Pedro Luis de Borja Llançol de Romaní

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
de Borja Llançol de Romaní
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo-emérito de Valência
Penitenciário-mor

Título

Cardeal-presbítero de São Marcelo
Cardeal-presbítero de Santa Maria em Via Lata
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 1502
Nomeado arcebispo 29 de agosto de 1500
Cardinalato
Criação 20 de março de 1500 pelo Papa Alexandre VI
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento EspanhaValência, 1472
Morte Valência, 4 de outubro de 1511 (39 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Pedro Luis de Borja Llançol de Romaní[1] , O.E.S.S.H. (Valência, 1472 - Roma, 4 de outubro de 1511) foi um cardeal espanhol pertencente à poderosa família Borja. Foi arcebispo de Valência e Penitenciário-mor da Igreja.

Foi criado cardeal in pectore pelo Papa Alexandre VI em 20 de março de 1500 e revelado em 28 de setembro do mesmo ano, recebendo o título de cardeal-diácono de Santa Maria em Via Lata, substituindo ao seu irmão, Juan de Borja Llançol de Romaní. Ainda em 1500, foi consagrado arcebispo de Valência.

Foi ordenado padre em 1502, o que prova que sua criação como cardeal se deu pelos laços familiares com o Papa. Em 1503, recebeu o título de cardeal-padre de São Marcelo. Ainda em 1503 foi nomeado Penitenciário-mor da Igreja. Entre 28 de agosto e 23 de outubro de 1507, com o fim de salvar a proibição de que um filho sucedera o pai numa cadeira episcopal, assumiu um mandato de transição como arcebispo de Santiago de Compostela, enquanto Alonso III de Fonseca buscava aprovação, pois era filho de Alonso II de Fonseca. Em 1510, foi também nomeado arcipreste da Basílica de Santa Maria Maior.

Faleceu em Valência em 4 de outubro de 1511.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Segundo algumas fontes, Pedro Luis de Borja Lançol de Romaní.
Precedido por
César Bórgia
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Valência

1500 - 1511
Sucedido por
Alonso de Aragão
Precedido por
Juan de Borja Llançol de Romaní
Brasão cardinalício
Cardeal-diácono de Santa Maria em Via Lata

1500 - 1511
A partir de 1503, in commendam
Sucedido por
Marco Cornaro
Precedido por
Giovanni Michiel
Brasão cardinalício
Cardeal-presbítero de São Marcelo

1503 - 1511
Sucedido por
Francisco de Remolins
Precedido por
Giuliano della Rovere, O.F.M.
Coat of arms of the Vatican City.svg
Penitenciário-mor

1503 - 1511
Sucedido por
Leonardo Grosso della Rovere