Quilombolas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Se procura pelo local onde vivem quilombolas, consulte Quilombo.

Quilombolas é designação comum aos escravos refugiados em quilombos, ou descendentes de escravos negros cujos antepassados no período da escravidão fugiram dos engenhos de cana-de-açúcar, fazendas e pequenas propriedades onde executavam diversos trabalhos braçais para formar pequenos vilarejos chamados de quilombos.

Mais de duas mil comunidades quilombolas espalhadas pelo território brasileiro mantêm-se vivas e atuantes, lutando pelo direito de propriedade de suas terras consagrado pela Constituição Federal desde 1988.[1]

Tais comunidades estão dispersadas pelo território brasileiro nos estados de Pernambuco, Paraíba, Pará, Bahia, Maranhão, Amapá, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo.

O termo quilombola vem do tupi-guarani cañybó e significa «aquele que foge muito».[2]

Comunidades brasileiras[editar | editar código-fonte]

Abaixo, as comunidades citadas no arquivo «Títulos Expedidos às Comunidades Quilombolas» da página virtual do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária:

  • Abacatal-Aurá,
  • Abui
  • Acapú
  • Acaraqui
  • África
  • Água Fria
  • Alto Ipixuna
  • Alto Itacuruça
  • Alto Pucurui
  • Aningal
  • Apui
  • Araçá
  • Aracuan de Baixo
  • Aracuan de Cima
  • Aracuan do Meio
  • Arapapu
  • Araquenbua
  • Bacabal
  • Bailique Beira
  • Bailique Centro
  • Baixinha
  • Baixo Itacuruça
  • Bananal
  • Barra
  • Barro Vermelho
  • Bela Aurora
  • Boa Vista
  • Boa Vista do Cuminá
  • Bom Remedio
  • Caiana dos Crioulos
  • Camiranga
  • Campelo
  • Campinho
  • Campopema
  • Carará
  • Carrazedo
  • Castainho
  • Catanhaduba
  • Conceição dad Crioulas
  • Coração
  • Costeiro
  • Cuecê
  • Cupu
  • Curiaú
  • Eira dos Coqueiros
  • Espirito Santo
  • Flexinha
  • França
  • Furnas da Boa Sorte
  • Furnas do Dionísio
  • Guarajá Miri
  • Igarapé Preto
  • Igarapé São João
  • Igarapezinho
  • Itacoã Miri
  • Itamaoari
  • Ivaporunduva
  • Jarauacá
  • Jauari
  • Jenipapo
  • Jenipaúba
  • Jocojó
  • Jurussaca
  • Kalunga
  • Laranjituba
  • Mãe Cue
  • Mangal
  • Maria Ribeira
  • Maria Rosa
  • Mata
  • Mata Cavalo
  • Mocambo
  • Mocorongo
  • Nossa Senhora da Conceição
  • Paca
  • Pacoval
  • Pancda
  • Panpelônia
  • Paraná do Abui
  • Pedro Cubas
  • Poção
  • Porto Coris
  • Porto dos Pilões
  • Rio das Ras
  • Rio Tauaré-Açu
  • Sagrado
  • Santa Fé
  • Santa Maria de Mirindeua
  • Santa Rita de Barreiras
  • Santana
  • Santo Antonio
  • Santo Antonio dos Pretos
  • Santo Cristo
  • São Bernardo
  • São José
  • São Jose do Icatu
  • São Pedro
  • Serrinha
  • Silêncio
  • Tapagem
  • Teófilo
  • Terra Preta II
  • Varre Vento
  • Varzinha

Referências

  1. Adm. do sítio (2008). [url=http://www.koinonia.org.br/visoes_quilombolas/ Visões quilombolas]. Koinonia.org.br. Página visitada em 10/02/2014.
  2. FFLCH — USP (2005). Glossário Sertanejo. Cursos de tupi antigo e lingua geral (Nheengatu). Página visitada em 10/02/2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete quilombola.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História do Brasil é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.