Luiz Fernando Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Luiz Fernando Carvalho de Almeida (Rio de Janeiro, 28 de julho de 1960) é um cineasta e diretor de televisão brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carvalho estudou arquitetura e letras. Gostando de desenhar desde criança, fez durante a adolescência trabalhos de desenho em jornais e revistas. Aos 18 anos fez seus primeiros trabalhos em cinema, ainda como estágiário. Pouco depois começou a trabalhar no nucleo Usina de teledramaturgia da Rede Globo de televisão, onde conheceu o diretor de fotografia Walter Carvalho com quem realizou diversos trabalhos desde então. Neste núcleo foi diretor assistente de diversas minisséries, como O Tempo e o Vento e Grande Sertão: Veredas.

Em 1986, escreveu e dirigiu o curta metragem A Espera, baseado no livro Fragmentos de um Discurso Amoroso de Roland Barthes. O filme recebeu os prêmios de Melhor Filme, Melhor Atriz (Marieta Severo) e Melhor Fotografia (Walter Carvalho) no Festival de Gramado, Melhor Curta-Metragem (Concha de Oro) no Festival de San Sebastian, na Espanha, e o Prêmio Especial do Juri no Festival de Ste Therèse, no Canadá.

Depois disso teve uma fase produtiva na televisão. Entre seus principais trabalhos desse período estão a minissérie Riacho Doce (1990), as novelas Pedra sobre Pedra (1992), Renascer (1993) e O Rei do Gado (1996) e os especiais Os Homens Querem Paz (1991), Uma Mulher Vestida de Sol (1994) e A Farsa da Boa Preguiça (1995).

No final da década de 1990, conhece o romance Lavoura Arcaica de Raduan Nassar. Disposto a filmá-lo inicia o projeto de produção. Para isso realiza uma viagem ao Líbano para tomar conhecimento da cultura mediterrânea. Durante esta viagem realiza filmagens que resultaram no elogiado documentário Que Teus Olhos Sejam Atendidos(1998), co-produzido pelo canal de televisão GNT.

Realiza então o seu primeiro longa metragem Lavoura Arcaica (2001), também com fotografia de Walter Carvalho. No elenco estão Selton Mello, Raul Cortez, Simone Spoladore e Juliana Carneiro da Cunha. Disposto a manter a máxima fidelidade ao revolucionário estilo narrativo de Raduan Nassar, decide fazer o filme sem roteiro prévio, apoiado inteiramente no texto do livro. Para isso realiza um intenso trabalho de preparação de atores que conviveram por quatro meses em uma fazenda.

Após as filmagens, e depois de resolver problemas de financiamento, consegue finalizar seu filme, tendo sido ele mesmo o editor cinematográfico e editor de som. O filme fez sucesso de crítica e Carvalho foi muito elogiado como um dos mais importantes diretores de cinema do Brasil. Lavoura arcaica teve uma carreira bem sucedida em diversos festivais internacionais, tendo recebido mais de vinte prêmios.

Em 2001, enquanto finalizava Lavoura arcaica, dirigiu a minissérie Os Maias, baseada no romance homônimo de Eça de Queirós.

Ainda traumatizado com o fiasco de Esperança, de 2002, fez questão de recusar a direção da novela Senhora do Destino, em 2004, que acabou ficando a cargo de Wolf Maya, e se tornou um grande sucesso.

Em 2005, produziu a minissérie Hoje é Dia de Maria, que foi comparada a Lavoura Arcaica por ter uma linguagem inovadora para uma minissérie de televisão.

Em 2007, dirigiu a série A Pedra do Reino, exibida na TV Globo e baseada no Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta, de Ariano Suassuna. Com cinco episódios e cerca de quatro horas de duração, a série foi gravada na cidade de Taperoá, onde o escritor passou sua infância.

Em 2008, dirigiu a minissérie Capitu, baseada na obra de Machado de Assis.1 E em 2010, dirigiu Afinal, o Que Querem as Mulheres?.

Em 2012, dirigiu o seriado Subúrbia, programa criado e escrito por ele em parceria com Paulo Lins.

Foi casado com a artista plástica Sandra Burgos, com quem tem um filho, Théo.

Foi casado com a atriz Tereza Seiblitz. Eles tem um filho juntos, chamado Vittório, nascido em 8 de junho de 2001.2

Atualmente é casado com a atriz Letícia Persiles, com quem tem um filho.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão

No cinema

Ligações externas[editar | editar código-fonte]