Alessandra Maestrini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alessandra Maestrini
Alessandra Maestrini (foto de 2009)
Nome completo Alessandra Maestrini
Nascimento 17 de maio de 1977 (37 anos)
Sorocaba, SP
 Brasil
Ocupação atriz e cantora
Atividade 1996 - atualmente
IMDb: (inglês)

Alessandra Maestrini (Sorocaba, 17 de maio de 1977) é uma atriz e cantora brasileira. Filha de mãe gaúcha e pai estadunidense, nasceu em Sorocaba, estado de São Paulo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Alessandra desde cedo gostava de música, literatura e arte em geral. Quando menina, costumava criar cenas, escrever, cantar, dançar, desenhar e dirigir os amiguinhos.

Já morando no Rio de Janeiro, fez um curso de férias com Cláudia Jimenez e aos 11 anos entrava para o Tablado. Começou a estudar canto aos 15 anos (que posteriormente virariam aulas de canto lírico com a conceituada professora Vera do canto e Mello). Um ano depois se apresentou com a Companhia de Daniel Herz e Suzanna Krueger. Aos 17 anos ganhou uma bolsa de teatro e música para estudar nos Estados Unidos, na Universidade de Evansville, em Indiana.

Voltando ao Brasil, entrou para o elenco do premiado musical "As Malvadas", de Charles Möeller e Cláudio Botelho. A partir de então não parou mais, alternando trabalhos em teatro, televisão e cinema. Além de "As Malvadas", Alessandra participou de diversos musicais de sucesso, como "O Abre Alas", "Rent" (no papel de Maureen Johnson), "Les Miserables" (no papel de Fantine) e "Ópera do Malandro", de Charles Möeller e Cláudio Botelho (no papel de Lúcia). A participação no musical de Chico Buarque pode ser considerada um divisor de águas na sua carreira. Apesar de o papel de Lúcia não ser o principal, Alessandra conseguiu chamar a atenção por sua interpretação de "Palavra de Mulher", que teria emocionado o próprio autor. Em seguida, Alessandra participou do espetáculo "Ópera do Malandro em Concerto", uma versão mais compacta da "Ópera".

A atriz também trabalhou com Lázaro Ramos e Drica Moraes na peça "Mamãe não pode saber", e estrelou "O Casamento do Pequeno Burguês", que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de Melhor Atriz em 2004. Outro espetáculo que participou foi "Utopia", uma adaptação para o teatro do livro homônimo do escritor inglês Thomas Morus, publicado em 1516.

No cinema, trabalhou com os diretores João Falcão ("Fica Comigo essa Noite"), Miguel Falabella ("Polaróides Urbanas") e Gleyson Spadetti ("O Labirinto"). Na televisão, participou da minissérie Chiquinha Gonzaga, do programa Sob Nova Direção e, em 2007, da minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, onde viveu Soledad, cantora da companhia de zarzuela de Maria Alonso (Christiane Torloni). Em 2007, Alessandra estreou o espetáculo musical "7", da dupla Charles Möeller/Claudio Botelho. O papel foi escrito especialmente para ela. Amélia era uma mulher traída pelo marido, que recorria à cartomante Carmem, vivida por Zezé Motta para tê-lo de volta.

De 2007 a 2009 Alessandra esteve no ar, pela Rede Globo no seriado "Toma Lá Dá Cá", de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa, no papel da divertida empregada Bozena, personagem que divertiu o público com as histórias hilárias de sua terra natal, Pato Branco, no Paraná. A repercussão e carisma da personagem foi tamanha, que Alessandra foi agraciada com uma medalha de "cidadã honorária" em Pato Branco.

Conciliando o final das gravações de "Toma Lá Dá Cá", entrou em tournée pelo Brasil junto a Reynaldo Gianecchini com a peça, "Doce Deleite", dirigida por Marília Pêra, e começou a gravar a novela "Tempos Modernos" dando vida a cantora de ópera Ditta. Além de mostrar talento para o drama, Alessandra que é Soprano coloratura impressionou o púplico nas cenas da ópera "Tosca" de Giacomo Puccini e ganhou inúmeros fãs, com a interpretação de "Trust Me" da rockeira Janis Joplin.

