Spotify

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spotify
Spotify.svg
Desenvolvedor Spotify Ltd.
Plataforma Microsoft Windows, Mac OS X, GNU/Linux (.deb),[1] iOS, Android, Palm, Windows Phone, Symbian OS
Lançamento 7 de outubro de 2008 (6 anos)
Versão estável 0.9.10.350 (14 de maio de 2014; há 23 semanas e 2 dias[2] [3] )
Idioma(s) Inglês, espanhol, francês, português
Escrito em C++
Gênero(s) Streaming
Licença Proprietário
Estado do desenvolvimento Ativo
Página oficial www.spotify.com/int/

Spotify é um serviço de música comercial em streaming provido de restrição de gestão de direitos digitais[4] usado em computadores com sistemas operacionais Microsoft Windows, Mac OS X e Linux e em dispositivos móveis como Windows Phone, Symbian, iPhone, iPad, Android e BlackBerry. Permite escutar e comprar música pesquisando por artista, álbum ou listas de reprodução criadas pelos próprios usuários. O programa foi lançado em 7 de outubro de 2008 no mercado europeu enquanto sua aplicação em outros países foi realizada ao longo de 2009.[5] A versão oficial para iPad foi lançada em 2 de maio de 2012[6] . O serviço foi lançado em fase Beta no território brasileiro no dia 6 de janeiro de 2014.[7]

A empresa, que tem sua sede em Estocolmo, Suécia, assinou acordos com as gravadoras Universal Music, Sony BMG, EMI, Hollywood Records e Warner Music entre outros.[5] O serviço tinha em 15 de setembro de 2010 quase 10 milhões de usuários.[8] Em março de 2012 tinha cerca de três milhões de usuários pagos nos países disponíveis dos quais cerca de 375.000 na Espanha[9] .

História[editar | editar código-fonte]

Spotify vem sendo desenvolvido desde 2006 pela empresa Spotify AB com base em Estocolmo na Suécia.[5] A empresa foi fundada por Daniel Ek, ex-CTO de Stardoll, Lorentzon e Martin, co-fundador da TradeDoubler. A empresa matriz está localizada na Inglaterra, e tem sede em Estocolmo.[10]

O serviço é estruturado por três tipos de contas ou usuários.[11] Uma delas é o pagamento e as outras duas são gratuitas. Os usuários que têm contas gratuitas são divididos em grátis, aqueles que concederam por meio de convite e ter consumo ilimitado em troca de publicidade e aberto, que foi lançado através de seu próprio site e disponíveis 20 horas por mês.[11] O usuário tem acesso a faixas de várias gravadoras, multinacionais como etiquetas independentes, em constante expansão. As faixas podem ser encontradas através de uma busca por artistas, títulos, álbuns, gêneros, ano de publicação.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O serviço foi premiado na décima sexta edição do Webby Awards, como site mais importante.[12]

Disponibilidade geográfica[editar | editar código-fonte]

No Brasil, o serviço foi disponibilizado no dia 28 de maio de 2014.[13] [14]

Em Portugal, o Spotify entrou em funcionamento em fevereiro de 2013.[15]

Referências

  1. Spotify presenta una versión para Linux (em espanhol) El País (13 de julho de 2010). Visitado em 2 de maio de 2012.
  2. Spotify Download Techtudo (em português) TechTudo. Visitado em 15 de maio de 2014.
  3. Spotify - Download.com (em inglês) CNET. Visitado em 2 de maio de 2012.
  4. Orlowski, Andrew. Spotify, DRM and the celestial jukebox The Register.
  5. a b c COMUNICADO: Spotify anuncia acuerdos de licencia y su próximo lanzamiento (1) (em espanhol) elEconomista.es (7 de outubro de 2008). Visitado em 2 de maio de 2012.
  6. Sol (2 de maio de 2012). Spotify lança aplicação para iPad (em português) Sapo.pt. Visitado em 2 de maio de 2012.
  7. Karla Soares (7 de janeiro de 2014). Lançamento do Spotify Brasileiro (em português) globo.com. Visitado em 8 de janeiro de 2014.
  8. Duncan Geere (15 de setembro de 2010). Spotify hits 10 million users and 10 million tracks (em inglês) wired.co.uk. Visitado em 2 de maio de 2012.
  9. Spotify elimina el límite de escuchar la misma canción cinco veces al mes (em espanhol) RTE (30 de março de 2012). Visitado em 2 de maio de 2012.
  10. Background information (em inglês) Spotify.com. Visitado em 2 de maio de 2012.
  11. a b Spotify: "para poder ofrecer música gratis, tenemos que ponerle límites" Europa Press (14 de abril de 2011). Visitado em 14 de abril de 2011.
  12. Google+, Spotify e Facebook ganham a 16ª edição do prêmio Webby France Presse G1 (1 de maio de 2012). Visitado em 2 de maio de 2012.
  13. Felipe Gugelmin (28 de maio de 2014). Spotify chega oficialmente ao Brasil para brigar com a pirataria Tecmundo.com.br. Visitado em 28 de maio de 2014.
  14. Maurício Grego (28 de maio de 2014). Spotify, o maior serviço de música do mundo, chega ao Brasil Exame Grupo Abril. Visitado em 28 de maio de 2014.
  15. Serviço de música Spotify chega a Portugal Público (11 de fevereiro de 2013). Visitado em 30 de março de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.