá 2006[editar | editar código-fonte]

  • Escolhido como "Melhor Filme", "Melhor Ator" e "Melhor Produção".

Associação Brasileira de Cinematografia 2006[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu o prêmio de "Melhor Fotografia".

Outros festivais[editar | editar código-fonte]

Convites especiais (participação hors concours)[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. Elenco

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]