Hermila Guedes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hermila Guedes
Nascimento 1 de janeiro de 1980 (34 anos)
Cabrobó, Pernambuco
Nacionalidade  brasileiro(a)
Ocupação atriz
Cônjuge Tatto Medini
Outros prêmios
Grande Prêmio Cinema Brasil
2008 - Melhor atriz por O Céu de Suely

Festival de Havana

2006 - Melhor atriz por O Céu de Suely

Troféu APCA

2006 - Melhor atriz da Mostra de SP, por O Céu de Suely

Festival de Cinema do Recife

Melhor atriz de curta-metragem

Cine Ceará

2000 - Melhor atriz de curta-metragem, por O Pedido
IMDb: (inglês)

Hermila Guedes (Cabrobó, 1º de janeiro de 1980)[1] é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em Cabrobó,[2] Pernambuco, Hermila mudou-se com a irmã Hermana (mais nova) para Olinda aos 10 anos, depois que o pai, policial, foi assassinado.[1] Depois, mudaram-se para Recife, aonde ia desde muito cedo para tratamento de sua vitiligo.[1]

Em Recife, cursou a faculdade de Turismo e, depois, de Letras, na UFPE.[1] Chegou a trabalhar em agência de viagens, até que apareceu um teste para o curta-metragem O Pedido, de Adelina Pontual. Hermila foi aprovada e, em 2000, aos 20 anos, recebeu por esse trabalho o prêmio de melhor atriz de curta-metragem no 4º Festival de Cinema de Recife e no 10º Cine Ceará.[3]

No teatro, estreou com a peça A Duquesa dos Cajus, de Benjamim Santos, dirigida João Ferreira, em 1999. Depois vieram: Noite Feliz, em 2000; Paixão de Cristo, em 2001 (em cartaz até 2005); Meia Sola, em 2003; Angu de Sangue, 2004; e, no ano seguinte, Três Viúvas de Arthur.[1]

Seu primeiro longa-metragem foi Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes.[1] Em 2005, protagonizou o longa Céu de Suely, de Karim Aïnouz, que no ano seguinte lhe valeu os prêmios de melhor atriz nos festivais do Rio e Cine Goiânia, além do 28º Festival de Havana.[3]

Em 2006, a TV Globo convidou Hermila para viver a cantora Elis Regina no especial Por Toda a Minha Vida, dirigida por Ricardo Waddington e João Jardim. Em 2008, estreou em telenovelas vivendo a personagem Divina, na segunda versão de Ciranda de Pedra. No ano seguinte, passou a integrar o elenco fixo da telessérie Força Tarefa, que ficou no ar até 2010.[3]

Em 2011, entrou em cartaz com o filme Assalto ao Banco Central, de Marcos Paulo. Em agosto desse ano, a revista Status publicou ensaio sensual com a atriz.[4] [5]

Hermila é casada com o ator Tatto Medini, com quem tem uma filha, Celina, nascida em 2008.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Papel
2007 Por Toda a Minha Vida - Elis Regina Elis Regina
2008 Ciranda de Pedra Divina
Agora Curta apresentadora
2009
2010
Força-Tarefa Selma
2011 Minha Vida é a Minha Cara apresentadora
2012 Amor Eterno Amor Marlene

Cinema[editar | editar código-fonte]

Cinema
Ano Título Papel
2005 Cinema, Aspirinas e Urubus Jovelina
Entre Paredes Michele
2006 Rifa-Me Deise
O Céu de Suely Hermila/Suely
2007 Baixio das Bestas Dora
Deserto Feliz Pâmela
2008 Carnaval Inesquecível Laura
2011 Ponto Final Eliza
O Grande Kilapy Francisca
Assalto ao Banco Central Carla
2012 Boca Alaíde
Quinha Rosa

Teatro[editar | editar código-fonte]

Teatro
Ano Título
1999 A Duquesa dos Cajus
2000 Noite Feliz
2001 Paixão de Cristo
2003 Meia-Sola
2004 Angu de Sangue
2005 Três Viúvas de Artur
2011 Essa Febre Que não Passa

Referências

  1. a b c d e f Hermila Guedes História do Cinema Brasileiro. Visitado em 31/8/2011.
  2. Romero Rafael (s/d). Sobre febres que não passam (entrevista) Diário de Pernambuco on-line. Visitado em 31/8/2011.
  3. a b c Hermila Guedes A Gente Se Fala. Visitado em 31/8/2011.
  4. Musa do filme ‘Assalto ao Banco Central’, Hermila Guedes posa sensual para a ‘Status’ Jornal "Extra" (29/7/2011). Visitado em 31/8/2011.
  5. Pernambucana Hermila Guedes revela sua sensualidade na revista masculina Status Diário de Pernambuco (1/8/2011). Visitado em 31/8/2011.
  6. 24 horas com Hermila Guedes Revista TPM (18/7/2011). Visitado em 31/8/2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.