Pronomes do esperanto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esperanto flag
Tópico sobre esperanto
Esse artigo faz parte da série em desenvolvimento Esperanto-Gramática
Gramática
Esperanto | Gramática | Alfabeto | Ortografia | Vocabulário | Correlativos | Preposições | Conjunções | Afixos
História
História | Zamenhof | Esperanto Arcaico | "Unua Libro" | Declaração de Boulogne | "Fundamento" | Manifesto de Praga
Cultura
Cultura | Esperantistas | Esperantujo | Cinema | Internacia Televido | La Espero | Bibliotecas | Literatura | Música | Falantes nativos | Cultura pop | Publicações | Símbolos | Dia de Zamenhof
Organizações e serviços
Amikeca Reto | Akademio de Esperanto | Kurso de Esperanto | Pasporta Servo | TEJO | UEA | Ĝangalo
Críticas
Esperantido | Valor propedêutico | Reformas | Riismo | Iĉismo | Esperanto X Ido | Interlingua | Novial
Wikimedia
Portal | Vikipedio | Vikivortaro | Vikicitaro | Vikifonto | Vikilibroj | Vikikomunejo | Vikispecoj
editar

O Esperanto possui os seguintes pronomes pessoais:

  • Mi: Eu.
  • Vi: Você/Vocês, esse pronome serve tanto para singular como plural.
  • Ci: Tu, singular, usado em poesia.
  • Li: Ele.
  • Ŝi: Ela.
  • Ĝi: Ele/Ela, para objetos inanimados, animais, e eventualmente crianças.
  • Oni: Pronome indefinido: "Oni invitis nin": "Nos convidaram", "Oni diras ke...": "Diz-se que...".
  • Ni: Nós.
  • Ili: Eles/Elas: plural de li/ŝi/ĝi.

A lista de pronomes lembra bastante a lista dos pronomes da língua inglesa, usando o mesmo pronome de segunda pessoa tanto para o singular quanto para o plural (vi em esperanto, you em inglês), e usando apenas um plural (ili) para os três pronomes da terceira pessoa do singular: li, ŝi e ĝi. A diferença fica por conta o pronome oni, útil para expressar frases impessoais sem circunlóquios.

Vi: Esse pronome serve tanto para a segunda pessoa no singular como no plural. Para alguns isso é um defeito, mas vale lembrar que no inglês, língua étnica que usa o mesmo sistema, não existe confusão[carece de fontes?]. De qualquer modo, para o contexto ficar mais claro, pode-se notar o singular ou plural:

  • Com predicativo:
    • Vi estas ĝoja: você é alegre.
    • Vi estas ĝojaj: vocês são alegres.
    • Vi estas frato kaj fratino: vocês são irmão e irmã.
  • Com um vocativo:
    • Mi dankas vin, sinjoro: Eu lhe agradeço, senhor.
    • Mi dankas vin, sinjoroj: Eu vos agradeço, senhores.
    • Kion vi faris, vi knabo: O que você fez, você garoto.
  • Com o contexto:
    • Kio estas inter vi?: O que está entre vocês?
    • Vi kvar foriru tie ĉi: Vocês quatro, saim daí.

Ci: Como vimos, esse pronome singular da segunda pessoa é usado na poesia; eventualmente, pode ser usado nos diálogos quando se deseja dar um ar "lírico" a uma fala. Note que no Fundamento de Esperanto, o ci só vem a ser apresentado nos exemplos, e não na lista de pronomes.

Li/Ŝi: Esses pronomes indicam também gênero feminino e masculino; em casos alegóricos, podem ser atribuídos a seres inanimados, abstratos ou animais. Em caso de pessoas, mas de sexo não especificado, pode-se usar o pronome li de forma neutra; o pronome ĝi, como é comum ao se referir a crianças e bebês; ou o pronome demonstrativo tiu (junto com seu possessivo ties).

Ĝi: Pronome singular da terceira pessoa, sem distinção de gênero, ou seja, neutro. Corresponde ao "it" do inglês. Usado para indicar seres sem sexo definido (objetos), ou quando o sexo não importa (animais, embora animais de estimação possam receber li ou ŝi, de acordo com a vontade do dono). Também pode ser usado para se referir a crianças e bebês.

Oni: Sendo um pronome indefinido, é usado quando não se sabe, ou não se quer dizer, o quê ou quem fez ou sofre alguma coisa. Corresponde ao francês "on" e ao alemão "man", exemplo: Oni diras ke...: Dizem que..., A gente diz que..., Diz-se que....

No caso de verbos que não exigem sujeito, não se usa nenhum pronome (nem mesmo ĝi nem oni). Por exemplo, Pluvas, que significa Está chovendo.

Pronomes possessivos[editar | editar código-fonte]

Os pronomes possessivos são formados com a adição da terminação adjetiva "a" aos pronomes pessoais, gerando:

Mia: meu/minha. Via: seu/sua/teu/tua. Cia: teu/tua. Lia: dele. Ŝia: dela. Ĝia: dele/dela (neutro). Nia: nosso/nossa. Ilia: deles/delas.

Geramos então "adjetivos de posse", para formar o plural, deve-se agir como para formar o plural de um adjetivo, ou seja: adicionando a terminação "j". Assim:

Miaj: meus/minhas. Viaj: seus/suas/teus/tuas. Ciaj: teus/tuas. Liaj: deles. Ŝiaj: delas. Ĝiaj: deles/delas (neutro). Niaj: nossos/nossas. Iliaj: deles/delas, ex: "Iliaj domoj estas grandaj": As casas deles são grandes.

Pronome Reflexivo[editar | editar código-fonte]

O pronome reflexivo é "si", e não pode ser o sujeito da oração, nem fazer parte dele. Corresponde ao português "si" ou ao "sigo" do "consigo":

  • Li parolas pri si': Ele falou de si (sobre ele mesmo).
  • La homoj devas vivi inter si harmonie: Os humanos devem viver harmonicamente entre si.
  • Ŝi demandas pri si: Ela perguntou sobre si (mesma).

O pronome reflexivo "si" também tem um possessivo: "sia", plural: "siaj":

  • Li venis kun sia filo: Ele veio com o seu filho (com o filho dele mesmo).
  • Ŝi ŝanĝis siajn ideojn: Ela mudou suas (próprias) idéias.

Pronomes de Tratamento[editar | editar código-fonte]

Como pronome de tratamento, temos a palavra "Moŝto", que é usada como título geral de cortesia, é usada tanto para papas, presidentes, prefeitos, etc. ex:

  • Lia Reĝa Moŝto, Johano II de Portugalujo: Sua Majestade, Dom João II de Portugal.
  • Preta, Via Generala Moŝto!: Pronto, Senhor General!
  • Mi servos vin, sinjorino moŝto: Eu te servirei, minha senhora.