Pirangi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Pirangi
Bandeira desconhecida
Brasão de Pirangi
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 7 de março de 1935
Fundação 3 de agosto de 1895
Gentílico pirangiense
Prefeito(a) Brás de Sarro
(2013–2016)
Localização
Localização de Pirangi
Localização de Pirangi em São Paulo
Pirangi está localizado em: Brasil
Pirangi
Localização de Pirangi no Brasil
21° 05' 27" S 48° 39' 28" O21° 05' 27" S 48° 39' 28" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Ribeirão Preto IBGE/2008 [1]
Microrregião Jaboticabal IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Bebedouro, Taiaçu, Vista Alegre do Alto, Ariranha, Palmares Paulista, Paraíso e Monte Azul Paulista
Distância até a capital 390 km
Características geográficas
Área 215,809 km² [2]
População 11 167 hab. Estimativa IBGE/2014 [2]
Densidade 51,74 hab./km²
Altitude 538 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,779 alto PNUD/2000 [3]
PIB R$ 114 505,496 mil IBGE/2008[4]
PIB per capita R$ 10 657,62 IBGE/2008[4]
Página oficial

Pirangi[nota 1] é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 21º05'29" sul e a uma longitude 48º39'28" oeste, estando a uma altitude de 538 metros. Sua população estimada em 2014 era de 11 167 habitantes. Possui uma área de 215,81 km².[2]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O topônimo Piranji origina-se da língua tupi e significa rio vermelho ou rio do peixe vermelho.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Junto ao córrego Boa Vista, em 1895, foi aberta uma trilha pelos habitantes do distrito de São Sebastião do Turvo (atual Paraíso), desmataram uma área e fundaram um povoado, erigindo uma capela sob o orago de Santo Antonio.

Naquele mesmo ano, Antônio Bernardo de Souza, Galdino Olegário do Nascimento e Joaquim Bernardo de Miranda doaram suas terras para a expansão do povoado, que recebeu o nome de Santo Antônio da Boa Vista, depois alterado para Santo Antônio da Bela Vista. Anos depois, para facilitar o acesso de outras famílias, foi aberta uma ligação para a estrada do Taboado e, com o aumento da população, criou-se no povoado um distrito policial, que foi elevado em 1913 à categoria de distrito de paz, sob a jurisdição de Jaboticabal (Lei Estadual 1402, de 23 de dezembro de 1913). Este distrito recebeu o nome de Pirangi, cuja emancipação ocorreria em 1935, quando foi elevado à categoria de município com a denominação de Pirangi (Decreto 6997, de 7 de março de 1935), sendo desmembrado de Jaboticabal.[5]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados da estimativa - 2008

População Total: 10.315

  • Urbana: 8.687
  • Rural: 1.351
  • Homens: 5.257
  • Mulheres: 5.058

Densidade demográfica (hab./km²): 46,52

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,67

Expectativa de vida (anos): 72,43

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,05

Taxa de Alfabetização: 89,21%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,779

  • IDH-M Renda: 0,704
  • IDH-M Longevidade: 0,791
  • IDH-M Educação: 0,843

(Fonte: IPEADATA)

Notas

  1. Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Piranji. Prescreve-se o uso da letra "J" para palavras de origem indígena. O nome vem do tupi rio vermelho ou rio do peixe vermelho, segundo Teodoro Fernandes Sampaio.[5] Ao longo dos anos, a grafia foi alterada para pirá-gy, pirangê, pirangi e finalmente para piranji.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. a b c IBGE Cidades_Pirangi Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). Visitado em 26 de janeiro de 2015.
  3. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  4. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. a b c Histórico Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). Visitado em 27 de janeiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]