Per qualche dollaro in più

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Per qualche dollaro in più
Por mais alguns dólares (PT)
Por uns dólares a mais (BR)
Itália/França/Alemanha Ocidental
1965 • cor • 132 min 
Direção Sergio Leone
Produção Alberto Grimaldi
Roteiro Fulvio Montella
Sergio Leone
Luciano Vincenzoni
Elenco Clint Eastwood
Lee van Cleef
Gian Maria Volonté
Klaus Kinski
Género Faroeste
Idioma Italiano
Música Ennio Morricone
Direção de fotografia Massimo Dallamano
Figurino Carlo Simi
Edição Eugenio Alabiso
Giorgio Serrallonga
Adriana Novelli
Estúdio P.E.A, Constantin Films
Lançamento 18 de dezembro de 1965
Cronologia
Último
Último
Per un pugno di dollari
Il buono, il brutto, il cattivo
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Per qualche dollaro in più Por uns dólares a mais (título no Brasil) ou Por mais alguns dólares (título em Portugal) é um filme italiano, espanhol e alemão ocidental de 1965, do gênero western spaghetti, dirigido por Sergio Leone.[1]

Lançado nos Estados Unidos em 1967, o filme é a segunda parte da chamada Trilogia dos Dólares do diretor Leone. Clint Eastwood é o protagonista deste e dos outros filmes, sempre interpretando um Pistoleiro sem nome, papel que o celebrizou no início de sua carreira.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ambientado no Novo México e Texas, o filme trata de dois caçadores de recompensas, Moncho e Mortimer, que acabam por disputar a mesma recompensa: El Indio. Este foi resgatado da prisão, cuja captura foi fixada em dez mil dólares – vivo ou morto, e planeja assaltar o banco de El Paso. Apesar da rivalidade, os caçadores decidem unir forças e se infiltrar no bando de El Indio para conseguirem seu intento.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Clint Eastwood — Monco
  • Lee Van Cleef — Coronel Douglas Mortimer
  • Gian Maria Volonté — El Indio
  • Klaus Kinski — Wild
  • Mario Brega — Niño
  • Luigi Pistilli — Groggy
  • Panos Papadopulos — Sancho Perez
  • Benito Stefanelli — Luke
  • Aldo Sambrell — Cuccillo
  • Joseph Egger — velho profeta
  • Roberto Camardiel — funcionário da estação
  • Mara Krup — Mary
  • Luis Rodriguez — membro do bando de El Índio
  • Tomas Blanco — xerife de Tucumcari
  • Lorenzo Robledo — traidor de El Indio
  • Sergio Mendizabal — gerente do banco de Tucumcari
  • Carlo Simi — gerente do banco de El Paso
  • Dante Maggio — prisioneiro/carpinteiro
  • Diana Rabito — mulher na banheira
  • Giovanni Tarallo — telegrafista
  • Mario Meniconi — condutor de trem
  • Werner Abrolat — Slim
  • José Terrón — Guy Calloway
  • José Marco — 'Baby' Red Cavanaugh

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme foi feito na região desértica de Almeria, Espanha, cujos cenários ainda existem e tornaram-se uma atração turística,[2] e os interiores nos estúdios da Cinecittà em Roma.

Blu-ray[editar | editar código-fonte]

A versão em blu-ray foi lançada em agosto de 2011 pela MGM.[3]

Referências

  1. IMDB - Por uns Dólares a Mais (1965) IMDB. Visitado em 14 de agosto de 2013.
  2. Parque Oasys.
  3. For a Few Dollars More Blu-ray Bluray.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Trilogia dos dólares
Per un pugno di dollari (1964) | Per qualche dollaro in più (1965) | Il buono, il brutto, il cattivo (1966)