Placas de ouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Série temática sobre os
Santos dos Últimos Dias
Salt Lake Temple spires.jpg
História
Primeira Visão
Crise na sucessão
Escrituras-padrão
Livro de Mórmon
Doutrina e Convênios
Pérola de Grande Valor
Bíblia
Importantes líderes
Joseph Smith Jr. · Oliver Cowdery
Sidney Rigdon · Brigham Young
Thomas S. Monson
Publicações Periódicas (em português)
A Liahona
Doutrinas
Regras de fé
Estrutura
Primeira Presidência
Quórum dos Doze Apóstolos
Quórum dos Setenta
Conflitos
Guerra Mórmon · Guerra de Utah
Legião Nauvoo · Batalhão Mórmon
Ramificações
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Comunidade de Cristo
Bickertonitas · Strangitas
Igreja de Cristo (Lote do Templo)


As Placas de Ouro, segundo a crença dos Santos dos Últimos Dias, são a fonte de Joseph Smith Jr., que traduziu o Livro de Mórmon, um texto sagrado do mormonismo.

Smith disse que encontrou as placas em 22 de setembro de 1823 em uma colina perto de sua casa em Manchester, Nova York, após um anjo ter dirigido a ele uma caixa de pedra enterrada. Em 1827, em sua quarta tentativa anual para recuperar as placas, Smith voltou para casa com um objeto pesado envolto em um vestido. Apesar de ter permitido que outros vissem a caixa, ele disse que o anjo lhe tinha proibido de mostrar as placas a alguém até que a tradução completa da placa fosse feita. Smith realizou a tradução com uma pedra vidente no fundo de um chapéu, e a publicou em 1830 como o Livro de Mórmon.