Produtividade (ecologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Em ecologia, chama-se produtividade duma espécie, população ou ecossistema, à quantidade de matéria orgânica produzida por essa entidade num determinado período (geralmente um ano).

Produtividade primária[editar | editar código-fonte]

A produtividade primária pode ser definida em ecologia como o rendimento da conversão da energia radiante em substâncias orgânicas. Isto é, a produção primária designa a quantidade de matéria orgânica que é produzida pelos organismos autotróficos a partir da energia solar (organismos fotossintéticos) ou da energia química (quimiossintéticos).

A produção primária bruta designa a razão a que a energia solar é convertida em energia potencial de biomassa; A produção primária liquida designa a taxa de armazenamento da matéria orgânica nos tecidos. Resumindo, a produção primária líquida seria o que realmente restou do que o organismo produziu, já que, com a respiração, tal organismo perde parte da produção.

Produtividade secundária[editar | editar código-fonte]

Por sua vez, a produtividade secundária refere-se à quantidade de matéria orgânica produzida pelos consumidores primários ou herbívoros.

Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.