Em 2010, Alessandra gravou a canção True Colors de Cindy Lauper para a trilha sonora internacional da novela Ti-Ti-Ti. A música agradou tanto, que foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, na primeira vez que foi ao ar. Em 2014, é escalada para Sexo e as Nega, série de Miguel Falabella. [1] Ainda em 2014, numa entrevista à Revista Caras assume ser bissexual.[2] [3] [4]

Ativista Anti-Câncer[editar | editar código-fonte]

Alessandra Maestrini participou do evento Show Com Você, Pela Vida, realizado pela Fundação do Câncer, no dia 18 de abril de 2011, no Vivo Rio, Rio de Janeiro. A atriz e cantora se apresentou cantando sucessos de Tom Jobim. A verba arrecadada com a venda dos ingressos foi destinada para projetos do INCA. Alessandra Maestrini já havia se apresentado no mesmo evento no ano de 2010.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo Personagem Nota
1999 Chiquinha Gonzaga Marli
2004 A Diarista Marli (Episódio "Aquele Com os Loucos")
2005 A Lua Me Disse Jamile Ferreira Participação Especial
2005 Toma Lá Dá Cá (especial de fim de ano) Bozena
2006 A Diarista Vendedora
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes Soledad Coadjuvante
2007 Sob Nova Direção 1 episódio
2007 a 2009 Toma Lá Dá Cá Bozena Co-protagonista
2010 Tempos Modernos Benedita Kunetscov (Ditta) Co-protagonista
2011 Batendo Ponto Sofia Episódio "Como não procurar um novo emprego"
2012 Guerra dos Sexos Alessandra do Lago Participação Especial [5]
2013 Pé na Cova Hérnia Episódio: "O Morto de Chinó" [6] [7]
Correio Feminino A Mulher Amada
2014 As Canalhas Margô Episódio: "Margô, a enfermeira"[8] [9]
Sexo e as Negas Gaudéria [10]

Cinema[editar | editar código-fonte]

No Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1997/1998 - As Malvadas - Laura
  • 1999 - Ó Abre Alas - Chiquinha Gonzaga
  • 1999 - Aí Vem O Dilúvio - Clementina
  • 1999/2000 - Rent - Maureen
  • 2002 - Les Misérables - Fantine
  • 2002 - 'Mamãe Não Pode Saber - Mamãe/Dona Glória
  • 2003 - A Ópera Do Malandro - Lúcia
  • 2004 - O Casamento do Pequeno Burguês - Maria
  • 2006 - Utopia
  • 2007 - A Ópera Do Malandro Em Concerto - Lúcia
  • 2007/2008 - 7 o Musical - Amélia
  • 2009 - Doce Deleite - vários personagens
  • 2011 - New York, New York[11] - Francine Evans
  • 2013 - "New York, New York" Turnê Nacional - Francine Evans

Referências

  1. Patrícia Kogut (18 de junho de 2014). Alessandra Maestrini, Bia Nunes e Marcos Breda estarão em 'Sexo e as nega' O Globo. Visitado em 18 de junho de 2014.
  2. Alessandra Maestrini (12 de agosto de 2014). Alessandra Maestrini assume sua bissexualidade: "Alívio" Caras. Visitado em 13 de agosto de 2014.
  3. Alessandra Maestrini assume sua bissexualidade a revista Ego (12 de agosto de 2014). Visitado em 13 de agosto de 2014.
  4. Alessandra Maestrini revela ser bissexual a revista: 'Estou me assumindo porque estou exausta' Extra (12 de agosto de 2014). Visitado em 13 de agosto de 2014.
  5. Gshow (11 de fevereiro de 2013). Alessandra Maestrini solta a voz em 'Guerra' e traz mais mistério ao sumiço de Otávio Por trás das Câmeras - Guerra dos Sexos. Visitado em 18 de junho de 2014.
  6. Gshow (25 de abril de 2013). É hoje! Vestida de noiva, Alessandra Maestrini entra no clima de Pé na Cova Por Trás das Câmeras - Pé na Cova. Visitado em 13 de agosto de 2014.
  7. Patrícia Kogut (12 de abril de 2013). Alessandra Maestrini grava 'Pé na cova' com Falabella e Marília Pêra O Globo. Visitado em 13 de agosto de 2014.
  8. Margô (Alessandra Maestrini), a enfermeira As Canalhas - GNT. Visitado em 13 de agosto de 2014.
  9. Patrícia Kogut (10 de abril de 2014). 'As canalhas' estreia temporada muito melhor que a anterior O Globo. Visitado em 13 de agosto de 2014.
  10. Clara Passi (29 de agosto de 2014). Alessandra Maestrini muda visual para série 'Sexo e as nêga' O Globo. Visitado em 27 de agosto de 2014.
  11. Alessandra Maestrini comenta o sucesso do musical New York, New York (em Português). Visitado em 03 de Maio de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.