Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Previ)
Ir para: navegação, pesquisa
Logo PREVI/BB

A Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil - PREVI é um fundo de pensão brasileiro que gerencia a previdência complementar dos funcionários do Banco do Brasil. Criado em 16 de abril de 1904, antes mesmo da Previdência Oficial no Brasil, é hoje o maior fundo de pensão da América Latina e 24º (*) do mundo em patrimônio, que gira em torno de R$ 155 bilhões (dados de setembro/2011). Sua sede fica no bairro de Botafogo, Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro.

A PREVI é uma entidade fechada de previdência privada, de gestão compartilhada, cuja direção é escolhida 50% pelo Banco do Brasil e 50% por meio de voto direto de seus participantes (funcionários da ativa e aposentados)[1] , sejam funcionários do Banco do Brasil ou empregados do quadro próprio da PREVI. A Instituição trabalha para garantir a esses participantes benefícios previdenciários complementares aos da Previdência Oficial, de forma a contribuir para a qualidade de vida desses participantes e seus dependentes, tendo como função complementar o benefício do INSS dos funcionários aposentados da empresa e pensionistas.[1]

Por gerir imenso volume de dinheiro dos seus associados, a Previ é considerada um dos maiores investidores do Brasil, tendo tido destacado papel durante as privatizações. Hoje, é importante acionista de grandes empresas como a Companhia Siderúrgica Nacional, Vale S.A. (antiga Companhia Vale do Rio Doce), Embraer e era a maior acionista da Perdigão S.A., agora transformada em Brasil Foods (BRF), após sua fusão com a Sadia. A Previ passou a deter 13,65% do capital da nova empresa.

Em setembro de 2009 o total de recursos investidos pela Previ atingia a soma de 135,5 bilhões de reais.[2]

Gestão[editar | editar código-fonte]

A gestão compartilhada (entre o Banco do Brasil e os participantes do planos) da Previ é feita por três níveis de governança corporativa [2]: Conselho Deliberativo, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal.

O Conselho Deliberativo é composto por seis membros titulares, sendo três eleitos pelos participantes e três indicados pelo Banco do Brasil.

O Conselho Fiscal é formado por quatro membros efetivos e seus suplentes, dos quais dois são eleitos pelo Corpo Social e dois são indicados pelo Banco do Brasil.

A gestão e fiscalização da PREVI é dividida entre Conselho Deliberativo, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal. A Diretoria Executiva é composta de seis membros: presidente, diretor de Administração, de Investimentos, de Seguridade, de Participações e de Planejamento.

A participação na Previ é limitada a funcionários do Banco do Brasil.

Para permitir a não-funcionários participar de investimentos semelhantes aos rentáveis investimentos feitos pela Previ, foi criada a Brasilprev Seguros e Previdência S.A.,[3] que é uma empresa de previdência complementar, resultado da associação entre o Banco do Brasil, o Principal Financial Group e o Sebrae, onde qualquer pessoa pode criar seu próprio plano de previdência.

Fundos de investimento administrados pela PREVI[editar | editar código-fonte]

A Previ administra uma grande quantidade de fundos de investimento, cuja lista e composição pode ser vista em seu site

Dentre eles, destacam-se os fundos Litel e Litela que, juntos, detêm 58,1% das ações da Valepar S.A., que é a empresa detentora do controle acionário da Companhia Vale do Rio Doce.

Referências[editar | editar código-fonte]

PREVI>>Investimentos>>Governança Corporativa

Quem Somos. Previ Instucional.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]