Povo africano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde abril de 2009). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

O termo povo africano pode referir-se a pessoas que vivem na África, ou as pessoas que traçam a sua ascendência a habitantes naturais da África.[1] Isto inclui os membros da "Diáspora africana" resultante do Tráfico de escravos do Atlântico, como negro britânico, afro-latino-americano, afro-americanos, afro-caribenhos, e afro-canadenses. O conceito de 'Black people' Povo negro é muitas vezes utilizado como sinônimo de pessoas de ascendência africana (em particular na África Subsaariana), particularmente nas Américas e Europa, embora os dois termos não sejam considerados sinónimos.

O povo da África[editar | editar código-fonte]

O continente africano é hoje o habitat de muitos grupos diferentes de pessoas com cultura e histórias estabelecidas na terra ao longo de vários séculos. Um povo de um vasto leque de características fenotípicas, indígena e estrangeira para o continente, de origens diversas, bem como vários traços culturais, comuns, traços artísticos variando em semelhança. As distinções dentro do próprio continente africano, como os climas diferentes em todo o continente criaram a diversidade em estilos de vida entre os seus habitantes dentro dos seus desertos e selvas, em relação também a população africana que vive em cidades modernas através do continente.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]