QEMU

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde novembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.
QEMU
Logótipo
Qemu linux.png
QEMU com o sistema operacional livre ReactOS
Desenvolvedor Autor original Fabrice Bellard, QEMU team:
Anthony Liguori, Paul Brook,ects.
Versão estável 2.0.0 (17 de abril de 2014; há 14 semanas e 2 dias[1] )
Escrito em C
Sistema operacional Windows, Solaris, Linux, FreeBSD, Mac OS X
Gênero(s) Hipervisor
Licença GPL 2
Página oficial http://qemu.org/

QEMU é um software livre escrito por Fabrice Bellard que implementa um emulador de processador, permitindo uma virtualização completa de um sistema PC dentro de outro. O QEMU é um hypervisor e é semelhante a projetos como o Bochs, VMware Workstation e o PearPC, mas possui várias características que faltam nestes, incluindo aumento de velocidade em x86, (através de um acelerador, e suporte para múltiplas arquiteturas está a ser acrescentado. Usando tradução dinâmica, atinge uma velocidade razoável, não deixando de ser fácil de converter para novos processadores.

Detalhes[editar | editar código-fonte]

O QEMU tem dois modos de operação:

Emulação em modo de usuário
O QEMU pode lançar processos Linux ou Darwin/Mac OS X compilados para uma CPU em outra CPU. As chamadas ao SO alvo são truncadas para um endianamento e combinações 32/64bits. Wine e o Dosemu são os alvos principais para o QEMU.
Emulação em modo computador completo
O QEMU emula um computador completo, incluindo um processador e vários periféricos. Ele pode ser utilizado para prover hospedeiros virtuais de vários computadores virtuais em um único computador.

A maior parte do programa está sobre a LGPL, com a emulação em modo usuário sobre o GPL.

Acelerador[editar | editar código-fonte]

Fabrice Bellard também escreveu um modulo para o núcleo Linux (com um porte preliminar para o FreeBSD e o Windows) chamado KQEMU ou Acelerador QEMU, que notavelmente acelera a emulação i386 na plataforma i386. Isso é feito rodando código modo usuário diretamente na CPU do computador hospedeiro, e usando somente o modo núcleo para emular o processador, periféricos e o modo real. O KQEMU também suporta um modo núcleo de emulação em que uma porção do código modo núcleo roda na CPU hospedeira.

O acelerador QEMU (KQEMU) foi inicialmente distribuído como software proprietário de código fonte fechado (ainda assim, sem custo algum). Mas desde sua versão 1.3.0pre10[1][2], que foi lançada em 05-02-2007, está disponivel sobre o GPL.

Características[editar | editar código-fonte]

  • Suporta emulação das arquiteturas IA-32 (x86) PCs, AMD64 PCs, MIPS R4000, Sun SPARC sun4m, Sun SPARC sun4u, ARM development boards (Integrator/CP and Versatile/PB), SH4 SHIX board, e PowerPC (PReP e Power Macintosh).
  • Suporte para outras arquiteturas tanto como hospedeiro, quanto como sistema emulado (veja a página oficial para uma lista completa).
  • Aumento de velocidade — algumas aplicações podem rodar quase em tempo real.
  • Implementa formato de imagens CoW (copia quando escreve). Você pode declarar um disco virtual enorme (vários GB), mas a imagem do disco vai ser do tamanho efetivamente usado.
  • Também implementa sobreposição de imagens (snapshot). Salve uma imagem do estado atual do sistema hospedado (guest) e escreva as mudanças em outro arquivo de imagem. Se precisar, pode voltar o sistema para o estado anterior, salvo, facilmente.
  • Suporte para rodar binários Linux para outras arquiteturas diferente da hospedeira.
  • Pode salvar e restaurar o estado da máquina virtual (programas rodando, etc…).
  • Emulação de placa de rede virtual.
  • Suporte a SMP.
  • O SO convidado(emulado) não precisa ser modificado/pacheado.
  • A performance é melhorada quando o módulo KQEMU é usado.
  • Ferramentas de linha de comando permitem controle completo do QEMU sem ambiente gráfico (X11).
  • Controle remoto da máquina emulada usando um servidor VNC integrado.
  • Suporte a 'tablet' USB, provendo um mouse sem captura. Ativado com "-usb -usbdevice tablet".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ChangeLog - QEMU. Página visitada em 2014-04-17.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre QEMU
Wikilivros
O Wikilivros tem mais informações sobre QEMU